Morreu, na manhã desta quarta-feira (15/1), mais uma vítima da síndrome nefroneural, doença investigada por suspeita de contaminação por dietilenoglicol, presente em garrafas de cerveja fabricada em Belo Horizonte. A informação foi confirmada pela Polícia Civil. A vítima é Antônio Márcio Quintão de Freitas, de 76 anos, como apurou a reportagem do Estado de Minas.

Segundo a instituição, o paciente, cujo nome não foi divulgado, estava internado no Hospital Mater Dei, na capital. O corpo será encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML). A polícia afirma que trata-se da segunda vítima confirmada oficialmente. A morte de uma mulher em Pompéu, no Centro-Oeste de Minas, foi notificada pela prefeitura local, mas ainda não foi contabilizada. O Estado de Minas entrou em contato com o hospital, que informou que não tem autorização para falar sobre os pacientes.

"Não beba"
A recomendação para que ninguém beba cerveja de nenhum lote da Belorizontina partiu da diretora de marketing da Backer, Paula Lebbos. A orientação vale para a Capixaba, que é a mesma cerveja, mas com outro rótulo, destinada ao Espírito Santo.

Em amostras da bebida, a polícia detectou a presença de dietilenoglicol, causador da síndrome nefoneural, que já tem 17 casos notificados em Minas. Nesta quarta, foi notificado um caso suspeito em Araxá, que ainda não entrou na lista da Secretaria de Estado de Saúde. Análises feitas pela própria Backer atestaram a presença da substância emgarrafas da Belorizontina, uma das 22 marcas da cervejaria.

O dietilenoglicol é usado no processo de resfriamento de cerveja. Mas a Backer garante nunca que usou o produto. O tanque em que os lotes contaminados foram produzidos está lacrado. Não se sabe, como admitiu Paula Lebbos, se pode haver problemas em algum dos outros 69 tanques. Porisso, segundo a diretora, serão analisadas todas as etapas do processo de produção.

Agentes da Polícia Civil de Minas e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) voltaram ontem à fábrica da cervejaria, no Bairro Olhos D'Água, na Região Oeste de BH, para dar sequência às perícias iniciadas na semana passada. Enquanto isso, a Vigilância Sanitária da capital continua recebendo garrafas de Belorizontina de consumidores. Ontem, foram 385.Com 183 da véspera, total chegoua 568.

Cachaça, marvada, caninha, pinga, aguardente, água que passarinho não bebe... A bebida queridinha do Brasil foi o centro de um crime registrado no interior de Minas Gerais na segunda-feira (13/1). Em Frutal, cidade do Triângulo Mineiro com cerca de 59 mil habitantes, um homem de 33 anos alega que foi obrigado, durante um assalto, a beber dois litros de cachaça, sob ameaças.

O rapaz, que é natural de Barretos (SP), registrou boletim de ocorrência na sede da 4ª Companhia de Polícia Militar da cidade mineira. Bêbado, ele disse aos militares que foi vítima do roubo quando circulava de moto por uma estrada nos arredores do município.

Segundo ele, cinco homens armados com revólveres de cor prata e espingarda o interpelaram e o obrigaram a consumir a bebida, que tem em média de 38% a 48% de teor alcóolico. Além disso, eles levaram a moto, um celular, uma carteira de couro e R$ 970.

Os cinco suspeitos, contou o homem, estavam em um Fiat Uno branco, de modelo antigo. A vítima afirma que, depois do crime, seguiu, mesmo bêbado, a pé para a delegacia, onde registrou o caso. O trajeto tem cerca de 10 km.

Em segundo relato, o homem diminuiu a quantidade de assaltantes para quatro e afirmou que eles cobriam o rosto com um pano branco.
Crime bárbaro

Em agosto do ano passado, a mesma cidade mineira virou notícia nacional por causa de um crime bárbaro. Um homem de 23 anos matou um colega de trabalho, de 45, decapitou a vítima e caminhou pelas ruas de Frutal com a cabeça nas mãos.

Após o crime, ele tentou se matar, mas foi impedido e detido pela Polícia Militar. Os dois trabalhavam em um matadouro da cidade. O crime teria sido motivado por uma discussão em uma festa em que os colegas de trabalho estavam.

Correio Braziliense



O papa emérito Bento XVI pediu publicamente a seu sucessor Francisco que desista da ideia de ordenar homens casados como sacerdotes, uma iniciativa muito incomum no Vaticano.

Diante da falta de religiosos na Amazônia que facilitem o acesso aos sacramentos, um sínodo sugeriu ordenar sacerdotes homens casados de certa idade (os chamados "viri probati"), de preferência indígenas. Francisco deve tomar uma decisão sobre este tema nas próximas semanas.

Bento XVI, de 92 anos, manifestou sua opinião em um livro escrito com o cardeal ultraconservador Robert Sarah, cujos trechos foram publicados, com exclusividade pelo jornal francês "Le Figaro".

"A semelhança das nossas preocupações e a convergência das nossas conclusões nos levaram a pôr o fruto do nosso trabalho e da nossa amizade espiritual à disposição de todos os fiéis, como fez Santo Agostinho. Como ele, podemos afirmar: "Silere non possum! Não posso me calar!", escrevem os dois eclesiásticos.

"É urgente, necessário, que todos, bispos, padres e laicos, recuperem um olhar de fé sobre a Igreja e sobre o celibato sacerdotal que protege seu mistério", defenderam.

Eles pedem ainda à toda Igreja que "não se deixe impressionar" pelas "declarações ruins, encenações teatrais, mentiras malvadas, erros da moda que querem desvalorizar o celibato sacerdotal".

"O estado conjugal diz respeito a todo homem em sua totalidade, mas o serviço do Senhor também exige o dom total do homem. Não parece possível realizar simultaneamente as duas vocações. Portanto, a capacidade de renunciar ao matrimônio para se pôr completamente à disposição do Senhor se tornou um critério para o Ministério sacerdotal", escreve Bento XVI, que deixou o cargo em 2013.

Para o cardeal guineano Sarah, "o celibato sacerdotal bem entendido, ainda que às vezes seja um teste, é uma libertação. Permite ao sacerdote se estabelecer com coerência em sua identidade de esposo da Igreja".

Primeiro sumo pontífice a renunciar em quase seis séculos, Bento se dedicou inicialmente a uma vida de contemplação e calma. Com o tempo, porém, passou a se expressar cada vez mais abertamente sobre os temas importantes da Igreja católica.

AFP


A cantora Solange Almeida decidiu colocar um ponto-final no relacionamento com o marido, Leandro Adriani. De acordo com a colunista Fábia Oliveira, do jornal O Dia, o motivo do término estaria relacionado à carreira dela.

A cantora Solange Almeida decidiu colocar um ponto-final no relacionamento com o marido, Leandro Adriani. De acordo com a colunista Fábia Oliveira, do jornal O Dia, o motivo do término estaria relacionado à carreira dela.

De acordo com a jornalista, uma amiga próxima de Solange revelou que a artista estava perdendo contratos devido à intromissão exagerada de Leandro. Por isso, Sol estaria tendo prejuízo por causa do companheiro.

“Tive que me escolher mesmo amando alguém”, desabafou ela no Instagram, ao se pronunciar a respeito da separação.

O casal estava junto desde janeiro de 2017. Sol e Leandro trocaram alianças em dezembro do mesmo ano em um resort de Fortaleza, no Ceará. Segundo Fábia, a cantora já não usa mais aliança e o empresário tratou de excluir todas as fotos com a ex-mulher nas redes sociais.

Metrópoles

Um homem de 66 anos, e seus dois filhos, de 33 e 45, foram presos nesta sexta-feira (10) suspeitos de estuprar uma menina de 11 anos, em Boa Vista. Segundo a Polícia Civil, os homens da mesma família são o avô, pai e tio da vítima.

Os mandados de prisão contra os três foi cumprido por agentes do Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente (NPCA), onde o caso é investigado.

De acordo com a delegada Jaira Farias, as investigações iniciaram em dezembro do ano passado, após a mãe da menina registrar o Boletim de Ocorrência. A vítima morava há um ano com o pai.

A mãe contou à polícia que a filha a procurou, relatou os abusos e disse que estava com a suspeita de estar grávida do próprio pai.

“Em seu relato, a menina disse que vinha sofrendo abuso sexual por parte do pai diariamente. A menina disse ainda que uma cunhada do pai dela, chegou a dar um remédio caseiro para que a menina abortasse devido a suspeita da gravidez”, detalhou.

Em depoimento a delegada, a vítima disse ainda que o tio a abusava passando a mão em suas partes íntimas e que o avô também tentou estuprá-la. A menina passou por exame no Instituto Médico Legal (IML), onde foi constatado o abuso sexual.

“Tanto o pai, o tio e o avô foram ouvidos durante as investigações e negaram os abusos sexuais. Contudo, os exames de conjunção carnal confirmaram que a menina não é mais virgem e apontaram lesões em suas partes íntimas”, detalhou a delegada.

Conforme a Civil, a cunhada do pai da vítima, acusada de dar o remédio a ela, também foi ouvida, mas ela não teve prisão decretada. Quanto à gravidez, a delegada disse que não foi confirmada. Não se sabe se realmente ela abortou quando tomou o remédio caseiro.

A vítima foi encaminhada para atendimento psicológico pela equipe do NPCA e a guarda está sob a responsabilidade da mãe. Todas as situações que envolvem o caso configuram o estupro, informou a polícia.

A garota foi encaminhada para atendimento psicológico pela equipe do NPCA e a guarda da garota está sob a responsabilidade da mãe.

Depois de presos, os três foram conduzidos ao NPCA e, posteriormente encaminhados à Cadeia Pública, aonde permanecerão à disposição da Justiça.

G1 RO

A Petrobras anunciou queda do preço da gasolina e do diesel, puxada pela redução do preço do petróleo no mercado internacional desde a semana passada, com o recuo das tensões entre os Estados Unidos e o Irã. Segundo a Petrobras, o valor da gasolina será reduzido em 3% a partir da terça-feira, 14, nas refinarias da estatal, mesmo porcentual que será aplicado ao diesel.

De acordo com fontes ouvidas pelo Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado), o litro do diesel S500 ficou R$ 0,061 mais barato, em média, e o do diesel S10, R$ 0,0808.

Etanol
Na semana terminada em 11 de janeiro, os preços médios do etanol eram mais vantajosos ante os da gasolina em apenas três Estados brasileiros: Mato Grosso, Minas Gerais e São Paulo. Em Goiás, onde o biocombustível era mais vantajoso até semana passada, a gasolina se tornou mais competitiva.

O levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) compilado pelo AE-Taxas considera que o etanol de cana ou de milho, por ter menor poder calorífico, tenha um preço limite de 70% do derivado de petróleo nos postos para ser considerado vantajoso.

Em Mato Grosso, o hidratado é vendido, em média, por 63,00% do preço da gasolina, em Minas Gerais a 67,96%, e em São Paulo a paridade ficou em 69,14%.

Na média dos postos pesquisados no País, a paridade é de 69,88% entre os preços médios de etanol e gasolina, também favorável ao biocombustível.
A gasolina foi mais vantajosa no Amapá, com a paridade de 95,56% para o preço do etanol.

Estadão Conteúdo

Eles se formaram na Bolívia e não têm autorização para atuar no Brasil.

Rafael de Andrande Fernandes, de 22 anos, e Lucas Ferreira Guimarães, de 28 anos, estão foragidos. Reprodução / Polícia Civil
Dois médicos formados na Bolívia são procurados pela Polícia Civil suspeitos de atuar como falsos médicos no Maciço de Baturité, no Ceará. Rafael de Andrade Fernandes, de 22 anos, e Lucas Ferreira Guimarães, 28, não têm revalidação do diploma para atuar no Brasil e devem responder por peculato, estelionato e falsidade ideológica. Na última sexta-fera (10), uma operação prendeu um estudante de medicina e um enfermeiro no mesmo caso.

Rafael Fernandes tem o último endereço registrado em Alto Santo e, Lucas Guimarães, em Tabuleiro de Norte. A população pode ajudar nas investigações pelo número do Disque Denúncia (85) 99921-8236

A operação "Filhos de Hipócrates" teve quatro mandados de busca e apreensão e dois de prisão cumpridos nas cidades de Alto Santo, Fortaleza, Paraipaba e Tabuleiro do Norte. A Polícia Civil passou dois meses investigando o esquema de exercício ilegal da profissão.

A apuração começou após um homem ser flagrado em um plantão médico de um hospital de Mulungu, no maciço de Baturité, em novembro de 2018. A partir daí, a Polícia descobriu o esquema.

O grupo de falsos médicos atuava em plantões na Unidade de Pronto Atendimento de Baturité entre 2017 e 2019 e hospitais da região. Eles utilizavam números de CRM (código de profissionais registrados no Conselho Regional de Medicina) copiados da internet.

Diário do Nordeste

Uma jovem de 22 anos passou 17 dias sob tortura do namorado, um tatuador de 37 anos, em Ceilândia. Segundo a Polícia Civil, as agressões começaram no dia 24 de dezembro e só se encerraram nesta sexta-feira (10/1), após a prisão do suspeito em flagrante. A jovem ainda passou 11 dias em cárcere privado.  

A polícia, a mulher relatou que era agredida constantemente com diversos objetos, entre eles, barra de ferro, faca e cadeira. A jovem ficou presa na própria casa, podendo sair, inicialmente, apenas para trabalhar. "No trabalho os colegas notaram os hematomas, mas a vítima alegou que tinha caído. No dia 26, ela ficou presa em casa novamente, e no dia 30 teve a oportunidade de trabalhar de novo, mas sob a ameaça que se falasse para alguém, ele a mataria, então ela acabou voltando para casa", detalha o delegado à frente do caso, Gutemberg Morais.

O delegado afirma que a partir do dia 30, a jovem ficou em cárcere privado. "Ele tomou o celular dela e a única pessoa com quem ele a deixava falar era com a mãe, pelo telefone. Mas enquanto ela falava, ele a ameaçava com uma faca no pescoço. Ela dizia que estava doente", conta. O delegado comenta que durante o período foram feitas algumas denúncias anônimas de agressão. "A Polícia Militar chegou a ir no local, mas ninguém abria a porta, não aparecia ninguém, mas ontem falaram que ela estava dentro de casa com o agressor e que não adiantava apenas bater", comenta. Devido as idas da polícia à casa, o agressor levou a vítima para a casa de uma irmã, mas voltou após dois dias.

A Polícia Militar retornou ao endereço novamente nesta sexta-feira (10/1), quando uma das testemunhas compareceu, e então, conseguiram falar com a vítima. Inicialmente, ela negou. Segundo o delegado, o agressor teria obrigado a mulher a dizer que havia sido agredida em uma festa. Mas a testemunha interveio e a vítima acabou revelando a verdade.
Agressões filmadas
As agressões foram filmadas e fotografadas pelo acusado. As imagens foram enviadas para amigos, segundo a polícia, inclusive para uma ex dele, que relatou tudo à polícia. "Ela estava em outro estado, e assim que ela voltou, ele mandou outro vídeo", comenta. A vítima começou a namorar com ele em março de 2019 e passou a morar com ele novembro. "Psicologicamente ela está abalada, mas ao mesmo tempo ela parecia aceitar a questão da submissão. Como se o fato dela estar em cárcere fosse algo comum. fiquei assustado com essa situação", comenta o delegado.

O acusado já tinha passagem pela polícia por roubo, extorsão, mediante sequestro e homicídio. Ele cumpriu nove ano de pena em regime fechado no ano passado. 

Correio Braziliense
Fogo já causou 26 mortes na Austrália, reduziu a cinzas uma área equivalente a 10 milhões de hectares e destruiu mais de 2 mil casas

(foto: SAEED KHAN/AFP
Os incêndios florestais que estão devastando o sudeste da Austrália estão longe de serem controlados, mas a chuva que chegou neste sábado na região deu trégua aos bombeiros exaustos e aos habitantes locais.

Após uma noite catastrófica na qual vários incêndios se fundiram e ganharam dimensões assustadoras nos estados de Nova Gales do Sul e Victoria, as temperaturas diminuíram e as chuvas trouxeram algum alívio para essas regiões.

"Embora tenha sido uma noite longa e difícil, nesta manhã estamos felizes por não haver perda de vidas ou danos materiais significativos", disse o primeiro-ministro de Nova Gales do Sul, Gladys Berejiklian, a repórteres neste sábado.

Está previsto que essas melhorias nas condições climáticas durem uma semana, o que dará aos bombeiros mais chances de controlar os incêndios.

A temporada de incêndios, particularmente precoce e muito violenta, já causou 26 mortes na Austrália, reduziu a cinzas uma área equivalente a 10 milhões de hectares, uma área semelhante à de Portugal ou Coréia do Sul, e destruiu mais de 2.000 casas.

Especialistas da Universidade de Sydney acreditam que a catástrofe matou um bilhão de animais, número que inclui mamíferos, pássaros e répteis.

Apesar dessas melhores condições, as autoridades alertaram que a temporada de incêndios florestais ainda não acabou.

O chefe dos bombeiros de Towamba, Nathan Barnden, disse à AFP que a chuva é algo "fantástico, mas não é suficiente no momento para acabar com esses incêndios".

"Vamos precisar de" muito mais chuva "para facilitar o combate a incêndios para nós", acrescentou.

No estado de Victoria, o primeiro-ministro Daniel Andrews pediu à população que permaneça vigilante, já que a crise do incêndio - iniciada em setembro - "está longe de terminar".

Um morador local, Mark Bucke, 49 anos, pai de dois filhos, afirmou que os últimos dez dias "foram um inferno, especialmente para as crianças".

"Não tomamos leite ou comemos pão há quatro dias", explicou.

- Crise climática  -
Na sexta-feira, em Sydney e Melbourne, além de outras cidades do país, milhares de pessoas saíram às ruas para exigir que o governo conservador da Austrália fizesse mais para combater as mudanças climáticas globais e reduzir as exportações de carvão.

A Austrália sofreu o ano mais quente e seco em 2019, com a temperatura máxima média mais alta registrada em meados de dezembro, de 41,9 ºC.

Essas condições de seca prolongada, agravadas pelas mudanças climáticas, geraram, segundo especialistas, incêndios mais frequentes e intensos.

"O aquecimento global, causado pelas mudanças climáticas geradas pela atividade humana ... aumentou a frequência e a gravidade de eventos climáticos extremos", disse John Shine, presidente da Academia Australiana de Ciências, em comunicado.

Portanto, o governo de Camberra, capital do país, deve tomar uma ação clara para limitar o aquecimento global, acrescentou Shine.

No entanto, apesar das críticas nacionais e internacionais, o primeiro-ministro australiano, Scott Morrison, defendeu a política ambiental de seu executivo.

Morrison continua a destacar a importância das exportações de matérias-primas, como carvão, para a economia do país.

Agência France-Presse

O comandante da seção aeroespacial da Guarda Revolucionária iraniana, brigadeiro-general Amirali Hajizadeh, declarou neste sábado (11/1) que assumia "total responsabilidade" pela tragédia do Boeing 737 ucraniano, abatido wm Teerã pelo exército iraniano na quarta-feira (8/1).

"Assumo total responsabilidade", disse o brigadeiro-general Amirali Hajizadeh em comunicado transmitido pela televisão.  "Eu preferiria morrer a ser testemunha de um acidente semelhante", disse ainda.

Segundo o comandante, o operador de mísseis que abateu o Boeing disparou sem que pudesse obter a confirmação de uma ordem de disparo devido a um bloqueio das telecomunicações. O soldado teve 10 segundos para decidir se dispara o míssel, justificou.  Os 176 passageiros e a tripulação do avião morreram no acidente.


Presidente da Ucrânia quer indenização
O presidente ucraniano e seu colega iraniano manterão conversações neste sábado depois que Teerã admitiu ter abatido por engano o Boeing 737 da Ukraine Airlines International. Volodymyr Zelensky terá "uma entrevista por telefone com o presidente da República Islâmica do Irã, Hassan Rohani, às 17h00 (13h00 de Brasília)", afirmou a presidência ucraniana em comunicado.

Ele também afirmou que Teerã parece disposto a conduzir uma investigação "imediata e objetiva"."Nossos especialistas no Irã tiveram acesso a todas as fotos e vídeos e outras informações necessárias para analisar os processos em andamento em Teerã", disse Zelensky.

Ele exigiu punição pelos culpados e indenização por parte do Irã, cujo míssil abateu o Boeing na quarta-feira, matando todas as 176 pessoas a bordo. As vítimas são principalmente canadenses iranianos, mas também afegãos, britânicos e suecos, além de onze ucranianos, incluindo nove tripulantes.

"Esperamos que o Irã leve os culpados à justiça", "o pagamento de indenizações" e "o retorno dos corpos das vítimas", escreveu o presidente ucraniano no Facebook.

Essa tragédia é ainda mais traumática para a Ucrânia porque a lembra do desastre do voo MH17 da Malaysia Airlines, que caiu em 2014 na zona de conflito armado com separatistas pró-russos, no leste da Ucrânia, matando 298 pessoas.

Segundo investigadores internacionais, o avião foi abatido por um míssil BUK da 53ª Brigada Antiaérea Russa, mas Moscou e os rebeldes continuam negando responsabilidade.

 Correio Braziliense com Agência France-Presse


“São Sebastião, exemplo de vida cristã para a igreja: casa dos filhos de Deus”, esta é a temática central da 177ª festa do padroeiro do município de Ipu no Ceará. Os festejos prometem, a cada noite, trazer reflexões sobre o exemplo que o santo católico Sebastião ensina. A tradicional alvorada abriu o início dos novenários na cidade com uma “motocarreata” que, devido as fortes chuvas, mudou a programação da noite.

Prevista para iniciar no final da tarde desta sexta-feira(10), a passeata de abertura dos festejos católicos de Ipu contou com um imprevisto climático. A “motocarreata” teve início na residência do professor Fábio Costa e de sua esposa Joana Paula, no bairro Pereiros. Percorrendo as principais ruas da cidade de Ipu, os devotos levaram a imagem de São Sebastião até o patamar da igreja matriz para a benção dos veículos. Com a forte chuva que banhou a “terra de Iracema” no início da noite, o números de transportes foi mínimo, mas o bastante para propagar o início da festa de São Sebastião.

“A chuva é algo bom. Sempre pedimos por ela e quando Deus a envia é um sinal de que devemos nos conscientizar e realizar as nossas novenas dentro da nossa igreja”, declarou o Padre João Batista, pároco da cidade. As novenas são tradicionalmente realizadas no patamar central da igreja matriz de Ipu, mas devido ao atual período climático, a missa de alvorada foi celebrada dentro do templo católico. Padre João afirmou ainda que as pessoas costumam rezar em favor da não violência e da paz, mas que nunca olham para o que acontece dentro dos próprios lares. “Sempre pedimos paz, mas dentro das nossas casas estamos vivendo guerras, sendo amargos com os nossos irmãos. Que possamos aprender com São Sebastião os ensinamentos de convivência fraterna”, finalizou.

Durante os festejos, a cada missa, um setor paroquial ou municipal será homenageado. Na noite de alvorada, as capelas da sede e das comunidades do Escondido, do Passa Sede, da Exposição, da Alegria e do Sítio Macaco receberam a benção especial ao fim da celebração. A 177ª festa de São Sebastião acontecerá até o dia 20 de janeiro e, a cada noite, terá um padre convidado para presidir a santa missa.

Vinícius Braga Timbó/PASCOM

Um menino de cinco anos morreu nesta sexta-feira (10) ao cair de uma janela do quinto andar de um prédio em Guarujá, no litoral paulista. Ele foi socorrido e encaminhado para o Hospital Santo Amaro, mas não resistiu aos ferimentos e teve morte confirmada no fim da tarde.

A polícia investiga o caso. Artur Loyola Bydlowski, filho do jornalista Mendel Bydlowski, da ESPN Brasil,  chegou ao hospital já em parada cardiorrespiratória. Os médicos tentaram manobra de ressuscitação, mas não obtiveram sucesso.

A queda ocorreu por volta das 16h40 em um prédio localizado na Avenida Marechal Deodoro da Fonseca, 1.240, esquina com a Rua Rio de Janeiro, no bairro Pitangueiras, um dos mais conhecidos da cidade.

No local, estiveram ainda a Polícia Militar, Bombeiros, Defesa Civil e a Guarda Civil Municipal.

Na zona sul de São Paulo, uma menina de quatro anos morreu ao cair do 20º andar no Jardim Consórcio, em 2016. Ela estava sozinha no momento que a mãe, a única pessoa na casa, desceu para o térreo. Ela caiu de uma janela do banheiro, ao subir no vaso sanitário e depois na pia.

No ano anterior, em Taboão da Serra, a vítima foi um menino de cinco anos que morreu após cair no 26º andar do prédio onde morava, também por cair da janela do banheiro.

FolhaPress


Baterista e letrista do Rush , uma das maiores bandas de rock da história, o canadense Neil Peart morreu na terça-feira, em Santa Monica, na Califórnia, aos 67 anos. A causa foi um câncer no cérebro, conhecido como glioblastoma, contra o qual ele vinha lutando há três anos, de acordo com Elliott Mintz, porta-voz da família Peart. Um representante do Rush confirmou a notícia do falecimento na tarde desta sexta-feira, e a banda soltou um comunicado oficial em suas redes sociais.

"Pedimos para que amigos, fãs e a imprensa respeitem a necessidade da família por privacidade e paz nesse momento extremamente doloroso e difícil. Aqueles que gostariam de expressar as suas condolências podem escolher um grupo de pesquisa sobre o câncer ou uma instituição de caridade para fazer uma doação em nome de Neil", pediu o Rush na nota.

Considerado um dos melhores bateristas da história do rock, com um estilo exuberante e técnico (que inspirou entre o público a prática do air drumming , de imitação do seu jeito de tocar), ele se juntou ao cantor e baixista Geddy Lee e ao guitarrista Alex Lifeson no Rush em 1974. Suas letras inspiradas em ficção científica, magia e filosofia ajudaram a tornar o trio uma das principais bandas da era clássica do rock, sempre com sentimentos individualistas e libertários que criaram canções inesquecíveis como "Tom Sawyer" e "Freewill".

Autodidata e compositor de mão cheia, Peart era também um escritor — ele lançou livros sobre suas viagens e suas memórias.

Em mais de 45 anos de carreira, o Rush fez turnês por arenas e estádios, e emplacou mais de uma dúzia de álbuns de platina.

Na vida pessoal, Peart enfrentou uma série de infortúnios. Em 1997, sua filha Selena, então com 19 anos, morreu num acidente de carro enquanto dirigia para a faculdade, em Toronto. Apenas cinco meses depois, a mãe de Selena — Jackie, companheira de Peart por 23 anos — foi diagnosticada com câncer terminal, sucumbindo rapidamente.

Desolado, o música avisou aos companheiros de banda que deveriam considerá-lo aposentado, e embarcou numa viagem de motocicleta solitária pelos Estados Unidos. Ele se casou novamente em 2000, e retornou ao Rush em 2001.

Com a banda, Neil Peart fez um lendário show do Maracanã, em 2002. A banda fez a sua última turnê em 2015 e três anos depois anunciou seu afastamento dos palcos para que o baterista pudesse passar mais tempo com a família.

Peart deixa a mulher, Carrie, e a filha Olivia.

Artistas prestam homenagem
A morte de Peart comoveu fãs, colegas e amigos nas redes sociais ao longo desta sexta-feira. A lenda Brian Wilson, dos Beach Boys, escreveu: "Acabei de saber da morte de Neil Peart. Me sinto realmente mal com isso. Ele era muito novo. Neil era um dos melhores bateristas de todas e deixará saudades. Amor e solidariedade para sua família".

Chuck D, do Public Enemy, relembrou a noite que passou com o baterista quando as duas bandas entraram para o Hall da Fama do Rock. "Era o final de uma noite doida no Hall da Fama em 2013 quando, quando Rush e Public Enemy foram incluídas. Estávamos apenas eu e Neil Peart conversando e rindo baixo aliviados numa pequena mesa nos bastidores, compartilhando um momento único sem muitas palavras. Descanse em beats, meu amigo", publicou o rapper.

O Globo

A Bica do Ipu, um dos principais atrativos turísticos da região Norte do Ceará, voltou a jorrar na quarta-feira (9), após as chuvas registradas no município desde o início do mês de janeiro. Quando o Riacho Ipuçaba ganha volume, ele despenca da Serra da Ibiapaba, formando o famoso 'Véu de Noiva', com uma queda d'água de 130 metros de altura.

No período chuvoso - que tende a se estender até maio - o local passa a ser o principal ponto de visitação do município cujo nome, em Tupi, língua indígena, significa 'água que cai do alto'.

Com previsão de aumento no número de visitantes no local, a gestão da unidade de conservação da Área de Proteção Ambiental da Bica do Ipu orientou que os visitantes devem colaborar para manter a beleza do lugar, descartando adequadamente resíduos sólidos, como embalagens de água, refrigerantes e restos de comidas, nas lixeiras disponíveis no trajeto de acesso aos turistas.

Volume pluviométrico
De acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), nos nove primeiros dias de 2020, foi observado o acumulado de 26 milímetros de chuva na cidade de Ipu. A previsão para os próximos dias é de mais precipitações na região. Em todo o Ceará, a Funceme registrou total de 40,6 milímetros no mesmo período.

G1 CE

A contaminação de lotes de cerveja por uma substância tóxica usualmente empregada na produção de bebidas industriais pode ter causado a morte de uma pessoa e a internação de outras sete, em Minas Gerais, nos últimos dias.

Exames laboratoriais realizados pela Polícia Civil de Minas Gerais identificaram a presença da substância dietilenoglicol em amostras de ao menos dois lotes da cerveja Belorizontina, da Backer. As amostras dos lotes L1 1348 e L2 1348 foram recolhidas nas residências dos pacientes internados com insuficiência renal aguda e alterações neurológicas.

Segundo o superintendente de Polícia Técnico-Científica da Polícia Civil, Thales Bittencourt, o resultado das investigações é preliminar, não sendo possível, até o momento, afirmar como a substância contaminou as bebidas periciadas. “Só é possível afirmar que ela foi identificada em duas amostras”, disse Bittencourt, na tarde desta quinta-feira (9), em entrevista à imprensa.

Logo após a Polícia Civil ter revelado o resultado da perícia, a cervejaria Backer informou que vai recolher todos os vasilhames de Belorizontina dos lotes L1 1348 e L2 1348. A medida, segundo a empresa, é preventiva, pois o dietilenoglicol não faz parte do processo de produção de suas cervejas. A cervejaria não aponta nenhuma hipótese para explicar como, então, a substância teria contaminado os produtos periciados.

“A Cervejaria Backer continua à disposição das autoridades para auxiliar no que for necessário até a conclusão das investigações”, afirma a empresa, em nota.

Segundo a secretaria estadual de Saúde, o primeiro dos oito casos de síndrome nefroneural foi registrado pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde em 30 de dezembro, em Belo Horizonte. A segunda vítima foi internada em um hospital de Juiz de Fora. Nos dias seguintes, outras seis pessoas deram entrada em hospitais da região metropolitana da capital mineira, com insuficiência renal aguda e alterações neurológicas centrais e periféricas. Na terça-feira (7), um paciente internado em Juiz de Fora morreu em função de complicações no quadro.

Ainda de acordo com a secretaria de saúde, os pacientes apresentaram uma rápida deterioração do estado de saúde: em média, em dois dias e meio após o surgimento dos primeiros sintomas, as pessoas tiveram que ser internadas. Um nono caso foi descartado pelo fato de não apresentar os mesmos sintomas dos demais e por ter doença renal prévia.

Uma força-tarefa com técnicos das secretarias de Saúde de Belo Horizonte e de Minas Gerais e do Ministério da Saúde foi criada para acompanhar as investigações e as medidas necessárias à proteção da população.

Agência Brasil

Nesta quinta-feira (9) choveu em 115 municípios do Ceará. Em Fortaleza, foram registrados 62 milímetros e a previsão da Funceme é de mais chuva em todo o estado até o sábado (11).


Uma forte chuva fez surgir uma correnteza e chegou a arrastar um carro na tarde desta quinta-feira (9) em Viçosa do Ceará, norte do estado. A água invadiu calçadas e assustou os moradores da Rua José Siqueira, região central da cidade.

Imagens registradas por um morador mostram a correnteza forte cobrindo o asfalto. Um carro é arrastado e quase leva uma motocicleta. Populares são vistos tentando impedir que o carro desça a rua. O automóvel só parou ao colidir com outro que estava estacionado logo atrás.

Segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), choveu em todas as regiões do Ceará.

Dos 115 municípios atingidos pelas precipitações, Pedra Branca foi o que registrou o maior volume, com 172 mm. Em Fortaleza, a Funceme registrou 62 mm nas últimas 24 horas. Outros municípios que tiveram bons volumes foram Mombaça (166 mm), Tamboril (139 mm) e Itapipoca (107 mm).

Previsão para os próximos dias
O bom volume de chuva deve seguir pelos próximos dias. Conforme a Funceme, para hoje e amanhã, o prognóstico é de chuva em todas as regiões do estado.

Para sábado, dia 11, o órgão prevê nebulosidade variável em todas as regiões com possibilidade de chuva na faixa litorânea, no Maciço de Baturité e na Ibiapaba. Nas demais áreas, chuva isolada.

G1 CE

Um homem de 27 anos foi preso nesta sexta-feira (10), acusado de praticar vários roubos em comércios e residências na zona rural de Catunda. Os crimes, que vinham sendo registrados nos últimos dias, seguia um mesmo modus operandi: dupla armada em uma moto Honda Broz, de cor preta e sem placa.

A Polícia recebeu informações de que, as armas utilizadas nos assaltos estariam em uma casa na localidade de Saco dos Veados. Ao chegar no local, foram recebidos pela mãe do criminoso, justificando que seu filho estaria para o roçado, enquanto ele tentava fugir pelos fundos, sendo logo detido. Questionada sobre onde localizava o outro comparsa, ela respondeu que morava na região, sendo prontamente interrompida por ele, mandando-a se calar.

A composição adentrou no imóvel e encontrou, dentro do seu quarto, seis munições .40, de uso restrito. O assaltante foi levado para a Delegacia de Polícia Civil, de Santa Quitéria, onde foi reconhecido por três vítimas e em seguida, feitos os procedimentos cabíveis.

A Voz de Santa Quitéria

A Polícia Civil deflagrou no começo da manhã desta sexta-feira (10), mais uma operação de combate ao crime no Ceará. Batizada de “Filho de Hipócrates” (o pai da Medicina), a ação tem como objetivo a prisão de falsos médicos que estavam atuando em unidades hospitalares de cidades da região do Maciço de Baturité. Os policiais cumprem quatro mandados de prisão e outros quatro de busca e apreensão expedidos pela Justiça.

A operação está sendo coordenada pelo Departamento de Polícia Judiciária do Interior Norte (DPJI Norte) e mobiliza equipes de 20 policiais (inspetores e delegados) que fazem diligências na Capital cearense e em mais três municípios cearenses: Paraipaba, Tabuleiro do Norte e Alto Santo.

As investigações sobre o caso vinham sendo realizadas em sigilo pela Delegacia Regional de Polícia Civil de Baturité (a 97Km de Fortaleza), após o recebimento de denúncias segundo as quais, falsos médicos estavam atuando em hospitais e clínicas públicas e particulares em cidades daquela região, colocando em sério risco a saúde de milhares de pessoas, pacientes que buscavam tratamento para doenças de várias naturezas.

Fernando Ribeiro