Um ônibus escolar tombou e caiu em um açude na manhã desta terça-feira (18/06), após descer uma área de declive no povoado Morada Nova, zona rural do município de São Miguel do Tapuio, no Norte do Piauí. As informações são do Diário do Norte.

Segundo informações, no momento do acidente cerca de cinco pessoas estavam no veiculo. O motorista agiu rapidamente e consegui resgatar quatro alunos que também estavam no ônibus.

Felizmente não houve feridos e os danos foram apenas materiais.

A secretaria de Educação do município ainda não se manifestou sobre o ocorrido. Ainda não se sabe as causas do acidente.


180 Graus


Com um gol histórico para Marta, agora a maior artilheira das Copas, com 17, a seleção brasileira se classificou nesta terça-feira às oitavas de final do Mundial da França. Em Valenciennes, a equipe derrotou a Itália por 1 a 0, assegurando o terceiro lugar do Grupo C, com seis pontos.

O Brasil, então, se classificou com um dos quatro melhores terceiros colocados das seis chaves do Mundial, mas ainda não conhece o seu adversário na próxima fase. Porém, será uma das equipes favoritas ao título: Alemanha, no sábado, ou França, no domingo.

Nesta terça-feira, a seleção conseguiu superar ausências importantes, de Formiga, que estava suspensa, e de Andressa Alves, que está machucada e não poderá mais atuar no restante da competição, para obter o seu segundo triunfo no Mundial.

Eleita seis vezes a melhor do mundo, Marta voltou a colocar o seu nome na história do futebol ao chegar aos 17 gols em Copas, superando o alemão Klose, que fez 16, como maior artilheira da história das competições. E esse importante gol de pênalti foi o segundo dela nesta edição do torneio, sendo que ambos foram de pênalti e ela ficou fora da estreia diante da Jamaica por estar lesionada.

O outro jogo do Grupo C do Mundial também teve seu peso histórico, com os quatro gols marcados por Kerr nos 4 a 1 da Austrália sobre a Jamaica. Com esses resultados, os três primeiros colocados ficaram com seis pontos, sendo que a Itália ficou na frente pelo saldo de gols, com 5, contra 3 de Austrália, a vice-líder, e Brasil, que marcou menos vezes - 8 a 6 - do que a equipe da Oceania.

O JOGO - A iniciativa de jogo do Brasil no começo do duelo foi infrutífero para a seleção, que cedeu contra-ataques para a Itália, que aproveitou os espaços na direita por Letícia Santos para quase abrir o placar aos quatro minutos, com Bonansea, que finalizou para a defesa de Bárbara.

O lance expôs a desorganização defensiva da seleção, mas a atuação no ataque não era tão ruim. E em jogadas quase seguidas, teve três chances após cruzamentos. No mais bonito, aos 16, Debinha quase marcou de letra, não fosse a defesa de Giuliani.

O problema era que o Brasil tinha dificuldades na criação, parando na forte marcação italiana e pouco acionando Cristiane. E ainda levava muitos sustos quando era atacada, com aos 23, em chute cruzado de Cernoia. E também aos 39, em contra-ataque que Bonansea parou na boa defesa de Bárbara.

O Brasil voltou bem melhor para o segundo tempo. Embora Marta tenha sido pouco participativa e a defesa tenha errado em algumas saídas de jogo, a seleção dominou a etapa final diante de um adversário que mal conseguia atacar. Assim, quase abriu o placar aos seis minutos, com Andressinha, que acertou o travessão em cobrança de falta. Logo depois, aos dez, em nova jogada de bola parada, Kathellen quase marcou em cabeceio.

A pressão, aos poucos, parecia arrefecer, embora o Brasil continuasse tendo uma atuação segura. A saída de Cristiane parecia diminuir o poder de fogo da seleção, mas o contrário aconteceu, tanto que a sua substituta, Bia Zaneratto quase marcou de calcanhar em sua primeira participação, aos 19 minutos.

E o gol sairia aos 28, após jogada individual de Debinha, que arrancou até a área, onde a arbitragem entendeu que ela foi derrubada por Linari. Pênalti que foi convertido por Marta. Assim, ela chegou aos 17 gols na história das Copas, se tornando a maior artilharia da história do torneio.

Só depois do gol de Marta que a Itália buscou o ataque na etapa final. Mas não chegou a ameaçar a meta defendida por Bárbara, a não ser por um chute prensado no lance final. Assim, a seleção brasileira conseguiu assegurar sua segunda vitória no Mundial e avançou às oitavas de final com uma marca histórica da sua craque.

Estadão Conteúdo


Um suposto OVNI teria se acidentado no Polo Sul, onde foi avistado pelo especialista ao analisar imagens do Google Maps,.

O deserto gelado, onde as temperaturas podem chegar a -90 °C, abriga aproximadamente 1.000 cientistas e muitos pinguins, segundo o tabloide britânico Express.

Scott Waring, teórico da conspiração, acredita ter encontrado algo diferente na região gelada, que seria a área onde um OVNI se teria acidentado.



Em uma tentativa para explicar sua teoria, Waring publicou em seu blog um vídeo, onde explica detalhadamente através do Google Maps a suposta localização da nave espacial extraterrestre.

"Parte da asa do OVNI está dobrada e a sua área côncava está amassada", afirma Waring.

A estranha descoberta teria sido vista perto da costa em uma pequena ilha ao norte do continente. Além disso, Waring acredita que o OVNI é constituído de material rochoso e metálico como o que se encontra em Marte.

O teórico afirma que a nave teria 96 metros de comprimento, deixou um rastro de 448 metros e poderia ter caído naquela ilha porque a "inteligência artificial" estaria controlando a nave, ou talvez tenha sido algo antigo que caiu por não ser tripulado.

Anteriormente, Waring afirmou que havia um OVNI em forma de torta ou uma "base extraterrestre" em Marte, entretanto, alguém desmascarou sua teoria, mostrando que isso não era nada para além de uma rocha.

Sputnik News


Neste mês de junho está previsto que vários asteroides passarão próximos da Terra, alertam os rastreadores da NASA.

Na realidade, o número de aproximações permanece o mesmo, o que mudou foi a melhoria no método de detecção de asteroides pela agência espacial norte-americana, que anunciou uma sucessão de rochas espaciais que passarão perto da Terra durante as próximas duas semanas.

O Centro para Estudos de Objetos Próximo à Terra (NEO), da NASA, calculou a trajetória de todos os asteroides classificados como corpos próximos ao nosso planeta para o ano de 2200, escreve o tabloide britânico Express.

Nesta sexta-feira (14), será um dia "astronomicamente cheio" de passagens de asteroides, que verá três desses astros nas proximidades do nosso planeta.

Somente neste mês de junho, um total de 12 asteroides "deslizarão" pelo Planeta Azul, todos categorizados como encontros "próximos", tais como: 2019 LL1, 2013 YA14, 2019 KJ, 2019 LU, 2019 LR, 2019 LC1, 2019 LB2, 2019 LM1, 2010 NY65, 2008 KV2, 2016 NN15 e 2019 LV1.

Provavelmente, o encontro mais emocionante ocorrerá quando o asteroide com 350 metros de diâmetro, chamado KV2 2008, virá a 41 mil km/h na direção da Terra no dia 27 de junho.

Estima-se que ele seja capaz de criar uma cratera de 660 m de profundidade e causar um terremoto de magnitude 7.

Meteoritos que caíram na Terra podem estar ligados a um dos maiores asteroides conhecidos

De fato, ele passará a 6,8 milhões de km de nós – uma distância astronomicamente muito curta quando considerado o tamanho infinito do Universo e do nosso Sistema Solar.

Se a trajetória de um asteroide não o leva além do Cinturão de Asteroides, entre Júpiter e Marte, a NASA o classifica como um NEO.

"À medida que orbitam o Sol, os Objetos Próximos à Terra podem ocasionalmente se aproximar da Terra […] Note que uma passagem 'próxima' astronomicamente pode ser muito distante em termos humanos: milhões ou mesmo dezenas de milhões de quilômetros", explica a NASA.

Sputnik News



O cantor de forró Batista Lima, ex-vocalista da banda Limão com Mel, sofreu um acidente de carro nesta segunda-feira (17), durante ida para Caruaru (PE). “Um susto e um livramento de Deus”, definiu o cantor em vídeo. Quem dirigia o veículo durante o ocorrido era a esposa do forrozeiro.

Duante tráfego de Salgueiro para Caruaru, pela BR-232, com chuvas, um motorista que estava na frente do carro do cantor com a esposa fez uma ultrapassagem de forma brusca e retornou para a via onde trafegava o carro Batista.
 

O veículo acabou batendo na lateral do carro de Batista Lima e o carro desceu uma ribanceira. “O carro voo. Descemos o meio fio. Não tinha árvores, só galhos”, detalha o cantor.

Batista conta ainda que os airbags do veículo foram acionados. Braços doloridos e alguns arranhões ficaram no corpo do cantor. Ele chegou a ser atendido na cidade de Custódia (PE). Apesar do susto, o casal está bem.

Diário do Nordeste

Embora tenham sido presos por outras acusações, eles estão sendo investigados pelo possível envolvimento na morte; o pastor Anderson do Carmo foi morto com pelo menos 15 tiros na garagem da própria casa

A principal linha de investigação da Polícia Civil considera que os filhos agiram juntos e mataram Anderson do Carmo para defender a mãe, a deputada Flordelis, após descobrir um caso extraconjugal do pastor - Foto: Reprodução / Instagram
Dois dos 55 filhos da pastora evangélica e deputada federal Flordelis dos Santos (PSD) foram presos na segunda-feira (17), um dia após a morte do seu marido, o pastor Anderson do Carmo de Souza, assassinado com pelo menos 15 tiros na garagem da própria casa, em Pendotiba, bairro de Niterói, região metropolitana do Rio. Embora tenham sido presos por outras acusações, eles estão sendo investigados pela Polícia Civil por possível envolvimento na morte.

O primeiro detido foi Flávio dos Santos Rodrigues, de 38 anos, filho biológico de Flordelis e enteado de Souza. A prisão ocorreu durante o enterro do padrasto. Ele foi levado para a Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo, onde prestou depoimento e deve passar a noite na carceragem.

Desde 17 de abril, Flávio tinha um mandado de prisão preventiva em aberto por violência doméstica. Em janeiro, a Justiça determinou que se mantivesse a pelo menos 500 metros de distância da ex-mulher, além de respeitar outras medidas protetivas. Como desrespeitou as ordens impostas pelo juiz André Luiz Nicolitt, do 1º Juizado da Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher de São Gonçalo (região metropolitana do Rio), foi alvo da ordem de prisão cumprida nesta segunda-feira (17).

O outro filho do casal preso é Lucas, de 18 anos. Ele é um dos 51 filhos adotivos do casal e, antes de completar 18 anos, teria se envolvido com o tráfico. A ordem de prisão contra ele foi emitida por conta dessa suposta conduta. O rapaz foi detido na casa da família, em Niterói, e seria encaminhado para uma unidade do Departamento Geral de Ações Socioducativas, órgão estadual responsável pela execução de ordens judiciais contra crianças e adolescentes.

A principal linha de investigação da Polícia Civil considera que Flávio e Lucas agiram juntos e mataram Souza para defender a mãe após descobrir um caso extraconjugal de Souza. Outra hipótese, que foi levantada, mas perdeu força, é de uma briga familiar em razão de uma dívida.

Já a deputada Flordelis contestou a hipótese de que um de seus filhos tenha cometido o crime: "Isso é ridículo, acusar alguém sem provas", afirmou, durante o enterro de Souza. Ela acredita que o marido foi morto durante uma tentativa de assalto, em um latrocínio. "É nisso que eu acredito: que foi um assalto e ele morreu defendendo a família."

A advogada Luciene Diniz Suzuki, que atende a família de Flordelis, afirmou ao jornal O Globo que a ex-mulher de Flávio vai informar à Justiça que não deseja mais as medidas protetivas. Segundo Luciene, ela foi ao enterro e esteve com o ex-marido antes de ele ser preso.

Nesta segunda, o governador Wilson Witzel (PSC) afirmou que esteve com o secretário de Polícia Civil na noite de domingo (16) após a notícia do assassinato do pastor, e a principal linha de investigação do crime era de que um dos filhos do casal ordenou a execução. "A morte nos causa muita perplexidade", disse.

"Ontem (domingo) estive com o secretário de Polícia Civil e ele me disse que há a suspeita de que um dos filhos adotados, não sei se formalmente ou informalmente, teria praticado o crime. Agora está nessa linha de investigação. Entendemos que é um fato lamentável e esperamos que tudo seja rapidamente esclarecido. Vamos acompanhar a investigação", afirmou Witzel durante um evento na escola estadual Paulo de Frontin, na Praça da Bandeira (região central do Rio).

Souza e Flordelis voltavam de uma confraternização e teriam sido seguidos até a casa deles. Segundo a deputada contou à polícia, depois que chegaram em casa, o marido voltou à garagem porque teria esquecido algo dentro do carro. Nesse momento, a família ouviu o som dos disparos e desceu correndo. Souza chegou a ser levado ao Hospital Niteroi D’Or, onde morreu. Os atiradores fugiram sem levar nada.

Testemunhas disseram que três homens encapuzados fizeram disparos. O cachorro da família teria sido dopado para não alertar sobre a presença de desconhecidos. Imagens de câmeras de segurança da rua onde fica a casa do casal foram requisitadas e estão sendo analisadas pela polícia. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo.

Estadão Conteúdo


Dois criminosos armados renderam o vigilante e assaltaram a agência dos Correios em Assunção do Piauí, Norte do estado. A ação aconteceu por volta das 9h desta terça-feira (18) e os suspeitos fugiram levando dinheiro.

"Os bandidos chegaram de moto e logo após tomar a arma e o colete do vigilante, eles anunciaram o assalto. Os criminosos roubaram outra motocicleta e fugiram em direção ao Ceará", informou o major Etevaldo Alves, comandante do 15º Batalhão Polícia Militar, em Campo Maior.

A polícia não soube informar a quantidade de dinheiro roubado pelos assaltantes. Equipes da Polícia Militar de Assunção, São Miguel do Tapuio e Castelo do Piauí auxiliam nas buscas pelos suspeitos.

G1 PI


"A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta terça-feira (18) a Operação Chabu para desarticular uma organização que violava sigilo de operações policiais em Santa Catarina. O grupo contava com uma rede de políticos, empresários e agentes da PF e da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Além de vazar informações, o grupo contrabandeava equipamentos de contra inteligência."

Agentes cumprem 30 mandados, sendo 23 de busca e apreensão e sete de prisão temporária, expedidos pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4). Os crimes foram descobertos a partir da análise dos materiais apreendidos durante a Operação Eclipse, deflagrada em agosto de 2018. Entre os presos está o prefeito de Florianópois, Gean Loureiro (MDB).

A PF identificou que a organização criminosa teria formado uma rede de políticos, empresários e servidores da própria corporação e também da PRF lotados em órgão de inteligência e investigação.
Segundo a PF, o grupo "embaraçava investigações policiais em curso e protegia o núcleo político em troca de vantagens financeiras e políticas".

A investigação apurou ainda que a quadrilha vazava sistematicamente informações sobre operações policiais que ainda seriam deflagradas e também contrabandeava equipamentos de contra inteligência para montar "salas seguras", à prova de monitoramento, em órgãos públicos e empresas.

A PF investiga associação criminosa, corrupção passiva, violação de sigilo funcional, tráfico de influência, corrupção ativa e tentativa de interferir em investigação penal que envolva organização criminosa.

Por que o nome é Chabu
A Polícia Federal ressaltou que o nome da operação, "Chabu", significa "dar problema, dar errado, falha no sistema". "O termo é utilizado em festas juninas quando falham fogos de artifício e era empregado por alguns dos investigados para avisar da existência de operações policiais que viriam a acontecer", destacou a PF.

Estadão Conteúdo



Uma criança do sexo masculino de 5 anos de idade, foi atropelada por um carro na noite deste domingo (16/06), por volta dás 19h, na avenida José Carvalho de Aragão. O garoto foi transferido para a cidade de Sobral.

O garoto, reside na rua João Beça, bairro Alto dos 14, e estava numa Igreja Evangélica, na saída quando ninguém esperava, a criança atravessou correndo e foi colhida por um automóvel. O condutor do veículo atropelador também foi surpreendido com a ação abrupta da criança, prestou o socorro a vítima, a assistência naquele momento, a mesma teve que ser transferida para Sobral, em decorrência de uma forte pancada na cabeça.

O garoto se encontra em Sobral acompanhado de sua mãe; a senhora Amanda, em situação estável, está fora de perigo e a qualquer momento será liberado pelos médicos.

A nossa reportagem esteve na manhã desta segunda-feira (17/06) no endereço da criança, e entrevistou familiares da mesma; tias e um primo de 6 anos de idade que testemunhou o sinistro.

Repórter Francisco José


A Polícia Civil apreendeu armas, munições, explosivos, pólvora e chumbo que estavam dentro de quatro depósitos de fogos de artifícios na cidade de Graça, Região Norte do Ceará. O dono dos comércios foi preso e, de acordo com os agentes, o material era vendido para facções e utilizado em assaltos a bancos. A ação aconteceu na manhã desta terça-feira (18). Foram apreendidos com o suspeito mais de 500 quilos de chumbo, centenas de caixas com fogos de artifício e munições prontas para armas calibre 12, 20 e 36.

As armas e explosivos foram levados para a Delegacia Regional de Sobral. De acordo com a Polícia Civil, o dono dos depósitos preso foi identificado como Júlio Ferreira Gomes.

Todos os explosivos estavam armazenados de forma ilegal. A maioria, em caixas de fogos de artificio.


Agentes da Delegacia Municipal de Pacujá, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa e de outras delegacias especializadas participaram da ação.

Diário do Nordeste


Um urso polar faminto foi localizado nas proximidades da cidade industrial de Norilsk, no Ártico Russo, quando procurava alimentos no lixo, a mais de 800 km de seu habitat tradicional, anunciaram as autoridades locais.

As imagens do animal, visivelmente esgotado, circularam pelas redes sociais russas. O urso foi observado pela primeira vez no domingo à noite na zona industrial de Talmaj, nordeste de Norilsk, informou Alexander Korobkin, secretário local do Meio Ambiente.

"Ainda caminha nos arredores de uma fábrica, sob o controle da polícia e dos serviços de emergência, que garantem sua segurança e a dos moradores", disse Korobkin.

Uma equipe de especialistas deve chegar nas próximas horas à cidade, no extremo do círculo polar ártico, para examinar o animal e decidir sobre seu futuro.

As incursões de ursos polares em busca de comida são cada vez mais frequentes na região norte da Rússia, à medida que seu habitat e sua alimentação se deterioram em consequência da mudança climática e do degelo.

Mas é incomum que um urso polar alcance Norilsk, a centenas de quilômetros do banco de gelo. Na Rússia os ursos polares são considerados uma espécie em risco de extinção e sua caça é proibida.

Em fevereiro, os moradores do arquipélago ártico de Nova Zembla registraram uma invasão de dezenas de ursos polares agressivos que procuravam comida.

As autoridades declararam estado de emergência, mas os ursos só abandonaram a região 10 dias mais tarde.

AFP



Passageiro que estava sobrevoando em um avião a zona secreta conhecida como Área 51 afirma ter filmado várias luzes brilhantes.

De acordo com relatos oficiais, a base é um lugar onde aeronaves experimentais e sistemas de armamento do Projeto Negro são testadas, no entanto, os conspiracionistas sempre acreditaram que a Área 51 é um lugar de experimentação de tecnologia alienígena.

As imagens foram alegadamente captadas de um avião que estava sobrevoando a uma altura de 12 mil metros um terreno aparentemente desértico. No vídeo aparecem também quatro objetos alinhados emitindo luzes brancas.



O autor do vídeo alega que as luzes estavam vindo de uma base escondida.

De acordo com o conhecido conspiracionista Blake Cousins, ele já viu muitas coisas parecidas, mas vídeos desta qualidade ainda não, informa o tabloide britânico Daily Star.

Brother Brett rejeita que se trate de um reflexo, sendo que é "evidente" que as luzes não provêm de dentro da cabine do avião.

"O que nós estamos vendo é algo inexplicado", adicionou ele.

A base ultrassecreta da Força Aérea dos EUA que se localiza no deserto de Mojave, no estado norte-americano de Nevada, tem estado envolta em mistério durante muitos anos.

Sputnik News


Uma chuva de meteoros está rumo à Terra, e isso pode ter consequências catastróficas para o nosso planeta e seus habitantes, revelaram cientistas.

Trata-se do Enxame Beta Tauridas, que acontece anualmente entre 5 de junho e 18 de julho, quando a Terra passa por um amplo fluxo de destroços deixados pelo cometa Encke.

Esse fenômeno não é tão conhecido como outras chuvas de meteoros, porque chega ao seu auge depois do amanhecer, fazendo com que as "estrelas cadentes" sejam mais difíceis de serem observadas.

No entanto, astrônomos acreditam que esta chuva de destroços possa conter grandes rochas espaciais e seja capaz de representar ameaça significativa à vida na Terra.

Alguns cientistas pensam que uma destas rochas espaciais poderia ter sido a causa de um dos impactos mais destruidores nos últimos tempos.



Trata-se do assim chamado Evento de Tunguska – queda de um corpo celeste que aconteceu na região da Sibéria em 30 de junho de 1908. O impacto provocou uma grande explosão, devastando uma área maior do que a cidade de Londres, e derrubando 80 milhões de árvores. Na sequência do impacto, a onda de choque arremessou pessoas a 64 quilômetros.

Acredita-se que este tipo de acontecimento acontece uma vez a cada 1.000 anos, mas alguns cientistas não excluem que tais fenômenos demorem menos para acontecer.

A Terra irá se aproximar a uma distância de 30 milhões de quilômetros do centro da chuva de meteoros Beta Tauridas em 28 de junho, sendo este o encontro mais próximo desde 1975.

Pesquisadores da Universidade do Novo México e da Universidade do Ontário Ocidental advertem que um encontro catastrófico parecido poderá acontecer, escreve The Mirror

"Se o objeto de Tunguska [que caiu na Sibéria] tiver sido um membro do Enxame Beta Tauridas, então a última semana de junho de 2019 poderá ser a próxima ocasião com uma grande probabilidade de colisões parecidas com a de Tunguska", apontam cientistas em um artigo publicado recentemente.

Entretanto, pesquisadores da Universidade do Ontário Ocidental afirmam que a proximidade com que a chuva de meteoros passará pela Terra nos dá uma oportunidade única de investigar os potenciais riscos.

Sputnik News


Vênus poderia ter hospedado formas de vida no passado, indica nova descoberta da NASA, mostrando que o planeta já foi semelhante à Terra, afirma Brian Cox.

Por inúmeras vezes, Vênus foi referido como o "planeta irmão" da Terra, devido a tamanho, massa e composição semelhantes ao do nosso planeta. Entretanto, a pressão atmosférica do planeta é 92 vezes maior do que a da Terra, segundo o tabloide britânico Express.

Além disso, ele é o planeta mais quente do Sistema Solar, com uma temperatura média de 500 °C, embora Mercúrio esteja mais próximo do Sol.

"As temperaturas da superfície em Vênus são mais quentes do que as de Mercúrio", afirmou Brian Cox em uma nova série da BBC, adicionando que "em alguns milhões de anos após formação, a superfície de Vênus esfriou e o planeta se encontrava a uma distância certa do Sol jovem para que Vênus experimentasse uma vista familiar para nós na Terra".

"Os céus se abriram e grandes torrentes inundaram a superfície, rios de água correram e Vênus passou a ser um mundo oceânico", destacou o pesquisador, que ainda disse que "a atmosfera do planeta permitiu que ele fosse sustentado pelos oceanos como um cobertor, mantendo a temperatura da superfície graças ao efeito estufa".

"À medida que o Sol envelhece, a estrela queima cada vez mais e mais quente [...], isso significa que no passado, quando o Sol era mais jovem, o planeta era mais frio e isso tem um grande impacto nos planetas", ressaltou.

Ele também revelou que Vênus possuía todas as propriedades necessárias para abrigar vida, pois o planeta era frio e húmido.

Sputnik News

Um médico foi preso, na manhã desta segunda-feira, por pornografia infantil. A prisão foi resultado da Operação “Curie”, deflagrada pela Polícia Federal para combater a exploração sexual de crianças e adolescentes. Homem já havia sido preso duas vezes em menos de um ano.

Fábio Lima Duarte, de 37 anos, é preso pela terceira vez em menos de um ano (foto: Polícia Civil/Divulgação)
O preso, Fábio Lima Duarte, tem 37 anos e reside na região da Pampulha, em Belo Horizonte. Além de guardar e compartilhar arquivos de pornografia infanto-juvenil por meio da internet, ele filmava exames médicos íntimos que realizava em suas pacientes.

Ele foi encaminhado para a penitenciária Nelson Hungria, onde permanece à disposição da Justiça. Se condenado, poderá cumprir até seis anos de reclusão e pagar multa.

A prisão cumpriu o mandado judicial de prisão preventiva, expedido pelo 35ª Vara da Justiça Federal de Belo Horizonte. De acordo com a Polícia Federal, as investigações prosseguem no sentido de verificar as redes de contato do preso.

Em nota, o Conselho Regional de Medicina do Estado de Minas Gerais (CRM/MG) informou que tomou conhecimento, pela imprensa, da prisão do médico no início do ano. E que, à época, iniciou os procedimentos regulamentares necessários à apuração dos fatos. O registro de CRM desse médico está suspenso por decisão judicial. O processo contra o médico corre no CRM/MG sob sigilo.

Preso outras vezes
Em Operação da Polícia Civil em outubro de 2018, foram constatadas 33 mil imagens compartilhadas em um ano. Na casa dele foram encontradas várias fotos do médico fazendo sexo com adolescente na sua própria casa. Ele teria confessado que usava câmera escondida durante exames de imagens nas pacientes sem que elas soubessem. A Polícia Civil ainda apurava em quais clínicas ele atendia e se houve estupro de vulnerável e importunação ao pudor. Ele recebeu liberdade provisória em 20 de dezembro.

Em fevereiro deste ano, ele foi preso novamente, acusado de estupro de vulnerável e violação sexual mediante fraude. Na casa de Fábio foram apreendidos 74 vídeos de mulheres e 31 de crianças e adolescentes e um, em inglês, que “supostamente ensina como abordar crianças e adolescentes para práticas sexuais”, segundo a delegada Renata Ribeiro Fagundes, da Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente. O material apreendido na operação registrava imagens do médico em atos sexuais com adolescentes.

Estado de Minas




O ex-presidente da Uefa Michel Platini foi detido nesta terça-feira (18) pela polícia francesa para um interrogatório sobre a escolha do Catar como sede da Copa do Mundo de 2022, disse uma fonte judicial à Reuters.

O advogado de Platini, William Bourdon, não estava imediatamente disponível para comentar o assunto. A detenção foi noticiada inicialmente pelo site investigativo francês Mediapart.

Ex-presidente da Uefa Michel Platini (Foto: Ruben Sprich / Reuters)
O braço especializado em investigar crimes econômicos e corrupção do Ministério Público francês lidera uma investigação sobre a concessão do torneio de 2022 para o emirado do Golfo desde 2016. O órgão está investigando possíveis crimes, incluindo corrupção, conspiração e tráfico de influência.

Tomada em dezembro de 2010, a decisão de sediar a Copa do Mundo no Catar surpreendeu o mundo, dada a falta de público local para os jogos, o clima extremamente quente no verão e o fraco desempenho do time nacional. O país será a primeiro emirado árabe a sediar a competição.

O jornal Le Monde informou que os promotores estavam particularmente interessados em um almoço oferecido pelo então presidente da França, Nicolas Sarkozy, nove dias antes do anúncio de que o Catar receberia o torneio. Platini e o primeiro-ministro do Catar na época, xeique Tamim Ben Hamad Al Thani, eram convidados do almoço.

Dois dos assessores de Sarkozy na época, Claude Gueant e Sophie Dion, também foram interrogados pela polícia nesta terça-feira, conforme confirmaram à Reuters as fontes judiciais. Dion permanece detida com Platini, enquanto Gueant foi libertado, disseram as fontes.

Reuters


O pesadelo de Jan Broberg começou quando ela tinha 12 anos. Acordou com os pés e mãos amarradas a uma cama, enquanto escutava uma gravação que lhe dava ordens diretas.

"Pensei que tinha sido sequestrada por extraterrestres", recorda. "Foi a coisa mais assustadora que já me aconteceu. Estava aterrorizada por essa voz e o que dizia essa voz", conta Jan em uma entrevista à BBC Radio 5 Live.

No início da década de 1970, Jan foi sequestrada na própria casa em Idaho, nos EUA, por um homem que abusou dela por anos e chantageou a família. A história de Jan virou documentário da Netflix - Abducted in Plain Sight -, que ganhou o título em português de Sequestrada à Luz do Dia.

Robert Berchtold era um amigo da família Broberg. Frequentava regularmente a igreja e era respeitado na comunidade. Tratava os Broberg com carinho e os fazia sentir especiais.

Quando Jan foi sequestrada, os pais não imaginavam que Berchtold fosse suspeito ou pudesse fazer algum mal a ela.
Cartaz do documentário Sequestrada à Luz do DiaImagem: Reprodução
Drogada e amarrada
Ela conta que os pais chamaram a polícia no dia em que ela foi andar a cavalo mas não voltou para casa. "Mas não passou pela cabeça deles que se tratava de um sequestro ou um desaparecimento. Acreditavam que poderia ter havido um acidente", diz.

Mas, na verdade, Jan tinha sido sequestrada. Foi drogada e levada para quilômetros de distância, no deserto mexicano. Jan acordou no motorhome de Berchtold. As gravações que escutou ao abrir os olhos diziam que os extraterrestres haviam tomado conta de tudo. Ela acreditou.

"A mensagem dizia: 'vá até a frente do motorhome e conhecerá seu companheiro'." "Nas fitas, me chamavam o tempo todo de 'a companheira'. Me levanto e quem está deitado no pequeno sofá? Robert Berchtold."

Berchtold usou essa história para controlar Jan durante quatro anos. "Literalmente fiz tudo o que (os extraterrestres) me disseram para fazer, porque ameaçaram levar minha irmã caçula se não cumprisse a missão", recorda.

Jan e Berchtold foram localizados pelo FBI, a polícia federal americana, cinco semanas depois de terem sumido. Jan estava assustada demais para contar o que os extraterrestres estavam falando para ela e também para revelar os abusos aos quais era submetida.

"Meu pai nunca deixou que Berchtold voltasse à nossa casa", disse. "Sabia que tinha algo errado com ele. Mas (meu pai) não sabia que tinha abusado de mim, que me havia violado, porque não contei a ninguém."

Berchtold ficou preso alguns dias pelo sequestro de Jan.

Meses antes do sequestro, havia convencido tanto a mãe quanto o pai de Jan a ter relações sexuais com ele. Usou isso para chantageá-los e conseguir declarações de que deram autorização para levar Jan ao México.

Por isso, Berchtold voltou à vizinhança e continuou se encontrando e controlando Jan.

Os abusos e a história alienígena se transformaram em parte da vida da garota até o dia em que foi a um acampamento de verão, quando estava prestes a completar 16 anos.

Até então, sempre havia evitado se relacionar com outros meninos. "Basicamente era uma das muitas regras que tinha de seguir. Regras que os ETs me impuseram". "Não podia me relacionar com outros meninos senão minha família morreria."

Quando um menino a convidou para tomar um sorvete, ela entrou em pânico e ligou para casa. Todo mundo estava bem. "Foi o suficiente para começar a perceber o que estava acontecendo", afirma.

Nos meses seguintes, ela testou outras pequenas coisas, por exemplo, falar com outro menino na escola e aceitar um convite para uma festa.

"Se voltasse para casa e meu pai não estivesse morto, se minha irmã não tivesse sido sequestrada nem estivesse desaparecida, se minha outra irmã não estivesse cega e minha mãe e eu não tivéssemos evaporado, então (a ameaça) não era real", conta. "E foi isso que aconteceu."

Aos poucos, Jan se sentiu capaz de contar à família o que estava acontecendo. Revelou como um homem que a família pensou ser um grande amigo havia feito uma lavagem cerebral para estuprá-la por vários anos.

"Não pude falar de forma definitiva e explícita sobre o abuso sexual. Foi muito difícil para mim fazê-lo", conta.

Quando Jan conta sua história de anos de controle e abusos, parece difícil acreditar que seus pais não perceberam o que realmente estava acontecendo.

"Não acredito que tenham tido algum indício (de que algo estava errado). Quero dizer, literalmente, que não era possível porque (Berchtold) realmente tinha uma relação próxima com a família."

Curando feridas
Durante a década seguinte, Jan revelou o que realmente aconteceu. Buscou ajuda e reconstruiu a vida. Berchtold desapareceu. Quase três décadas depois, voltou a assediar Jan, aparecendo em eventos em que ela estava.

Ela registrou queixa contra Berchtold e enfrentou o homem que abusou dela no tribunal. Mas ele ficou apenas 15 dias preso por ter abusado dela e de outros jovens.

Jan segue pedindo para que as pessoas desmascarem pedófilos. Ele quer que as pessoas confiem em seus instintos "e não desviem o olhar".

Ela diz esperar que, depois que as pessoas escutarem a história dela, outras vítimas se sintam capazes de "seguir adiante com a própria vida e de consertar as coisas que estão erradas".

BBC News



Uma ação realizada, nesta segunda-feira (17), por policiais da Delegacia Regional de Tianguá da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), resultou na prisão de um suspeito de estuprar uma mulher de 18 anos, no Centro daquele município, cidade pertencente à Área Integrada de Segurança 14 (AIS 14). O crime aconteceu no último sábado (15) e além do abuso o homem ainda roubou valores do estabelecimento comercial onde a vítima trabalhava.

A prisão aconteceu a partir de investigações realizadas por equipes da Regional, iniciadas já no sábado, quando um homem entrou em uma loja, rendeu a funcionária e anunciou um assalto. Após roubar valores do estabelecimento, ele abusou sexualmente da vítima. A mulher conseguiu se desvencilhar do suspeito e correu, momento em que alertou populares. O infrator conseguiu deixar o local.

A mulher seguiu para a delegacia, onde registrou o caso, e em seguida foi encaminhada para a realização de exames médicos. Equipes da PCCE colheram imagens de câmeras instaladas na região e também de estabelecimentos próximos. Nesta segunda-feira, os policiais seguiram até a localidade chamada Sítio São José, zona rural de Tianguá, onde conseguiram prender Leonardo Barbosa da Silva (24).

O suspeito foi levado para a Delegacia Regional de Tianguá, onde foi constatado que ele já tinha passagem pela Polícia enquanto menor, por estupro, crime este cometido na zona rural de Coreaú. Leonardo Barbosa foi autuado por estupro e roubo.

PCCE