Na tarde desta quinta-feira (19/09), por volta dás 15h,  uma mulher foi interceptada pela Polícia Militar na CE-329, próximo ao Campo de Pouso da cidade de Ipu-CE, portando drogas ilícitas, quando viajava numa Topic de Sobral ao Ipu. 

Acusada: Francisca Alice Paiva, 36 anos, natural de Ipu, residente nas Barreiras; avenida José Carvalho de Aragão, bairro Alto da Boa Vista, desta cidade Ipu-CE. A referida passageira portava no banco da frente do transporte dentro de uma bolsa; 01 papelote de maconha, 06 papelotes de cocaína e um Smartphone preto. A mesma foi autuada no art. 33 da lei 11.343/06 ( tráfico) e art. 244-B do ECA (corrupção de menor), haja vista a mesma confessou que a balinha de maconha que com ela fora encontrada seria para o seu filho. Procedimento coordenado pelo delegado de Ipu Dr. Rômulo Melo.


A composição da VTR 7302 que atendeu a ocorrência, conduziu a acusada para à Delegacia de Polícia Civil de Ipu, onde a mesma foi autuada por tráfico de drogas e encaminhada ao sistema penitenciário, ficando a disposição da justiça. 

Acusada
Repórter Francisco José



Aos 13 anos de idade, Rafaela Andrade natural de Ipu/CE candidata pelo Ceará no concurso Continente Brasil Pré Teen, é a mais nova representante da beleza nacional, conquistou o título máximo de beleza feminina adolescente.

A ipuense venceu o concurso Continente Brasil Pré Teen, realizado em João Pessoa na Paraíba. A estudante passou três dias representando o Ceará para participar da competição, podendo agora concorrer em nível internacional.

Ela conquistou o primeiro lugar dentre candidatas de vários estados brasileiros na noite de glamour na PB.

(foto: Reprodução Instagram)





Achado arqueológico confirma relato da bíblia e impressiona Ateus. Recentemente, foi descoberta uma torre de vigia de aproximadamente 2700 anos, que teria sido construída durante o reinado do rei Ezequias. O achado bíblico, foi encontrado durante uma escavação realizada na parte sul de Israel, pela brigada de paraquedistas de Israel e alguns recrutas da unidade de comando. Entretanto, por motivos e segurança, o local exato da torre não pode ser divulgado.

Antigamente, era comum a construção de torres de vigia para ajudara manter a segurança dos reinos, pois dessa forma, os soldados poderiam emitir um alerta caso inimigos se aproximassem. Atualmente, algumas torres de vigia no mesmo estilo, ainda são utilizadas pelas forças de defesa locais.

construção possui dois andares e 5 x 3,5 metros e algumas pedras que compõem a torre chegam a pesar 8 toneladas.

“A localização estratégica da torre serviu como um mirante e um ponto de alerta contra o inimigo filisteu, cujas cidades eram Ashkelon “, aafirmaram Sa’ar Ganor e Valdik Lifshitz, em um comunicado. Ambos são diretores da escavação da Autoridade de Antiguidades de Israel.

“Nos dias do Primeiro Templo, o reino de Judá construiu uma série de torres e fortalezas como pontos de comunicação, alerta e sinalização, para transmitir mensagens e inteligência de campo”, disseram eles

Ezequias teve seu reinado em VIII aC, sendo o 12º rei de Judá. Assim que assumiu o trono, ele restaurou e reabriu os portões da cidade.

“Esta torre é um dos pontos de observação que conectam as grandes cidades da região, localizadas nos locais Beit Mirsim (Mirsham ), Tel Eton e Tel Laish”, acrescentaram eles.

“Nos tempos antigos, para transmitir mensagens, faróis de fumaça eram acesos durante o dia e faróis de fogo à noite. É provável que a torre de vigia agora descoberta seja uma das torres que levaram alguns dos faróis”, completaram.

“Em suas muralhas, ó Jerusalém, eu coloquei vigias; todo o dia e toda a noite eles nunca ficarão em silêncio. Você, que lembra o Senhor, não descansa.” Isaías 62: 6

O Buxixo Gospel


Às 10h04 desta quinta-feira, 19 de setembro, voltou a ocorrer o milagre da liquefação do sangue de São Januário, em Nápoles, no dia em que a Igreja celebra a festa deste santo italiano.

O Cardeal Crescenzio Sepe, Arcebispo de Nápoles, disse que a liquefação do sangue “é o sinal da bondade, benevolência, misericórdia e amor por nós, por Nápoles, pela Igreja. E é também um convite a ter muito próximo, como um parente ou amigo, o nosso protetor São Januário. Viva São Januário!”.

As palavras do Cardeal foram recebidas com grande júbilo e aplausos pelos fiéis na Catedral de Nápoles, onde foi celebrada Missa pela festa de São Januário.

Em sua homilia, informa ACI Stampa – agência em italiano do Grupo ACI –, o Cardeal lamentou que o crime organizado castigue a cidade, algo que ameaça o futuro de Nápoles. “A violência, essa fera má, é o primeiro grande obstáculo nesse caminho orientado para o bem comum”.

Após denunciar que este mal viola a liberdade das pessoas, o Arcebispo questionou: “Ainda existe a Nápoles do coração grande e sincero? A nós, cidadãos de Nápoles de hoje, é dado o dever de responder a esta pergunta com verdade, também com realismo, com honestidade e com coragem, sem nos deixar convencer por uma falsa nostalgia dos tempos passados”.

A denúncia do Cardeal se refere ao crime organizado principalmente da máfia conhecida como a Camorra, na região da Campânia, onde está Nápoles.

Em 2015, o Papa Francisco visitou o bairro da Scampia, uma área controlada pela máfia. Ali, o Santo Padre denunciou a corrupção e fez votos para que “o mal nunca tenha a última palavra”.

A liquefação do sangue de São Januário
A liquefação do sangue deste santo é um fenômeno inexplicável que acontece três vezes por ano: no sábado anterior ao primeiro domingo de maio, por ocasião do translado dos restos mortais do santo a Nápoles; no dia de sua festa litúrgica, 19 de setembro; e em 16 de dezembro, aniversário da intercessão de São Januário para evitar os efeitos da erupção do vulcão Vesúvio no ano 1631.

Em dezembro de 2016, o milagre não aconteceu, o que provocou certa preocupação entre os fiéis. Embora o fato de que não se liquefaça costuma ser interpretado como o anúncio de um desastre, isso nem sempre é certo.

De fato, o processo nem sempre acontece do mesmo modo: às vezes demora várias horas, ou mesmo dias, ao se liquefazer. Em outros momentos, como em 2018, o milagre acontece antes da celebração litúrgica e, em outros episódios, por motivos desconhecidos, o sangue não se liquefaz.

O próprio Papa Francisco foi testemunho do inexplicável fenômeno em março de 2015. Naquela ocasião, o sangue se liquefez diante do olhar do próprio Santo Padre fora das três datas indicadas. Por isso, tratou-se de um fato extraordinário, que também aconteceu em 1848 diante do Papa Pio IX.

O milagre não aconteceu durante as visitas de São João Paulo II, em 1979, nem de Bento XVI, em 2007.

O martírio de São Januário
São Januário, padroeiro de Nápoles, foi Bispo de Benevento. Durante a perseguição contra os cristãos, foi feito prisioneiro junto com seus companheiros e submetido a terríveis torturas. Certo dia, ele e seus amigos foram lançados aos leões, mas as feras apenas rugiram sem se aproximar.

Então, foram acusados de usar magia e condenados a morrer decapitados perto de Pozzuoli, onde também foram enterrados. Isso aconteceu por volta do ano 305.

As relíquias de São Januário foram transladadas a diferentes lugares até que finalmente chegaram a Nápoles em 1497.

ACI Digital


Dimensões e arranjos das madeiras são parecidos com a estrutura do Endeavour, navio do explorador James Cook que o levou à Oceania entre 1769 e 1771

O HMS Endeavour, navio com o qual o Capitão James Cook navegou de Plymouth, na Inglaterra, até a Nova Zelândia / Imagem: Archives New Zealand
Pesquisadores acreditam ter localizado o navio naufragado do célebre Capitão Cook, navegador que descobriu e mapeou a Nova Zelândia e reivindicou a Austrália para o Reino Unidos em 1770.

Segundo cientistas do Projeto Arqueológico Marinho Rhode Island (RIMAP, na sigla em inglês), do Museu Marítimo Nacional da Austrália e da Fundação Australian SilentWorld (SWF), o HMS Endeavour, navio de Cook, é uma das 13 embarcações naufragadas em Newport Harbor, no condado de Orange, Califórnia (EUA).

O navio foi usado para transportar tropas durante a Guerra da Independência dos Estados Unidos e afundou durante a Batalha de Rhode Island, em 1778.

Um comunicado da RIMAP afirmou que escavações feitas no local do naufrágio revelaram artefatos, fragmentos de madeira, pedaços de couro e outros tecidos, vidros, e cerâmicas, todos compatíveis com um navio do século 18.

Parte do navio naufragado que pesquisadores acreditam ser o Endeavour, do Capitão Cook / Foto: John Cassese / Projeto Arqueológico Marinho Rhode Island
A escavação também expôs uma pequena parte do navio naufragado, que mostrou que as dimensões e os arranjos das madeiras são parecidos com a estrutura do Endeavour.

“Apesar de parecer promissor, ainda não há uma evidência concreta de que esse é o Endeavour”, diz o comunicado da RIMAP. “Mas também não há nenhuma prova de que esse navio seja uma das outras embarcações que fazia parte da frota que afundou no porto de Newport, em 1778”, diz  documento.

Mais pesquisas serão feitas no local dos naufrágios, além de análises laboratoriais das amostras retiradas do suposto Endeavour, que talvez consigam comprovar a identidade do navio.

Revista Planeta

Moradores do bairro Manoel Honório, em Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira, que passavam em frente a uma agência bancária na noite da última segunda-feira (16), foram surpreendidos por uma cena inusitada. Um homem distribuía dinheiro para desconhecidos.

De acordo com a Polícia Militar, o rapaz, de 37 anos, havia discutido com a esposa, de 36, e, após entrar em surto, começou a sacar dinheiro da conta da família, no caixa eletrônico e distribuiu para quem passava pelo local.

Ele precisou ser contido após tentar arrancar cartões de crédito, à força, da mulher, e tentar pegar a arma de um militar.

O SAMU (Serviço Médico de Atendimento de Urgência) foi acionado e o homem foi encaminhado à ala psiquiátrica do Hospital de Pronto-Socorro Doutor Geraldo Mozart Teixeira (HPS).

Aos militares, a mulher informou que o marido passava por tratamento psiquiátrico há dois anos, mas teria deixado de fazer acompanhamento. Essa teria sido a primeira crise após a interrupção do tratamento.

BHAZ


Um homem foi morto com tiro na cabeça após tentativa de assalto na BR 222, entre a localidade de Alto Alegre e o município de São João da Fronteira-PI, nesta quinta-feira (19). De acordo com informações do site “Piripiri Repórter”, ele pegou carona no caminhão em Piripiri.

O homem, identificado como Daniel, anunciou o assalto e o motorista parou o caminhão, às margens da rodovia, correndo logo em seguida. O ajudante teve luta corporal com o assaltante, sendo baleado, porém conseguiu tomar a arma e atirar na cabeça do assaltante.

O ajudante, ferido, foi levado para o hospital de Tianguá. O motorista, Cristino Fernandes, foi para a delegacia de Piracuruca. O IML foi acionado. Equipes da Polícia Militar e Polícia Rodoviária Federal estiveram no local.

Segundo registro da PRF, o caminhão havia passado por Piripiri por volta das 9h30min, vindo do Maranhão e tinha como destino Tianguá.

 Piripiri Repórter



Um homem de 46 anos foi encontrado morto dentro de um riacho na manhã desta quinta (19), na localidade conhecida como “Sítio Erval”, na zona rural de Ibiapina.

A vítima identificada como Francisco das Chagas Alves da Silva, estava desaparecida há três dias. De acordo com informações da PM a causa morte pode ter sido apenas em razão do afogamento.

O local foi isolado até a chegada da equipe da Perícia Forense que removeu o corpo ao IML de Sobral.


Ibiapaba 24 horas



Uma mulher de 26 anos foi presa pelos policiais do CPRAIO durante operação de combate ao tráfico de drogas realizada na tarde da quarta-feira (18), em Tianguá.

Os PMs averiguavam denuncias de que uma mulher estaria comercializando drogas em uma moto no percurso compreendido entre os Sítios Lages e Tianguazinho.

Após patrulhamento no trecho mencionado nas denuncias, os PMs conseguiram localizar Gislene Alves dos Santos, a qual já possui antecedente criminal por tráfico de drogas.

De acordo com informação dos PMs, ao perceber a aproximação do policiamento a mulher tentou se livrar de uma quantidade de maconha. Ao ser questionada pelo restante da droga, ela levou os policiais a uma casa abandonada onde foi encontrado uma grande quantidade de maconha, crack, cocaína, balança de precisão e um revólver calibre 22.

O material foi apreendido e a mulher foi conduzida a Delegacia de Tianguá, sendo apresentada ao Delegado Fábio da Silva Pessoa, que realizou a autuação por crime de tráfico de drogas.
Reincidente

Gislene já havia sido autuada por tráfico de drogas no dia 02 de março de 2017, quando a policia encontrou maconha, crack e outros objetos de procedência duvidosa em dois imóveis localizados no bairro Tianguazinho. Na ocasião três homens também foram presos.


Ibiapaba 24 horas


Aos 31 anos e livre de traumas comuns a ex-astros mirins, ator se destaca em filme sobre serial killer

Haley Joel Osment no Festival de Sundance deste ano Foto: Daniel Boczarski / AFP
LONDRES - Por um breve período na virada do milênio, Haley Joel Osment foi inevitável. Sua especialidade era interpretar garotinhos sinceros e atormentados — o solitário que podia ver pessoas mortas em “O sexto sentido” , a criança ciborgue em “A.I. — Inteligência Artificial” ou o jovem determinado a mudar o mundo para melhor em “A corrente do bem” . Até que desapareceu. Não devido às pressões destrutivas da fama que foram a ruína de tantas estrelas infantis. Ele até bateu o carro uma vez, mas simplesmente pagou a multa sem reclamar.

— Às vezes há essa expectativa sombria — diz o ator, agora com 31 anos. — Mas há muito mais histórias de pessoas que tiveram experiências positivas trabalhando quando crianças do que esse clichê.

Osment também alcançou algo que até a ex-estrelinha mais talentosa consideraria complicada: ele foi capaz de desaparecer. No arrepiante docudrama sobre o serial killer Ted Bundy, “Extremely wicked, shockingly evil and vile” , seu personagem, Jerry, é um bondoso colega de trabalho da namorada de Bundy, Liz (Lily Collins). Apaixonado por ela, ele se preocupa com sua devoção a seu novo namorado sinistro.

É compreensível que Zac Efron tenha conquistado a maior parte da atenção por sua atuação ambivalente como Bundy. Mas o filme também é um marco para Osment. Nos dez anos desde que voltou a atuar, após um intervalo voluntário, ele ficou marcado por personagens muito maus ou esquisitos. Ele brilha nesses papéis, mas também é bom vê-lo fazer o oposto novamente.

— Muitos atores dirão que o mais divertido é driblar expectativas, e interpretar o vilão às vezes pode ser mais interessante do que interpretar alguém certinho — diz o ator. — Mas funciona nos dois sentidos. Depois de fazer uma série de vilões, é bom mudar a rotina e interpretar alguém do lado bom. E é um pouco menos exigente.

‘Ator infantil sério’
Osment é um dos três ex-astros infantis que protagonizam “Extremely wicked”. Collins fazia filhas adolescentes atrevidas e Efron é um fugitivo da fábrica Disney. Mas, diferentemente dos outros, Osment era um “ator infantil sério”, nos moldes da jovem Jodie Foster. Raramente atuava ao lado de outras crianças, tendendo a compartilhar a tela com homens muito mais velhos: Michael Caine, Jude Law, Bruce Willis. Ele diz que isso facilitou muito sua existência fora da tela:

— Meus colegas de classe eram jovens demais para ver “O sexto sentido”.

A maneira como Osment descreve sua fama inicial parece quase feliz:

— A linha dos meus pais era: “Você pode sair e voltar para a escola a qualquer dia que quiser, quando isso deixar de ser divertido”. Havia muito pouca pressão e competição. Para mim, sempre foi uma aventura estranha.

Osment saiu do centro das atenções em 2003. O que se seguiu foi uma vida adolescente relativamente comum, com dinheiro entrando com o dublador da franquia de videogame “Kingdom hearts”.

— Lembro que estava fazendo uma peça na Filadélfia há alguns anos, e uma vez por semana alunos de uma escola vinham assistir a uma matinê e conversar comigo depois. A única pergunta que faziam era: “Quando ‘Kingdom Hearts 3’ será lançado?”.

O GLOBO



Houve uma época em que as justificativas para o não fornecimento de água aos ipuenses era em decorrência das constantes quebras nas tubulações e nas bombas de água, problemas na fiação elétrica, Açude Araras com baixa capacidade, além de outras. Isso tudo era compreensível e aceitável.

Contudo, em 2019 o cenário mudou com o bom inverno. O Araras está cheio e o encanamento dificilmente está quebrando, os motobombas estão a resistir a pressão hídrica, a fiação encontra-se boa. E por que falta tanta água nos lares e comércios ipuenses? Qual a verdadeira razão?

Se estão desviando água ou melhor furtando, por que não se denúncia? Qual o temor em denunciar as práticas criminosas?

É importante que a presidência da Autarquia Municipal SAAE busque solucionar esta crise que se formou em meio ao irregular abastecimento de água do município.

O grande líder indiano Mahatma Gandhi ensinou ao mundo os modos de agir em relação a prática da desobediência civil, desta feita, se a população ipuense passar três meses sem água em suas torneiras dará, com certeza, um jeito de a conseguir.

Agora, imaginem a população de Ipu passar três meses sem pagar a taxa de abastecimento, com base na desobediência civil de Gandhi, por conta da inoperante prestação de serviço do SAAE, que caos não geraria a referida autarquia municipal, e o pior, toda a responsabilidade em decorrência do não pagamento aos fornecedores e servidores do SAAE ficaria a cargo da presidência, e em caráter subsidiário, à Prefeitura Municipal de Ipu.

Gostaria de salientar que o Blog Expresso Ipu não está incentivando aos clientes do SAAE a praticarem a desobediência civil ao não pagamento, pelo contrário, estamos a fazer um alerta em relação ao fato e as prováveis consequências, caso continue a má prestação do serviço de abastecimento de água em Ipu. Ressalto que a insatisfação e o sentimento de revolta tomam conta dos munícipes.

Expresso Ipu

A Polícia Militar de Lagoa Santa, na Região Metropolitana de Minas Gerais, foi acionada à Santa Casa da cidade após uma menina de um..

Foto: Pixabay/Creative Commons
A Polícia Militar de Lagoa Santa, na Região Metropolitana de Minas Gerais, foi acionada à Santa Casa da cidade após uma menina de um ano e meio dar entrada no hospital com suspeita de estupro .

Segundo boletim médico, a menina chegou ao local com vermelhidão e sangramento na genitália e passou por procedimento que detectou o rompimento do hímen, indicando abuso sexual.

Leia também: Mãe, pai e tio de bebê são presos por suspeita de estupro e morte da menina

Em depoimento, a mãe da criança afirmou que só percebeu o problema quando foi trocar a fralda dela após voltar da casa da avó, frequentemente visitada por parentes e vizinhos. Segundo a mulher, a criança chorava muito.

A polícia investiga o caso, mas ainda não há pessoas apontadas como suspeitas de terem cometido o crime.

Fonte:  iG
192 agentes devem se apresentar à SAP, para trabalharem nos novos presídios de segurança máxima e outras unidades em Horizonte, Itaitinga e Tianguá, os quais devem ser inaugurados em outubro

Camilo Santana, governador do Ceara(Foto: Fabio Lima/Fabio Lima)
Mais 192 aprovados no concurso de agentes penitenciários devem ser convocados pelo Governo do Ceará para apresentação no dia 31 de outubro de 2019. O anúncio foi feito em vídeo, transmitido em redes sociais oficiais do governador Camilo Santana (PT), na noite desta quinta-feira, 19. É a última porção de aprovados a serem chamados. No total foram 1.600 novos agentes.

       

"Inaugurei 3 mil novas vagas nas unidades prisionais do Estado e, este ano, vamos inaugurar aproximadamente mais 2 mil novas vagas em novos presídios. Inclusive, o primeiro presídio de segurança máxima do Ceará. A perspectiva é entregar agora em outubro mais essa unidade para fortalecer o trabalho da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP)", comentou o governador, mencionando ainda a melhoria dos indicadores de segurança pública.

Após 1.440 agentes convocados, 192 devem se apresentar à SAP, para trabalharem nos novos presídios de segurança máxima e outras unidades em Horizonte, Itaitinga e Tianguá, os quais devem ser inaugurados em outubro.

Nos comentários da postagem no Facebook, espectadores também pediram a convocação de concursos da Secretaria da Educação e do Corpo de Bombeiros, por exemplo.


O POVO


Cerca de 62 quilos de uma substância análoga a cocaína foram apreendidos na tarde desta quarta-feira (18) durante uma operação conjunta entre a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Federal (PF) e Polícia Militar do Ceará (PM-CE) .

Conforme a PRF, o material estava dividido em 59 tabletes, escondidos em uma caminhonete que foi abordada quando trafegava na cidade de Acaraú. O condutor do veículo afirmou para os agentes que a droga tinha saído da cidade de São Luís (MA) com destino a Fortaleza.

Durante a ação, um outro automóvel foi abordado pela PM na cidade de Granja. O órgão não informou, entretanto, não informou mais detalhes.

Os motoristas, a droga e os veículos apreendidos foram encaminhados à sede da Polícia Federal em Fortaleza, de acordo com a PRF.

Diário do Nordeste


Uma mulher britânica terá causado a morte à filha de um ano de idade depois de lhe esfregar heroína nas gengivas, mais de uma dezena de vezes, para a ajudar a adormecer.

De acordo com o site Metro, que cita documentos judiciais, Kimberly Nelligan, de 33 anos de idade, esfregou resíduos da droga nas gengivas da bebé, pelo menos, 15 vezes. A menina acabou por morrer, em outubro do ano passado.

A criança, chamada Jordy, foi encontrada já sem vida pelos bombeiros, que foram chamados pela mãe. A suspeita, natural de Bangor, no Reino Unido, acabou por ser detida esta segunda-feira.

A autópsia feita à bebé determinou que esta tinha opióides sintéticos no sistema, concluindo-se que ingeriu drogas e que só poderia ter sido através da boca.

Nelligan confessou em tribunal ter consumido heroína uma vez por semana nos meses anteriores à morte da filha. O pai, por seu turno, confirmou às autoridades que viu a companheira esfregar a droga nas gengivas da bebé.

Alegadamente, a mulher confessou a uma pessoa não identificada que fez o mesmo com os outros filhos para os ajudar a adormecer.

Notícias ao Minuto


Um funcionário terceirizado teve um mal súbito e morreu, na tarde desta quinta-feira (19/9), no Palácio do Planalto. Por volta das 14h, Marco Aurélio Fagundes dos Anjos, 49 anos, carregava uma mesa de um dos anexos para o Planalto quando teve um mal-estar e desmaiou, batendo fortemente a cabeça no chão.

Segundo colegas, ele morava em Samambaia, era casado e tinha filhos. Ele trabalhava na empresa Apecê Serviços Gerais.

De acordo com a assessoria do Planalto, o socorro foi prestado imediatamente pela Coordenação de Saúde da Presidência da República, que fez os primeiros procedimentos na tentativa de reanimá-lo. Na sequência, ele foi atendido pela equipe do Samu, que registrou a morte. A família foi comunicada e não há, ainda, informações sobre sepultamento.

Foram empregados no atendimento três ambulâncias e um helicóptero do Corpo de Bombeiros. 

Correio Braziliense


Uma estudante de direito, de 22 anos, é suspeita de repassar informações da polícia e da Justiça para uma quadrilha envolvida em crimes como tráfico de drogas, homicídios, porte e posse ilegal de arma de fogo e receptação. A estudante foi presa durante uma operação da Polícia Civil contra o crime organizado que cumpriu 27 mandados de prisão e de busca e apreensão em Sobral, no Norte do Ceará, na manhã desta quinta.

Segundo a polícia, a mulher estagiou, no início de 2019, no Fórum de Sobral e aproveitou-se do estágio para repassar informações sigilosas do Sistema de Segurança e do Poder Judiciário para criminosos.

De acordo com o delegado Ricardo Magalhães, do Núcleo de Combate ao Tráfico de Drogas (NCTD) de Sobral, a acadêmica era investigada há cerca de cinco meses. O delegado explicou ainda que a mulher fotografava os policiais e enviava as fotos deles para o namorado, um traficante na região.

“A estudante se aproveitava do acesso que tinha aos procedimentos, devido à função que exercia como estagiária, e repassava informações aos criminosos”, revelou o delegado Magalhães.

Operação contou com atuação de mais 100 policiais em Sobral — Foto: Mateus Ferreira/TV Verdes Mares
Operação prende 13 pessoas
A operação prendeu 13 pessoas, sendo oito mulheres e cinco homens. A Polícia Civil cumpriu ainda três mandados de prisão na Penitenciária Industrial Regional de Sobral contra um homem de 34 anos conhecido como “Diaço”, que já responde por roubo com restrição de liberdade da vítima, ameaça, homicídio, furto, contravenção penal, porte ilegal de arma de fogo, receptação e roubo.

Foi preso ainda outro homem de 39 anos conhecido por "Fabinho" ou "Gago", que tem passagem na polícia por tráfico de drogas e tentativa de homicídio; além de um outro homem de 25 anos, o “Wilsinho”, que responde por homicídio.
Estagiária de Direito é suspeita de vazar informações da Justiça para traficantes — Foto: Reprodução
Apreensão de celulares em presídio
Contra todos eles, foram cumpridos mandados de prisão preventiva solicitados pela Polícia Civil junto ao Poder Judiciário de Sobral. Ainda durante a ação policial, diversos aparelhos celulares foram apreendidos. As investigações seguem no sentido de identificar e capturar outros envolvidos na organização criminosa.

Os trabalhos foram coordenados pelo Departamento de Polícia do Interior Norte (DPI Norte) e contou com o apoio de mais de 100 policiais civis das Delegacias Regionais de Acaraú, Itapipoca, Sobral e Tianguá, Delegacias Municipais de Bela Cruz, Coreaú, Cruz, Guaraciaba do Norte, Itapajé, Ipu, Itarema, Jijoca, Massapê, Pacujá, Santa Quitéria, Santana do Acaraú, São Benedito, Sobral, Ubajara, Varjota, Viçosa do Ceará e do DPI Norte.

Suspeita de vazar informações sigilosas é acadêmica de Direito e estagiou, no início de 2019, no Fórum de Sobral. — Foto: Polícia Civil do Ceará/Divulgação
G1 CE



Familiares da empresária Jamile de Oliveira Correia, morta depois de ser atingida por um tiro no próprio apartamento, em Fortaleza, alegam que estão recebendo ameaças nos últimos dias, desde que o caso passou a ser noticiado.

A morte foi tratada, a princípio, como suicídio, mas a polícia passou a cogitar a hipótese de feminicídio, cujo suspeito é o namorado de Jamile, o advogado Aldemir Pessoa Júnior. O caso teve início no dia 29 de agosto, em um condomínio de luxo, no Bairro Meireles, em Fortaleza. Imagens gravadas por câmeras de segurança mostraram o advogado agredindo a empresária dentro de um carro e, depois, carregando a mulher já baleada até o elevador do prédio.

Na noite desta quarta-feira (18), uma missa foi celebrada em memória de Jamile, no dia em que ela completaria 47 anos. Na ocasião, pessoas próximas à vítima contaram ao G1 que recebem mensagens de um homem ordenando que eles não falem sobre o assunto.

"São ligações estranhas. Eles dizem: ‘A família da Jamile vai pagar por isso’. A gente está abrindo o 'bocão', dizendo tudo que sabe. O que queremos é justiça", contou uma parente da empresária.

Outra familiar de Jamile destacou que uma das amigas tem sofrido intimidações diariamente e acredita saber quem faz as ameaças. "Não foi ele (Aldemir) diretamente quem ameaçou, foi um amigo dele que sempre está no nosso meio, se passando de amigo do marido falecido da Jamile", afirmou, citando o marido da empresária, que morreu há dois anos, em um acidente.

Ainda segundo a parente, o homem em questão chegou a dizer para a amiga da Jamile que Aldemir pretendia comparecer à missa sem que ninguém visse. "Ninguém aqui vai fazer nada contra ele, o que nós queremos é justiça. A polícia e Deus, primeiramente, podem fazer justiça", contou a entrevistada, cuja identidade não será revelada.

Com informações G1