Com autoridade, o Fortaleza é campeão cearense de 2019. Na decisão do Estadual de 2019, o Leão não deu chances para maior rival, venceu as duas partidas e levantou o 42º troféu da competição em sua história. Uma semana após abrir boa vantagem ao vencer o jogo de ida diante do Ceará por 2 a 0, o Tricolor levou a melhor e venceu também o Clássico-Rei deste domingo, 21, na Arena Castelão, por 1 a 0. O gol que selou a conquista tricolor, foi marcado por Roger Carvalho, aos 9 minutos da primeira etapa. Foi o 2° título do clube sob o comando do técnico Rogério Ceni, que já havia conquistado a Série B do Campeonato Brasileiro de 2018.

A partida começou quente, com os dois times impondo bastante velocidade em campo. Como era de se esperar, o Ceará adotou uma postura mais ofensiva no começo da partida, tomando a iniciativa de sair para o jogo. O que não estava nos planos do Alvinegro era que logo no começo do jogo a equipe veria o seu prejuízo no duelo ficar ainda maior. Aos 9 minutos, Edinho cobrou falta com categoria. A bola bateu na trave e sobrou livre no rebote para o zagueiro Roger Carvalho só completar de cabeça para as redes: 1x0 Leão.

O gol foi um balde de água fria nas pretensões alvinegras. Precisando de três gols para reverter a vantagem, o time de Lisca se viu obrigado a triplicar os esforços em campo. Apesar do esforço e do domínio da posse de bola, o Vovô não conseguia assustar. Para dar mais presença de área ao time, Lisca pôs Roger em campo. O centroavante até foi acionado na área, mas não falhava na tomada de decisões.


Na volta para o 2° tempo, o Ceará seguiu atacando, partindo para o abafa. E teve chances para colocar fogo no jogo. Samuel Xavier e Roger desperdiçam boas chances. E Felipe Alves, mais uma vez seguro, afastava pra longe as tentativas do Alvinegro em chutes de longe. Na reta final do jogo, a partida esfriou e a torcida tricolor começava a se inflar nas arquibancadas. A partir dos 37 do 2° tempo, já ouviam-se gritos de "É campeão!". Apesar da disposição do Alvinegro em seguir tentando, a tarde, mais uma vez, não era do Vovô. Ao fim do jogo, festa no gramado e nas arquibancadas. Após três anos, a hegemonia do futebol cearense está de volta ás mãos do Fortaleza.

O POVO Online

Yasmim Gabrielle, de 17 anos, que ficou conhecida no Programa Raul Gil, do SBT, morreu neste domingo (21/4). A notícia foi dada pelo filho do apresentador em uma mensagem no Instagram.

Yasmin Gabrielle tinha 17 anos – Foto: Reprodução/Facebook
Morreu, aos 17 anos, a adolescente Yasmim Gabrielle Amaral, que ficou conhecida nacionalmente há alguns anos por suas apresentações musicais no Programa Raul Gil, no SBT. Ela também participava do quadro Eu e as Crianças e teve inúmeros momentos divertidos com o apresentador - ela o chamava de 'vovô Raul'.

 

A informação da morte da ex-caloura mirim foi confirmada por familiares e amigos da jovem. Ainda segundo eles, ela tinha depressão. No Facebook, dezenas de pessoas próximas a Yasmim, deixaram suas homenagens. “Vocês sabem o que é depressão? Pra quem não sabe ou acha que sabe, é uma doença muito grave que atinge o autoestima, psicológico e o emocional das pessoas“, escreveu Luis Gabriel, amigo de Yasmim Gabrielle.


Outros amigos e fãs da jovem também lamentaram o ocorrido. "Não consigo acreditar que você se foi. Yasmim Gabrielle. Vou te guardar sempre no coração", disse uma internauta. Já outra escreveu: "Hoje Deus levou você pra perto dele. Descanse em Paz". 

A última aparição de Gabrielle na TV foi no ano de 2017, numa participação especial no programa de Raul Gil, onde ela relembrou suas performances.



Em 2015, ela também participou do programa e cantou uma música da banda Calypso.



Em 2012, Gabrielle perdeu a mãe, vítima de um câncer. Inclusive, Raul já foi até a casa da garota, onde conversou com a mãe, que na época estava doente. A jovem também relatou que havia perdido o irmão a pouco tempo.



Em sua conta do Instagram, o filho do apresentador do SBT, Raul Gil Junior, que é produtor musical, lamentou a morte da artista mirim: "Infelizmente nesta manhã perdemos nossa Yasmin Gabrielle. Depressão é uma doença que está acabando com nossas crianças. Que Jesus à receba com amor e que ela encontre paz. Muito triste".

Nos comentários, artistas e internautas lamentaram a morte da adolescente. “Meu Deus, quanta tristeza”, escreveu o ator Matheus Ueta. “Meu Deus, essa menina era cheia de luz e alegria … não dá pra acreditar”, escreveu a cantora e apresentadora Mary Silvestre. 


Assista aos melhores momentos da ex-caloura no programa do Raul Gil.

 

Correio 24horas

Os professores da rede estadual do Maranhão receberam uma boa notícia neste início de ano letivo. O governador Flávio Dino (PCdoB) assinou uma medida na última terça-feira passando para R$ 5.750 o salário inicial dos educadores com jornada de 40 horas semanais.
Para efeito de comparação, o estado de São Paulo paga uma quantia mensal bem menor aos professores da rede pública: em janeiro, o governador Geraldo Alckmin reajustou em 7% o piso salarial de mais de 200 mil profissionais do magistério nas escolas estaduais. Com o aumento, o salário base de um professor do ensino médio passou de R$ R$ 2.415,89 para R$ 2.585,00 – 5,2% acima do piso nacional.

Em dezembro, o Ministério da Educação fixou o piso salarial dos professores em R$ 2.455,35 para 2018. O valor é referente aos profissionais que cumprem as mesmas 40 horas por semana, e representou um reajuste de 6,81% em relação à quantia estabelecida para 2017.

O Globo


O corpo de um homem, de aproximadamente 40 anos, foi encontrado neste domingo, 21, pelo Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (CBMCE) no encontro do rio Siqueira com Ceará, enquanto os agentes realizavam buscas para tentar localizar um garoto de cinco anos que se afogou na sexta-feira, 19.

De acordo com informações do major Daniel Oliveira Landim, a vítima não foi identificada e o corpo já apresentava estado avançado de decomposição. "A condição do corpo parecia compatível com a de alguém que morreu há pelo menos cinco dias", conta.

Conforme os bombeiros, não havia nenhum registro de pessoa desaparecida em decorrência de afogamento com essas características. A identificação do corpo ficará a cargo da Perícia Forense do Ceará (Pefoce), que também compareceu ao local para a realização dos devidos procedimentos periciais.


As buscas pelo garoto serão retomadas nesta segunda-feira, 22, a partir das 8 horas, com nova varredura no rio Siqueira, ampliada até o rio Ceará.

O Povo Online


O condutor de um veículo passou por um grande susto, na manhã deste domingo (21), na localidade de Bom Sucesso, na zona rural do município de Hidrolândia, quando o seu carro acabou sendo arrastado pela correnteza de um riacho.

Nas últimas horas, uma forte chuva banhou a região e provocando enchente no local, e o motorista tentou fazer a travessia, quando o veículo modelo D20, de cor preta, acabou sendo arrastado pela água. Apesar do incidente, ninguém ficou ferido.

Em tempo
Ao longo das últimas semanas, acidentes desta forma ocorreram nos municípios de Santana do Acaraú e Reriutaba, este com três vítimas fatais, que decidiram arriscar contra as forças da natureza e foram arrastados, ficando a orientação das autoridades para, em caso de enchentes, buscar outros trajetos ou esperar algumas horas para baixar o nível da água.

A Voz de Santa Quitéria


Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) registrou chuva em pelo menos 82 municípios do Estado das 7h de domingo (21) às 7h desta segunda-feira (22), . As maiores precipitações ocorreram no Litoral Oeste e Maciço de Baturité.

De acordo com a Funceme, as dez maiores chuvas foram observadas em Camocim (40 mm)Mulungu (38 mm)Farias Brito (37 mm)Baturité (29 mm)Barreira (28 mm) e Ararendá (24 mm).

Também choveu em Várzea Alegre (23 mm) e Pacajus (23 mm). Os dados foram divulgados às 9h15 desta segunda-feira (22).

10 maiores chuvas por posto no dia:
(100 postos com chuva de 131 informados)
  1. Camocim (Posto: Camocim) : 40 mm
  2. Mulungu (Posto: Mulungu) : 38 mm
  3. Farias Brito (Posto: Farias Brito) : 37 mm
  4. Baturité (Posto: Baturité) : 29 mm
  5. Barreira (Posto: Barreira) : 28 mm
  6. Ararendá (Posto: Lagoa de Santo Antônio) : 24 mm
  7. Várzea Alegre (Posto: Riacho Verde) : 23 mm
  8. Pacajus (Posto: Pacajus) : 23 mm
  9. Redenção (Posto: Açude Acarape Do Meio) : 22,2 mm
  10. Redenção (Posto: Redenção) : 22 mm
Previsão para os próximos dias
De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a previsão para o Ceará nesta segunda-feira é de tempo nublado com pancadas de chuva e trovoadas isoladas nas regiões Norte e Noroeste Chuva isolada nas demais áreas.

Para terça-feira (23), tempo nublado com pancadas de chuva nas regiões Norte, Noroeste e Jaguaribe.
E para quarta-feira (24), tempo nublado a parcialmente nublado com chuva isolada no norte e noroeste.

Diário do Nordeste


Na manhã desta segunda-feira (22) na localidade de Paraná zona rural Novo Oriente a cerca de 28 km da sede um garoto de 12 anos de idade morreu possivelmente vítima de um tiro acidental. A vítima identificada Como José Júnior da Silva -12 anos, residente naquela localidade.

De acordo com informações o mesmo estava juntamente com outro garoto manuseando uma espingarda e em determinado momento a mesma veio a disparar atingindo fatalmente a cabeça da vítima que morreu praticamente no local. O corpo da vítima será enviado para o IML da cidade de Tauá e a polícia civil irá fazer os levantamentos relacionados ao fato.

Blog Tony Sales


O número de mortos na série de atentados coordenados que ocorreram no Sri Lanka no Domingo de Páscoa (21) subiu para 290. Cerca de 500 pessoas ficaram feridas. Os ataques, cometidos em alguns casos por homens-bomba, tiveram como alvos templos católicos e hotéis de luxo.

Ao divulgar o mais recente balanço de vítimas, o porta-voz da Polícia do Sri Lanka, Ruwan Gunasekara, anunciou que 24 pessoas foram detidas por suspeita de participação nos ataques. Os detidos estão sendo interrogados pela divisão de investigação criminal da Polícia, acrescentou Gunasekara.

A maior parte dos mortos é de cidadãos do Sri Lanka, mas há pelo menos 32 estrangeiros entre as vítimas, incluindo cidadãos da Bélgica, dos Estados Unidos, da China, do Reino Unido, da Índia e de Portugal.

Nenhum grupo reivindicou a autoria das ações até o momento. Por enquanto, o governo segue divulgando informações dispersas sobre as suspeitas no caso. O ministro da Defesa, Ruwan Wijewardene, disse que os autores dos ataques foram identificados como "extremistas religiosos" e pertenciam a um único grupo, sem dar mais detalhes.

O ministro da Saúde do país, Rajitha Senaratne, disse que sete das oitos explosões foram cometidas por terroristas suicidas e que todos esses homens-bomba eram cidadãos do Sri Lanka.

Rajitha Senaratne, um porta-voz do governo, por sua vez, afirmou que o ataque coordenado deve ter contado com ajuda externa. "Não acreditamos que esses ataques foram executados por um grupo de pessoas restrito a este país. Esses ataques não teriam sido bem-sucedidos sem uma rede internacional”, disse.

Segundo o jornal New York Times, um alto integrante da polícia do Sri Lanka advertiu o governo, há 10 dias, sobre o risco de atentados contra igrejas no país, e que a minoria cristã do país estava na mira de um grupo islâmico radical chamado Thowheeth Jama'ath. Não ficou claro, no entanto, se as autoridades tomaram alguma medida adicional de segurança. O primeiro-ministro Ranil Wickremesinghe disse que não foi informado sobre a ameaça. "Temos que verificar por que precauções adequadas não foram tomadas", disse ele.

Após os ataques, a embaixada dos Estados Unidos em Colombo advertiu que "grupos terroristas" continuam preparando ataques no Sri Lanka. "Os grupos terroristas continuam tramando possíveis ataques no país. Os terroristas poderiam atacar, com pouca ou nenhuma advertência, áreas públicas", anunciou o Departamento de Estado por meio da sede diplomática americana no país asiático.

A embaixada americana cita como possíveis alvos desses ataques espaços turísticos, centros de transporte, mercados, shoppings, instalações do governo, hotéis, clubes, restaurantes, lugares de culto, parques, eventos esportivos e culturais importantes, instituições educativas e aeroportos.

Folha Vitória

Filhos do empresário do setor de moda Anders Holch Povlsen, apontado como homem mais rico da Dinamarca, estão entre as pelo menos 290 vítimas fatais dos ataques a bomba de domingo

Calçados de vítimas que estavam em uma das igrejas atingidas pelos ataques no Sri Lanka domingo - Getty Images
Três dos quatro filhos de um bilionário dinamarquês morreram nos ataques de domingo no Sri Lanka. As explosões tiveram como alvos igrejas católicas e hotéis de luxo nas cidades de Colombo, Negombo e Baticaloa, e deixaram pelo menos 290 mortos, a maioria deles cidadãos do próprio país.

Dezenas de turistas e trabalhadores de diversas outras nacionalidades, porém, também estão na lista, mas muitos ainda não foram identificados. Além deles, foram contados 500 feridos.

A família do empresário dinamarquês Anders Holch Povlsen, considerado o homem mais rico da Dinamarca pela revista Forbes, estava passando o feriado de Páscoa no país e estaria hospedada em um dos hotéis atingidos. Os nomes das crianças que morreram não foram divulgados.

Povlsen é dono da rede internacional de vestuário Bestseller e o maior acionista individual da gigante de roupas Asos. Ele e sua mulher, Anne Storm Pedersen, são os maiores proprietários de terras na Escócia - entre elas, o Castelo de Aldourie e mais de 80 mil hectares nas Highlands (Terras Altas no norte do país) - de acordo com o jornal The Guardian.

"Infelizmente, nós podemos confirmar as notícias", disse um porta-voz da Bestseller à BBC News, por email, sobre a morte dos filhos do empresário. "Pedimos que vocês respeitem a privacidade da família e, portanto, não temos mais comentários a fazer."

Vítimas locais
A polícia prendeu 24 pessoas. Até a manhã desta segunda-feira, ninguém tinha assumido a responsabilidade pelos ataques. Entre as vítimas estão vários cristãos que participavam de celebrações da Páscoa.

Uma das primeiras a serem identificadas, ainda na noite passada, foi a chef celebridade do Sri Lanka Shantha Mayadunne.

A filha dela, Nisanga Mayadunne, havia postado uma foto da família tomando café da manhã no hotel Shangri-La, em Colombo, pouco antes de uma forte explosão no local - que, segundo policiais, teria sido causada por um homem-bomba.

                 
Membros da família confirmaram as mortes de Shantha e Nisanga.

O hotel Shangri-La anunciou em um comunicado que três de seus funcionários foram "fatalmente feridos no cumprimento de suas obrigações".

Outro hotel, o Cinnamon Grand, informou que a explosão em suas dependências ocorreu "durante o café da manhã, um de nossos horários mais movimentados" e que quatro garçons morreram quando estavam "trabalhando na estação de comidas frescas fazendo Appam [um tipo de panqueca do Sri Lanka]".

Estrangeiros

Autoridades dizem acreditar que pelo menos 36 estrangeiros estejam entre os mortos.


Entre eles estariam, além dos três filhos do empresário dinamarquês, pelo menos cinco cidadãos britânicos - incluindo dois que também possuem cidadania americana - um português, seis indianos, dois turcos, dois chineses, dois australianos, um holandês, um japonês e um bengali.

Entre os mortos no hotel Shangri-la estão cinco funcionários de um partido político de Bangalore, o Partido Janata Dal (JDP), na Índia. A informação foi confirmada por parentes à BBC News Hindi.

O ministro-chefe do estado indiano de Karnataka disse no Twitter que conhecia duas dessas vítimas pessoalmente, acrescentando que estava "profundamente chocado".

Os integrantes do JDP haviam decidido tirar férias no Sri Lanka após a realização de eleições para a Lok Sabha, a Câmara Baixa da Índia, concluídas no Estado em 18 de abril.

Turcos

Dois cidadãos turcos também foram mortos, informou a agência de notícias estatal Anadolu.

O engenheiro Serhan Selcuk Narici havia se mudado para Colombo em março de 2017, de acordo com seu perfil no Facebook.

Seu pai, Baba Memhet Narici, disse à Anadolu que o filho era engenheiro elétrico. Seu último serviço foi no prédio da embaixada dos EUA no Sri Lanka.

"Ele me enviou uma mensagem de WhatsApp às 5 da manhã dizendo 'Bom dia'", disse Narici. "Foi a última vez que tive notícias dele."

A outra vítima turca - Yigit Ali Cavus - também era engenheiro.

"Ele era um jovem brilhante. Se formou com honras na Universidade Técnica de Istambul e falava duas línguas", disse o pai.

Ainda não está claro onde eles estavam quando os ataques ocorreram.

Os dois australianos mortos nos ataques, eram, segundo o primeiro-ministro do país, Scott Morrison, membros da mesma família e viviam no Sri Lanka.

O bengali na lista de vítimas era neto do membro do parlamento de Bangladesh Sheikh Fazlul Karim Selim.

O rapaz - que era membro influente do partido político Liga Popular de Bangladesh, ou Liga Awami - morreu em uma explosão no hotel onde a família estava hospedada, de acordo com relatos da mídia local.

Seu pai também teria sido ferido na explosão, segundo declarações do assistente pessoal de Selim à agência de notícias Dhaka Tribune. O nome do estabelecimento onde eles estavam não foi divulgado.

BBC Brasil - Todos os direitos reservados - É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC


Xichang, 21 abr (Xinhua) -- A China enviou ao espaço no sábado um novo satélite do Sistema de Satélites de Navegação Beidou (BDS, em inglês) a partir do Centro de Lançamento de Satélites de Xichang, na Província de Sichuan.

Lançado às 22h41 do horário local em um foguete transportador Longa Marcha-3B, é o 44º satélite da família de satélites do BDS e o primeiro satélite BDS-3 em órbita geossíncrona inclinada da Terra.

Depois dos testes em órbita, o satélite trabalhará com outros 18 satélites BDS-3 na órbita circular intermediária e um na órbita geossíncrona da Terra.

Yang Changfeng, projetista-chefe do sistema Beidou, disse que o design de constelação híbrida, em que três grupos de satélites em regimes orbitais diferentes trabalham em conjunto, é uma inovação do BDS e o primeiro do mundo.

Ele aumentará o número de satélites visíveis na Região Pacífica Asiática, fornecendo melhor serviço para a região, disse Yang.

O lançamento foi a 302ª missão de lançamento para a série de foguetes transportadores Longa Marcha, e a 100ª para a Longa Marcha-3B.

Xinhua


Um professor de inglês morreu carbonizado na madrugada do último sábado (20), por volta das 2h30, em Juazeiro do Norte, interior do Ceará. 

Identificado como Renato Pereira Laurindo, de 32 anos, o professor morava sozinho e seu corpo foi atingido pelo fogo após um incêndio em sua casa, no bairro Jardim Gonzaga. De acordo com o Corpo de Bombeiros, a equipe que atendeu a ocorrência encontrou dificuldades para controlar e apagar as chamas

Segundo a Secretaria de Educação de Juazeiro do Norte, a vítima dava aulas de inglês em uma escola de tempo integral no bairro Frei Damião. 

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que a Perícia Forense do Estado (Pefoce) compareceu ao local e realizou todos os procedimentos cabíveis ao fato, além de recolherem a vítima para o núcleo local da Pefoce. O caso foi registrado na Delegacia Regional de Juazeiro do Norte.

Vítima era tranquila e reservada
Um vizinho da vítima, o mototaxista Raimundo Ribeiro de Sousa, disse que ouviu estrondos durante a madrugada e foi procurar ver do que se tratava. "Ouvi muito barulho durante a madrugada e pensei que o vizinho estava fazendo mudança. Quando saí de casa me deparei com o incêndio", informou. 

Maria Mirian da Silva Ferreira, dona de casa e também vizinha de Renato, só soube do incêndio quando o dia já havia amanhecido.

"Acordei muito assustada. Quando abri a porta de casa, vi a fita de isolamento na casa dele e informei ao meu esposo. Depois ficamos sabendo que houve o incêndio e eu fiquei perplexa. Renato era muito tranquilo. ele chegava do trabalho, comprimentava as pessoas na rua e entrava em casa. Ele era muito reservado", contou Maria.

Diário do Nordeste


Os bombeiros resgataram na madrugada deste domingo (21) o corpo da última pessoa que estava desaparecida no desabamento de dois prédios na comunidade da Muzema, no Itanhangá, na Zona Oeste do Rio. A informação foi confirmada por bombeiros que fizeram o resgate. A identidade não foi confirmada.

Assim, sobe para 23 o número de mortos na queda das construções. Mesmo sendo o último corpo que estava na lista de desaparecidos, os bombeiros não descartam encontrar mais vítimas entre os escombros.

Na tarde de sábado (20) bombeiros passaram a usar máquinas para içar pedaços de blocos de concreto do local do desmoronamento. Os dois prédios caíram no dia 12 de abril.

Desde sexta (19), a Justiça decretou a prisão temporária de três envolvidos com a construção e a venda dos prédios: José Bezerra de Lima, o ‘Zé do Rolo’, Renato Siqueira Ribeiro e Rafael Gomes da Costa. Eles são suspeitos de construir e vender os apartamentos dos prédios que desabaram.


Corpos reconhecidos
Neste domingo (21), duas vítimas que foram tiradas dos escombros tiveram os corpos reconhecidos; Enzo, de 6 anos, e Arthur, de 4 anos. Os dois são filhos de Ana Carla Batista, 30 anos, e Jefferson Trajano, de 28, que também morreram na tragédia. O reconhecimento ocorreu no Instituto Médico Legal (IML) no Centro do Rio.

Enzo e Arthur seguem desaparecidos na Muzema — Foto: Reprodução

G1 Rio








Uma série de explosões em hotéis de luxo e igrejas católicas durante a celebração da Páscoa no Sri Lanka deixou 207 mortos e mais de 450 feridos neste domingo (21), segundo o último balanço das autoridades policiais. Fontes oficiais disseram que havia ao menos 27 estrangeiros entre os mortos.
Nenhum grupo reivindicou autoria das ações até o momento. Sete pessoas foram presas durante uma operação de captura dos suspeitos em Colombo. Dois policiais morreram na ação.

O que se sabe até agora
  • 8 explosões atingiram o Sri Lanka neste domingo
  • 4 hotéis, 3 igrejas católicas e um complexo de casas foram alvos
  • Atentados ocorreram na capital, Colombo, e em outras duas cidades
  • 207 pessoas morreram e mais de 450 ficaram feridas
  • 27 mortos são estrangeiros
  • Nenhum grupo assumiu a autoria até o momento
  • Sete suspeitos foram presos
Sequência de ataques
Foram oito atentados. Seis ocorreram na capital, Colombo, atingindo quatro hotéis, uma igreja e um complexo residencial. Outros dois ataques foram registrados em igrejas nas regiões de Katana e Batticaloa.

Os primeiros casos ocorreram de forma coordenada por volta das 8h45 (0h15, no horário de Brasília), em três hotéis de Colombo e três templos católicos que realizavam missas em celebração à Páscoa, nas três cidades atingidas.


Horas mais tarde, outras duas explosões ocorreram na capital. Uma delas, que deixou dois mortos, ocorreu em um pequeno hotel situado ao lado do zoológico de Dehiwala. A outra, em um complexo de casas em Dematagoda, na periferia de Colombo.

No hotel de luxo Cinnamon Grand, em Colombo, um homem-bomba detonou o explosivo na fila de clientes que esperava para entrar em um bufê de Páscoa no restaurante do local.

"Ele se dirigiu para o início da fila e se explodiu", relatou um funcionário para a AFP. "Era o caos total", acrescentou.

Investigação
O primeiro-ministro, Ranil Wickremesinghe, convocou uma reunião do conselho de segurança nacional em sua casa para o final do dia. "Eu condeno veementemente os ataques covardes contra nosso povo hoje. Eu chamo todos para permanecerem unidos e fortes", postou no Twitter.


O presidente do Sri Lanka, Maithripala Sirisena, pediu calma ao país. "Por favor, fiquem calmos e não sejam enganados por rumores", declarou Sirisena, em mensagem à nação.

Sirisena, que se mostrou "em choque e triste com o que ocorreu", esclareceu que "as investigações estão em curso para descobrir que tipo de conspiração está por trás destes atos cruéis".

Toque de recolher
O governo impôs um toque de recolher no país. O governo também decretou um bloqueio temporário das redes sociais para impedir a difusão de mensagens falsas sobre os atentados.

"O governo decidiu bloquear todas as plataformas de redes sociais com o objetivo de impedir a propagação de informações incorretas e falsas. Trata-se de uma medida temporária", anunciou a presidência, em um comunicado.

Atentados desta magnitude não aconteciam no Sri Lanka desde a guerra civil entre a guerrilha tâmil e o governo, um conflito que durou 26 anos, terminou em 2009 e deixou, segundo dados da ONU, mais de 40 mil civis mortos.

O último deles foi em 2018, quando o governo teve que declarar estado de emergência após confrontos entre muçulmanos e budistas. No Sri Lanka, a população cristã representa 7%, enquanto os budistas são cerca de 70%, de acordo com o Censo feito em 2012.

Reações
As igrejas cristãs na Terra Santa expressaram seu pesar após os atentados. "Que difíceis, irritantes e tristes são estas notícias, especialmente porque os ataques aconteceram enquanto os cristãos comemoravam a Páscoa", lamentou o assessor de líderes da Igreja na Terra Santa, Wadie Abunassar.

Ele transmitiu sua solidariedade ao Sri Lanka e "a todos seus habitantes em suas várias confissões religiosas e origens étnicas". "As igrejas rezam pelas almas das vítimas e pedem a rápida recuperação dos feridos", acrescentou, em comunicado.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, publicou em sua rede social: "Os EUA prestam suas sinceras condolências ao grande povo do Sri Lanka. Estamos prontos a ajudar!". Inicialmente, Trump havia postado que o número de mortos era de 138 milhões, mas corrigiu o número para 138 em um novo post.

O presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, afirmou em uma rede social que, mesmo em dia sagrado, o "extremismo deixa rastros de morte e dor". Ele condenou os ataques e pediu conforto aos que sofrem:

G1
Na tarde desta quinta-feira (18), uma mãe e o filho de 5 anos morreram afogados em Itaí, São Paulo. De acordo com as informações do G1, Camila Biana Pereira da Silva, 24, e o filho Erick Miguel da Silva Alves chegaram a ser socorridos até o Pronto Socorro de Avaré, mas não resistiram.

Foto: Arquivo Pessoal
Segundo o Corpo de Bombeiros de Avaré, os dois se afogaram na Represa de Jurumirim. Erick e o padrasto estavam brincando na água quando o homem se desequilibrou em um buraco e acabou soltando a mãe do menino. A mãe, que estava grávida de sete meses, estava às margens da represa e pulou para tentar salvar o filho. Os dois se afogaram.

"Segundo os bombeiros, as vítimas estavam dentro da água numa profundidade de um metro e meio, quando acabaram por cair em uma calha ou vala da represa com profundidade de dois metros e meio", escreveu um parente de Camila nas redes sociais.

Pessoas que também estavam lá conseguiram tirar o menino da água e ele recebeu primeiros socorros ainda na represa, com ajuda de uma médica que estava ali, até a chegada da ambulância. Já a mãe foi resgatada só depois pelos bombeiros. O padrasto de Erick sobreviveu.

Os dois foram levados para o pronto socorro já em estado grave e acabaram morrendo. Os corpos foram liberados nesta manhã para o enterro, marcado para acontecer às 17h no Cemitério Municipal de Avaré.


Uma chuva de aproximadamente 84 mm banhou o Município Ipu no final da tarde deste sábado (20/04), o registro foi comunicado pelo repórter Cristian Pereira.

Nas redes sociais, os internautas registram vários alagamentos em locais já conhecido de todos, Bairro Alto da Vista, mais precisamente na Rua Maria Lopes; Av. José Carvalho de Aragão, na Cel. José Lourenço, e Bairro Reino de França; em algumas residências a água invadiu casas trazendo muita apreensão e desconforto para os moradores.

Com informações AI



Informações dão conta que durante a precipitação chuvosa da tarde deste sábado (20/04), um raio teria atingido um atleta de futebol, em localidade da região serrana de Ipu.

A vítima do fenômeno natural foi identificada como sendo Edson; filho do senhor José Brasa, e o fato ocorrera na localidade de Morada Nova, região serrana de Ipu-CE. Edson se preparava para entrar em campo quando teria recebido uma descarga do raio.

Edson foi trazido para o Hospital Municipal, consciente, conversando, mas se queixando de fortes dores pelo corpo. Um outro rapaz da localidade de Cachimbo-Serra, também teria sido atingido, mas com menor intensidade.

Repórter Francisco José


A cheia do Riacho Ipuçaba, ocasionada pela forte chuva da tarde deste sábado (20/04), deixou moradores do bairro do Cafute, apreensivos, bastante preocupados.

O Rio que deu origem a cidade de Ipu, teve uma grande cheia, na tarde deste sábado, favorecida pela chuva de quase 100mm que caiu na sede do município. O transbordamento do Riacho Ipuçaba deixou moradores do bairro do Cafute, mais próximos das suas margens deveras preocupados.

Se as águas  fluviais continuassem subindo, o risco de invadir residências das imediações, causando até mesmo destruição, era iminente. O medo é por conta dos precedentes, pois casas já sofreram com a invasão e a destruição extremas, em anos anteriores.

Repórter Francisco José


A mulher identificada inicialmente por "Kátia do Jacinto", foi encontrada sem vida na tarde desta sexta-feira (19), em uma barragem no distrito de Aracatiaçu.

De acordo com informações colhidas no local, a mulher foi encontrada por um popular que passava pelo local.

Uma equipe da perícia forense esteve no local, o corpo foi encaminhado para o IML de Sobral para saber a causa morte.

A mulher tinha problemas mentas e fazia uso de medicamentos.

Blog Mário Sérgio Sobral