Com 64 crimes no Ceará, MP Eleitoral considera eleições 'tranquilas'

Por redação Ipu Online | publicado | 4.10.16 | 0 comentários


Sessenta e quatro crimes eleitorais foram registrados durante o dia de eleições em todo o Ceará, segundo o Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE). Segundo o TRE, os mais comuns foram compra de votos e boca de urna, mas também ocorreram transporte ilegal de passageiros e uso de carro de som.

“De uma maneira geral, as eleições foram tranquilas considerando que uma eleição municipal normalmente é muito acirrada. Até o sábado, ocorreram alguns casos envolvendo crimes violentos e na véspera da votação, ocorreram alguns crimes que ensejaram uma atuação mais efetiva e também a busca por auxílio dos órgãos de segurança. Houve algumas prisões por compra de votos, distribuição de material de campanha e vales combustíveis. Tivemos muito mais ocorrências no interior do Estado, mas, em Fortaleza, houve mais boca de urna”, afirmou o promotor eleitoral.

Trinta e duas pessoas foram presas no Ceará no domingo (2) por crimes eleitorais, de acordo com a Polícia Federal. Ao todo, a instituição cumpriu 40 mandados de busca e apreensão e realizou 28 flagrantes.


Na capital, 13 promotores eleitorais estiveram de plantão nos cartórios eleitorais e na Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social. Atuaram em todo o Ceará 123 promotores eleitorais, um para cada Zona Eleitoral do Estado, e mais 78 promotores auxiliares, designados para atuar nos casos de Zonas que compreendem mais de uma cidade.Segundo o coordenador das Eleições no MP Eleitoral, promotor Emmanuel Girão, o balanço foi positivo. (G1 CE)

Arquivado em:

0 comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Ipu Online.