Menina de 4 anos é morta pela mãe com água fervente em banheira

Por: Ipu Online em | 23.1.18 | 0 comentários


Candice Diaz, de 24 anos, mãe da menina Gabrielle Barrett, de apenas 4, e seu namorado, Brad Fields, de 28 anos, acusados pelo assassinato da criança no primeiro dia de 2018, foram presos em uma rodovia em Sumpter Township, no estado do Michigan, nos Estados Unidos, enquanto tentavam fugir da cidade. Eles são acusados de matar a pequena banhando-a com água fervente.

De acordo com o jornal português Correio da Manhã, o médico responsável pela autópsia no caso afirmou que a água quente chegou a derreter a pele da jovem e a dissolver parte de seu corpo. Pedaços de pele derretida da criança foram encontrados na banheira da casa da família e em trechos do sistema de canalização da residência.

Após a prisão, Candice e Brad foram interrogados pela polícia em Michigan. Os dois alegaram aos policiais que sofrem de distúrbios mentais. A mãe de Gabrielle disse inicialmente que a própria filha encheu a banheira com água para tomar banho. No entanto, horas depois, voltou atrás com a alegação e que afirmou que encheu parte da banheira e deixou Gabrielle sozinha para ir à cozinha. Ao voltar para o banheiro, encontrou a criança submersa na água quente e chamou Brad para auxiliar nas manobras de reanimação da menina.

DROGAS
Após a prisão de Candice e Brad, a polícia de Michigan realizou buscas na casa da família. No local, foram encontradas porções de cocaína. Os acusados afirmaram em depoimento ainda que não estavam medicados para os transtornos que sofrem, como distúrbio bipolar, stress pós-traumático, depressão e ansiedade. O casal aguardará o julgamento na cadeia.

Candice Diaz e Brad Fields, acusados pelo assassinato
O Popular


Arquivado em: ,

0 comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.