Morte de mulher congelada e cozida pelo marido choca o México

Por Ipu Online — publicado | 25.1.18 | 0 comentários


A Polícia do México investiga o assassinato de uma mulher de 25 anos encontrada morta na última segunda-feira (22) na cidade de Taxco. Partes do corpo de Magdalena Aguilar Romero estavam desmembradas e cozidas dentro de potes. O principal suspeito de cometer o crime, que chocou o país, é o ex-marido da vítima. O caso é apurado como feminicídio.

De acordo com o portal Aol, Magdalena estava desaparecida desde 13 de janeiro. Ela saiu de casa para buscar os filhos da residência do ex-marido, Cesar Gomez Arciniega, e não foi mais vista. Os braços e pernas dela foram achados dentro de potes no forno do imóvel onde o homem mora. A pélvis dela estava cozida dentro de uma grande bolsa perto do fogão. Os restos mortais da jovem estavam congelados em um freezer. “Presume-se que ela foi toda cozida”, disse Roberto Alvarez, porta-voz da Segurança do Estado.

O governo de Taxco divulgou uma nota em que diz condenar “vigorosamente o covarde assassinato de Magdalena Aguilar, que fere nossa sociedade de maneira irreparável”. “O assassinato reitera o trabalho que precisa ser feito para proteger e reconstruir a sociedade do nosso município. Desde seu desaparecimento, nós oferecemos todo o apoio à família de Magdalena, para quem sempre mostramos nossa solidariedade e apoio”, continua a nota.

A família e os amigos  da jovem começaram a buscar por ela e foram ao Ministério Público para pedir às autoridades para ir à casa do ex-marido da vítima, que está foragido. Os restos mortais de Magdalena foram levados para o Serviço Médico Forense da cidade de Iguala, ao norte de Guerrero. A Procuradoria Geral do Estado (FGE) investiga o assassinato dela como crime de feminicídio. Caso Cesar seja considerado responsável, pode passar pelo menos 40 anos na prisão.

Bhaz

Categorias: ,

0 comentários

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Ipu Online.