Outra igreja queimada horas antes da chegada do Papa Francisco ao sul do Chile

Por Ipu Online em | 18.1.18 | 0 comentários


Poucas horas antes da chegada do Papa Francisco a Temuco, no sul do Chile, outro templo católico foi alvo de um ataque incendiário que o destruiu completamente.

Este seria o sétimo ataque a templos católicos em protesto pela visita do Pontífice nos últimos dias.

O fato ocorreu na madrugada de quarta-feira, 17 de janeiro, e trata-se de uma capela do setor de Huitag, na Região de Los Ríos, no limite das comunas de Panguipulli e Lican Ray.


Esta região faz limite ao norte, com a Região de La Araucanía, lugar onde o Santo Padre celebrará uma Missa multitudinária “pelo progresso dos povos”, no aeródromo Maquehue.

Os bombeiros chegaram ao local e conseguiram controlar as chamas, evitando que se alastrassem.

Informou-se que as autoridades realizaram as perícias para esclarecer se houve ou não a participação de terceiros.

Em declarações à imprensa em Temuco, Javier Peralta, diretor executivo da Comissão Visita do Papa Francisco ao Chile, disse que esses “são fatos lamentáveis e reafirmam o lema da visita ‘Minha Paz lhes dou’, que foi muito coerente com a mensagem do Papa em sua homilia do Parque O’Higgins”.

“Estes fatos isolados contrastam com os centenas de milhares de peregrinos que buscam a paz”, acrescentou.

Dois helicópteros queimados

Neste mesmo dia, dois helicópteros ficaram danificados por causa de um incêndio na base florestal La Colcha, na comuna de Curanilahue, Região do Biobío, no sul do país.

O caso foi confirmado pelo governador da província de Arauco, Humberto Toro, o qual informou que os bombeiros e os policiais investigam o fato que, segundo testemunhas, teria sido intencional.

Acidigital

Arquivado em:

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Ipu online. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Ipu Online poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.