'Será calamidade se Lula não concorrer à República', diz artigo de jornal dos EUA

Publicado por: Ipu Online em | 24.1.18 | 0 comentários

The New York Times critica juiz Sérgio Moro e questiona independência do Judiciário no Brasil: 'a lei é fraca'


O jornal The New York Times, o mais importante dos Estados Unidos, publicou em sua edição desta quarta-feira (23), uma manchete opinativa e afirma que "A lei no Brasil é fraca", questiona a independência do Judiciário no país e diz que o Brasil foi o último a abolir a escravidão no Ocidente.

O diário, ainda em seu artigo, critica a situação política no Brasil, diz que a democracia vive seu momento mais fraco após o Regime Militar e acusa o juiz Sérgio Moro de atuar com partidarismo.

O jornal afirma que será uma calamidade para o Brasil, para a América e para o mundo se o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) for impedido de se candidatar ao Palácio do Planalto neste ano.

"O mais importante, talvez, é que o Brasil se reconstituirá como uma forma de democracia eleitoral muito mais limitada, em que um judiciário politizado pode excluir um líder político popular de se candidatar a cargos. Isso seria uma calamidade para os brasileiros, para a região e ao mundo".

O julgamento em segunda instância de Lula, no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, ocorre nesta quarta-feira (24).

O texto, assinado por Mark Weisbrot, também relembra o impeachment sofrido contra Dilma Rousseff, em 2016.

"O estado de direito no Brasil já havia sido atingido por um golpe devastador em 2016, quando a deputada do Sr. Silva, Sra. Rousseff, eleita em 2010 e reeleita em 2014, foi acusada e demitida do cargo".

O artigo chegou a ser o quinto assunto mais comentado no Twitter. O texto foi compartilhado por nomes importantes do Partido dos Trabalhadores como a presidente da sigla, senadora Gleisi Hoffmann (PR), o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad e o próprio ex-presidente Lula.
Mitre: Um candidato à presidência pode ser réu?

Band Notícias

Arquivado em: ,

0 comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.