No retorno à Série B, Fortaleza vence Guarani com gol aos 49 do 2º

Por Ipu Online — publicado | 14.4.18 | 0 comentários

O cartão de visita do Fortaleza para o primeiro visitante na Série B do Campeonato Brasileiro foi devidamente apresentado, na noite de ontem na Arena Castelão, contra o Guarani/SP.

O centroavante Gustavo, tão logo marcou o gol da vitória do Fortaleza sobre o Guarani de Campinas, correu para o banco de reservas para abraçar o técnico Rogério Ceni, no que foi acompanhado pelos companheiros de equipe (Fotos: Thiago Gadelha)
Com um gol de Gustavo, a um minuto do apito final, o Leão estreou com vitória na competição, pela qual lutou para participar durante oito longos anos. Os 2a1 sobre o Bugre Campineiro fizeram a torcida esquecer um pouco a perda do título estadual e focar em outro grande objetivo do ano, na Segunda Divisão.

A vitória no primeiro jogo da Série B serviu para o Leão viajar com o moral elevado para enfrentar o Boa Esporte, na próxima terça-feira (17), no Estádio Dilzon Melo, em Varginha (MG), pela segunda rodada.

A torcida tricolor e o time sentiram de perto como será difícil essa Série B, pelo nível de disputa. Não, propriamente, pela qualidade apresentava pelo Guarani, mas pelo aplicação tática do adversário, que veio para jogar todo atrás da linha da bola, esperando apenas um cochilo dos leoninos para conseguir um gol.

Proposta
O técnico Rogério Ceni escalou a sua equipe com uma proposta bem ofensiva, com o meia Alan Mineiro com missão de organizar a meia cancha e com três atacantes, Edinho, Gustavo e Osvaldo. Teoricamente, iria ser uma grande pressão para cima do adversário, mas o Guarani empreendeu uma forte marcação ao time de Rogério Ceni.

Durante boa parte do primeiro tempo, o Fortaleza insistiu nos cruzamentos na área, mas sem muito efeito, visto que o centroavante Gustavo estava bem marcado e não estava em momento inspirado, nos primeiros 45 minutos.

O meia Alan Mineiro seria um grande trunfo para arremates de fora da área, porém, seus marcadores não lhe permitiram usar desse fundamento. Alan Mineiro teve apenas uma chance para chutar de fora da área e bateu muito alto, longe do gol.

Sobre Alan Mineiro, inclusive, surgiu ontem a informação de que o atleta estaria se transferindo para o CRB/AL, embora sem uma confirmação oficial.

Laterais
Um dos grandes problemas para a produção do time do Fortaleza no primeiro tempo foi a pouca utilização dos laterais Tinga e especialmente Bruno Melo. Este, inclusive, ficou muito preso no setor defensivo e pouco passou para o apoio. Tinga também deixou a missão ofensiva para Edinho, que se destacou na partida, atuando com velocidade pelo setor direito.

Na primeira etapa, o Fortaleza teve apenas duas chances mais claras para marcar. A primeira com Gustavo em cabeçada, que o goleiro espalmou no reflexo e a segunda em chute de Jean Patrick, de fora da área. E sem gols terminou o 1º tempo.

O Fortaleza se apresentou melhor no segundo tempo, quando passou a perder vários gols. Logo no intervalo, Rogério Ceni sacou Alan Mineiro para a entrada de Dodô. Este acabou dando mais velocidade ao time.

Aos 18 minutos, Tinga recebeu bola de Edinho, entrou pela diagonal na área, driblou um marcador e chutou de esquerda, marcando 1x0 para o Leão.

O Guarani saiu mais para o jogo e aos 29 minutos, teve um escanteio a seu favor. Na cobrança, Caíque cabeceou, Matheus Inácio bateu roupa, a zaga parou e Pedro Bortoluzo acreditou na bola perdida e chutou, empatando a partida.

O jogo caminhava para o seu final, mas aos 49 minutos, em falta frontal à área, Gustavo acertou o ângulo e o Leão venceu.

Diário do Nordeste

Categorias: ,

0 comentários

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Ipu Online.