Presos fazem fuga em massa de presídio recém-inaugurado no Ceará

Por: Ipu Online em | 13.4.18 | 0 comentários

A Secretaria da Justiça do Ceará, responsável pelo sistema prisional no estado, afirma que realiza a recontagem dos presos e que "o número [de fugitivos] não ultrapassa 35 internos".

Presos fugiram do complexo prisional de Itaitinga, na Grande Fortaleza (Foto: TV Verdes Mares)
Dezenas de presos fugiram na madrugada desta sexta-feira (13) do presídio José Sobreira Amorim, a mais nova unidade prisional do Ceará, inaugurada em novembro de 2017. Os presidiários serraram grades de mais de uma cela e deixaram o local, no complexo prisional de Itaitinga, na Grande Fortaleza.

A Secretaria da Justiça do Ceará, responsável pelo sistema prisional no estado, afirma que realiza a recontagem dos presos e que "o número [de fugitivos] não ultrapassa 35 internos".

A fuga foi percebida na manhã desta sexta, quando agentes penitenciários viram as grades destruídas e as celas vazias. No local foram encontradas serras usadas para destruir as grades. Após serrar as grades, os internos fizeram um buraco e chegaram à área externa e, por meio de uma corda artesanal, escalaram a muralha.

Presídio modelo
O presídio José Sobreira Amorim tem capacidade para 600 presos e é considerado um modelo para o estado. O prédio conta com setores administrativo, triagem, espaço de espera para visitantes, quadra polivalente, 12 guaritas, salas de aula, módulo de saúde, vivências, 14 celas exclusivas para dependentes químicos, alojamento de agentes, oficinas e espaços multiusos.

O local conta também com oficinas de artesanato, com mosaico, crochê, tapeçaria e costura de bolas também estão previstas para a unidade, que receberá semanalmente o Cine Diálogo, mostra de filmes motivacionais que leva reflexão e suscita o debate com os internos.

G1 CE


Arquivado em: ,

0 comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.