Travesti de 28 anos é morta a facadas em cidade no Ceará

Por Ipu Online — publicado | 3.4.18 | 0 comentários


Uma travesti, de 28 anos, identificada como Elvira, foi morta a facadas na rua Pedro Mendes Vasconcelos, no bairro Novo Maranguape, em Maranguape, Região Metropolitana de Fortaleza. A vítima foi agredida com chutes e socos, antes de ser esfaqueada.

Segundo a mãe da vítima, que preferiu não se identificar, a jovem morava sozinha, na rua Belém, perto de onde o crime aconteceu. A mãe informou aos policiais que Elvira era usuária de drogas há cerca de nove anos.

Segundo a Divisão de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) ainda não se sabe se o homicídio foi motivado por um possível acerto de contas. A polícia informou que não descarta a possibilidade de crime passional. Até o momento, ninguém foi preso.

Um balanço da Rede Trans, ONG que acompanha casos de violência contra LGBTS, duas pessoas trans foram mortas este ano no Ceará. Entretanto, o número pode ser maior. O Centro de Referência Janaína Dutra, em Fortaleza, informou que os dados referentes a 2018 são sistematizados, mas no ano passado, 32 pessoas LGBTs (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais) foram mortas no Ceará. Destas, 20 eram mulheres travestis ou transexuais.

CNEWS

Categorias: ,

0 comentários

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Ipu Online.