Zona Norte: com as fortes chuvas, açude sangra em Santana do Acaraú e Granja registra desabrigados

Por Ipu Online — publicado | 13.4.18 | 0 comentários

Santana do Acaraú- Foi com alegria, que os moradores da Zona Rural de Santana do Acaraú, na região Norte, receberam a notícia da sangria do Açude São Vicente, localizado no distrito de Baixa-Fria, a cerca de 12 quilômetros da sede do município.

Açude São Vicente, Baixa-Fria, Santana do Acaraú; as água do Açude São Vicente, que sangrou esta semana, correm para o Rio Acaraú (Foto: Marcelino Júnior).
Com a cheia, registrada pela Cogerh esta semana, o São Vicente passou a fazer parte da lista dos 13 açudes cearenses que atualmente operam com 100% de sua capacidade. E no caso do São Vicente, isso representa 9.854.000 m³, em sua grande parte voltado à pesca.

Diversão
Sempre que a chuva que tem banhado a região dá uma trégua, agricultores e pescadores se reúnem sobre a parede do açude para lançar as redes nas primeiras pescarias, se refrescar na forte correnteza que desce rumo ao Rio Acaraú, ou apenas apreciar o espetáculo das águas que escorre mata adentro. “Da varanda da minha casa dá para ver a parede do açude. A felicidade é grande, em poder voltar a ter essa água toda. Fazia 7 anos que não tínhamos essa imagem”, diz com felicidade a agricultora, que planta milho, feijão e melancia, nas proximidades da parede do São Vicente.

Desabrigados
Os municípios de Granja e Chaval, também na região Norte do Estado, registraram chuva com precipitação de mais de 105 mm, no início da semana. O que tem causado transtornos em diversos trechos da zona rural desses municípios. Estragos também foram observados nas sedes de Guaraciaba do Norte e Forquilha. No caso de Granja, cerca de 15 famílias foram atingidas pela chuva, que caiu forte, ao longo da noite, dessa quarta-feira e da madrugada da quinta (12).

Apoio
Cercados pela água, os moradores de áreas consideradas de risco pela Defesa Civil do Município, abandonaram suas casas, em três bairros da periferia. Segundo o coordenador da Defesa Civil de Granja, Francisco de Aquino, “do total, cinco famílias vão usar o aluguel social, até que possam resolver essa questão que, infelizmente tem sido recorrente, porque as famílias sempre voltam a esses locais de risco. O restante, já está abrigado em casa de parentes. Teremos também, nessa sexta-feira (13), o suporte da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (CBMCE), que já enviou equipes para analisar a situação e tomar as medidas necessárias”, garantiu.

Diário Zona Norte

Categorias:

0 comentários

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Ipu Online.