Ceará e América/MG empatam em 2 a 2 com gol do Vovô aos 47' do 2º tempo

Por: Ipu Online em | 15.5.18 | 0 comentários


O Ceará entrou em campo ontem no encerramento da 5ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A em busca de sua primeira vitória na competição. Mas voltando a apresentar erros defensivos e dificuldade na criação de jogadas, o Alvinegro apenas empatou com o América/MG em 2 a 2 ontem no Castelão, arrancado aos 47 minutos do 2º tempo, com um gol de pênalti do lateral-direito Pio.

Pelas circunstâncias, o resultado embora não tenha sido comemorado pela torcida, foi um alívio por a equipe ter arrancado um empate após iniciar perdendo por dois a zero.

Com o resultado, o Alvinegro continua sem vencer na Série A após 5 rodadas, mas chega ao seu terceiro ponto na competição, em 19º lugar, dois de sair do Z-4, já que o Internacional, primeiro clube fora da zona de rebaixamento, tem 5 pontos. O Ceará volta a jogar no domingo, 20, às 11 horas, contra o Vitória, no Barradão.

O Vovô começou a partida empolgado, disposto a pressionar desde o início e sair na frente no placar, levantando a torcida em dois ataques promissores. Mas logo em seu primeiro ataque, aos dois minutos, o Coelho abriu o placar: o atacante Luan cruzou da esquerda e o lateral Giovanni cabeceou livre: 1 a 0.

O gol deixou o Ceará atordoado, com a torcida já impaciente, mas criou duas ótimas chances seguidas com Élton, mas o atacante errou por pouco, com ambas passando rente à trave.

Depois das duas tentativas, o Alvinegro mostrou muita dificuldade para criar jogadas e continuou cometendo erros defensivos, principalmente de posicionamento. E o time mineiro aproveitou: aos 29 minutos, Marquinhos cruzou e Giovanni, de novo, após nova falha da defesa alvinegra, marcou: 2 a 0.

Com o placar adverso, os jogadores do Vovô demonstravam ainda mais nervosismo, errando demais na construção de jogadas, irritando a torcida, que aquela altura, já vaiava a equipe, principalmente o lateral-esquerdo Rafael Carioca.

Sem outra alternativa, o Alvinegro foi todo para cima e diminuiu aos 37 minutos: após cobrança de escanteio, Élton acerta o canto. O árbitro demorou para validar o gol após dúvida no posicionamento de Wescley, que não participou da jogada, mas o confirmou, para reclamação do time visitante.

Ainda que empolgado em busca de uma reação, o Ceará dava muito espaços na defesa e o Coelho quase aproveitou mais uma vez, em finalização de Marquinhos aos 41 minutos, com grande defesa de Everson.

Ao fim do 1º tempo, o Ceará foi vaiado pela torcida, insatisfeita com a exibição da equipe.

Foi buscar
Com a derrota parcial, o Ceará voltou com outra postura na etapa final. Dominando as ações e com um adversário recuado, o Vovô ficou com a bola, mas faltou qualidade para levar perigo. A equipe alvinegra até tinha o controle da bola, a tocava em busca de espaços, mas não conseguia finalizar.

Observando seu time não criar, Chamusca fez alterações - Eder Luís, Juninho Piauiense e Arthur entraram - e com 4 atacantes em campo, arriscou tudo.

Como o América não ameaçava mais, o Vozão foi todo pressão e teve boas chances de empatar, todas com Pio. O lateral-direito, com seu chute de fora da área potente e diferenciado, tentou de longe duas vezes, mas o goleiro João Carlos fez duas belas defesas, aos 39 e 40 minutos.

Foi quando aos 47 minutos, em momento de grande pressão do Vovô, o árbitro marcou pênalti de Messias em Élton. Após muita reclamação por parte dos mineiros, Pio bateu forte e empatou a partida: 2 a 2.

A torcida do Vovô explodiu nas arquibancadas do Castelão e se não ao ponto de comemorar um empate em casa, as circunstâncias a fizeram sair aliviada com a equipe evitando a derrota na Série A.

Ao fim da partida, o lateral-direito Pio comemorou o gol marcado: "Fico feliz pelo gol. Pela determinação, a gente merecia pelo menos o empate. Queiramos a vitória, lógico, dentro dos nossos domínios. A torcida cobra, é normal, e quer ver a equipe vencer. Nós temos a gana de vencer. Está faltando algo mais e vamos buscar isso".

Já o técnico Marcelo Chamusca, chamou a atenção para os erros defensivos, mas elogiou a postura da equipe em busca do resultado final.

"Claro que empatar em casa foi muito ruim para nós, pela situação que estamos na tabela, em um confronto direto. Mas não posso reclamar do desempenho dos jogadores, principalmente no 2ºtempo. Dominamos completamente a etapa final e conseguimos buscar um resultado após sofrermos dois gols em nossas falhas. Não era o que a gente queria, mas vamos continuar trabalhando para vencer", finalizou Chamusca.

Diário do Nordeste

Arquivado em:

0 comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.