Obra do Cinturão das Águas recebe R$ 14 milhões de ministério

Por Ipu Online — publicado | 10.5.18 | 0 comentários


As obras do Cinturão das Águas do Ceará (CAC) receberam mais R$ 14 milhões do Ministério da Integração Nacional nesta semana. Os recursos federais serão aplicados na construção do trecho 1 do empreendimento, que levará as águas do Projeto de Integração do Rio São Francisco a 4,5 milhões de pessoas nas regiões do Cariri e de Fortaleza. Com a aceleração dos serviços do Eixo Norte do Projeto pelo Governo Federal, a expectativa é que o ‘Velho Chico’ chegue ao Estado no mês de agosto.

Conforme o ministro da Integração Nacional, Pádua Andrade, o repasse financeiro é parte do pacote de medidas prioritárias da Pasta à região Nordeste. “É nosso compromisso levar as águas do Rio São Francisco a moradores desses estados que têm convivido com a maior seca dos últimos anos. O CAC será emblemático nesse processo, porque vai fazer com que o ‘Velho Chico’ abasteça as duas regiões mais populosas do Ceará”, declara.

De 2016 para 2017, o Governo Federal destinou R$ 469,3 milhões ao Cinturão das Águas. O montante representa 83% a mais - quase o dobro - dos pagamentos realizados pela União no período anterior (2015-2014), que somaram R$ 256,2 milhões.

Benefício
As obras do Cinturão das Águas do Ceará estão sendo executadas pelo Governo do Estado com recursos federais. O trecho 1 do CAC possui 145 quilômetros de extensão e está dividido em cinco etapas. O empreendimento vai captar a água do Rio São Francisco na barragem Jati, do Eixo Norte do Projeto de Integração, conduzindo-a ao leito dos rios Salgado e Jaguaribe, até o reservatório Castanhão - maior açude do estado. O Castanhão é responsável pelo abastecimento da região metropolitana de Fortaleza.

Na última sexta-feira (4), o Ministério da Integração Nacional emitiu ordem de serviço para o novo consórcio responsável pela etapa 1N do trecho. Mais de 1.200 profissionais estarão em campo nas próximas semanas para garantir que as águas do ‘Velho Chico’ cheguem ao Ceará até o mês de agosto.  

Diário do Nordeste

Arquivado em:

0 comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.