Homem corta garganta de garota após ela se recusar a casar com ele

Por: Ipu Online em | 3.6.18 | 0 comentários


Em um incidente horripilante, uma jovem foi brutalmente assassinada em plena luz do dia, por um homem que queria de qualquer jeito se casar com a vítima. O acusado e ter cometido o crime foi identificado como Sagar,  de 24 anos. Para as autoridades locais ele é o principal suspeito de ter assassinado uma jovem identificada como Venkata Laxmi, de 19 anos. O crime foi registrado na cidade de Hyderabad, em Telangana, na Índia, na segunda-feira (28).

De acordo com o site New Indian Express, a vítima foi assassinada na tarde de segunda-feira dentro de uma joalheria onde trabalhava. Segundo o site, o suspeito cortou a garganta da vítima, após a ela rejeitar sua proposta de casamento.

Como tudo começou
A vítima, que antes de trabalhar na relojaria, trabalhava como empregada, ficou amiga do acusado, que trabalhava como motorista. Como ambos se tornaram amigos, ele pediu a jovem casamento. Laxmi, no entanto, recusou sua proposta, após a recusa o suspeito começou a assediá-la a vítima.

Pra fugir dos assédio do homem, a jovem começou a trabalhar na joalheria como vendedora. Conforme relatos, a vítima chegou a relatar ao gerente da joalheria que Sagar estava assediando.

No dia do incidente, por volta das 14h30, Sagar entrou na loja com uma lâmina e teve uma discussão acalorada com a jovem por mais de duas horas. O agressor enfurecido cortou sua garganta e depois fugiu do local.

A garota estava sozinho na loja enquanto o dono da joalheria estava fora da cidade. Na época do assassinato, Laxmi administrava toda a loja sozinha. "A dona da loja podia acessar as imagens de câmeras de seguranra em seu telefone. Ela notou que as câmeras estavam desligadas e quando Venkata Lakshmi não atendeu o telefone por um longo tempo, ela pediu ao pai da vítima para visitar a loja", disse inspetor Jubilee Hills P Chandra Sekhar.

Quando seu pai chegou ao local, ele viu Laxmi deitado em uma poça de sangue e logo acionou a polícia. "O acusado usou uma lâmina para cortar a garganta da menina. A menina morreu no local. A equipe de pistas coletou as imagens das câmeras instaladas na loja e também encontrou algumas impressões digitais na loja. Estamos verificando as alegações da loja”, disse a polícia.

A mãe da menina suspeita que Sagar assassinou a filha. "Estamos suspeitando de Sagar por trás do assassinato de minha filha. Ele vem assediando-a pelo último ano. Devido ao assédio, ela parou de trabalhar em Banjara Hills e se juntou à joalheria por um salário de 3 mil rupias (cerca de R$165) pois está mais perto de nossa casa”, disse a mãe da jovem.

Arquivado em: ,

0 comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.