Audiência de pensão do filho de Safadão e Mileide acontece dia 27; cantor nega justiça gratuita

Por: Ipu Online em | 13.7.18 | 0 comentários

Mileide Mihaile e Safadão foram casados por oito anos e meio e são pais de Yhudy ( Fotos: Reprodução/Instagram )
A advogada de Mileide Mihaile, Olívia Pinto, confirmou que a antecipação da audiência de revisão de pensão de Yhudy, filho da influenciadora digital e Wesley Safadão, acontece na próxima sexta-feira, dia 27 de julho, em Fortaleza. O colunista Leo Dias divulgou na última quinta (12) que a alteração teria sido solicitada pelos advogados do cantor. A audiência de conciliação ocorreria apenas em 28 de agosto, mas foi remarcada para o dia 27.

A assessoria de Safadão, em contato com o Diário do Nordeste, confirmou que a antecipação foi um pedido dos advogados do artista. "Foi solicitado pensando no bem estar do menino", explicou.

Assessoria de Safadão desmente justiça gratuita
Ainda de acordo com Leo Dias, Wesley teria pedido justiça gratuita no caso. Isso quer dizer que o cantor pediu para não arcar com os custos do processo. A assessoria de Wesley negou a informação do colunista e enviou os comprovantes de pagamento.

"Não foi pedida a justiça gratuita em nenhum momento do processo. Todas as despesas processuais foram pagas, antes mesmo de ir para as mãos da juíza. Quando foi para as mãos da juíza, ela estava de férias, e um juiz substituto estava respondendo e o despacho foi feito de forma automática. Como muitas pessoas costumam pedir a gratuidade, os modelos de despacho já contém essa concessão e isso foi um engano da Vara. Infelizmente, a fonte que vazou essa informação [para o colunista Leo Dias] não sabe nada referente ao processo", diz a nota.

"Infelizmente, existem muitos especuladores que acabam por não deixar o processo correr como deveria, no seu sigilo. Só estamos mostrando esse documento por não ser segredo de Justiça e para perceberem que falhas acontecem e acabam por fazer um barulho enorme".


A reportagem também entrou em contato com a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJCE), que informou que não pode comentar o caso, já que o processo corre em segredo de Justiça na 12ª Vara da Família. 

Diário do Nordeste




Arquivado em: ,

0 comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.