Estudante com sarampo diz que hospital errou o diagnóstico

Por: Ipu Online em | 4.7.18 | 0 comentários


A estudante Ingrid, de 21 anos, disse ao G1 que foi ao Hospital Copa D'Or três vezes em quatro dias, mas os médicos da unidade não diagnosticaram que ela estava com sarampo.

"No dia 13 [de junho], fui ao médico e disse que eu estava com uma infecção leve. Por causa da dor, ele me medicou e no dia seguinte eu tive prova na faculdade. Ele não alertou sobre contágio, então eu fui porque também não tinha atestado. Cheguei a ir para o estágio nos dias 13 e 14, no dia 15, eu não consegui. Disseram que era zika ou chikungunya", disse a estudante.

“Eu estava bem manchada, com febre acima de 39 graus. Cheguei a ter conjuntivite, muita tosse, dor no corpo, principalmente pernas, muita dor no olho e as manchas coçavam bastante. Eles davam dipirona, a febre cedia e me mandavam pra casa. Em duas horas, voltava o 'febrão'”, explicou Ingrid.

Segundo o G1, Ingrid apenas descobriu que estava com sarampo em um hospital de São Paulo.

“O Hospital Copa D’Or esclarece que a paciente recebeu atendimento na sua unidade de pronto socorro com sintomas inespecíficos. O hospital informa que o Sarampo é infrequente e atípico na cidade do Rio de Janeiro, não havendo tratamento específico para a doença, devendo o paciente receber tratamento sintomático comum a quadros virais diversos. Informamos ainda que o hospital encontra-se à disposição das autoridades de saúde competentes para qualquer esclarecimento adicional que considerarem necessário", diz um comunicado oficial.

Notícias ao Minuto


Arquivado em:

0 comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.