WhatsApp se diz 'alarmado' com mortes na Índia em função de fake news

Por Ipu Online — publicado | 4.7.18 | 0 comentários


Uma grave crise chamada "fake news" vem afetando o WhatsApp. Essas notícias falsas que circulam entre conversas no aplicativo descontroladamente, levando usuários a cair em golpes ganharam proporções terríveis fora do mundo digital.

A imprensa internacional, nesta semana, apurou que boatos espalhados pela plataforma levaram a linchamentos que deixaram 27 pessoas mortas em apenas dois meses na Índia. Por esta razão, a empresa precisou se manifestar, noticia o site Olhar Digital.

Em um comunicado compartilhado com o governo indiano e divulgado pela agência de notícias AFP, um porta-voz do WhatsApp afirma estar "horrorizado" com a onda de violência gerada a partir de notícias falsas que se alastram pelo aplicativo, e prometeu ações para frear a propagação de fake news através do app.

Nesta quarta-feira (4), a empresa anunciou um programa global de investimentos em pesquisas que tenham como foco o fenômeno das fake news. O WhatsApp vai financiar até 20 projetos de pesquisa com US$ 50 mil cada.

Propostas e pesquisas científicas podem ser apresentadas à rede social até o dia 12 de agosto. Os projetos selecionados selecionadas serão divulgadas no dia 14 de setembro. Países onde a plataforma é um meio

As propostas selecionadas serão divulgadas no dia 14 de setembro. Países onde o WhatsApp é um meio de comunicação relevante, como Brasil, Índia, Indonésia e México, terão preferência.

Notícias ao Minuto

Categorias:

0 comentários

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Ipu Online.