Encontrada no Egito vila de 7 mil anos bem anterior às pirâmides e faraós

Por Ipu Online — publicado | 7.9.18 | 0 comentários

Quando falamos no Egito as imagens que nos vêm à mente são as dos faraós e as pirâmides. Mas muito antes das dinastias do Rei Menés (ou o faraó Narmer), por volta de 3.100 a.C., já havia intensa movimentação na região. Graças a escassez de evidências arqueológicas, muitas coisas sobre esse período continuam envoltas em mistério. Agora, uma nova descoberta oferece mais luz a esse período. 

O Ministro Egípcio de Antiguidades anunciou a existência de uma vila neolítica na região de Tell el-Samara, a cerca de 140 quilômetros ao norte do Cairo, que teria existido por volta de 5.000 a.C — 2.500 anos antes do surgimento das famosas pirâmides de Gizé. 


Uma equipe conjunta de escavação franco-egípcia, liderada pelo arqueólogo-chefe Frederick Geo, explicou em um comunicado que é uma das mais antigas aldeias conhecidas no Delta do Nilo. De acordo com uma pré-análise, os vestígios encontrados poderão esclarecer como os egípcios pré-dinásticos viviam — o que eles podem ter adorado, que tipo de cultura eles desenvolveram e como eles mudaram de seus hábitos de caça, no norte da África, para as práticas agrícolas sustentáveis.  

Local vem sendo observado desde 2015 
Analisado cuidadosamente desde 2015, a vila contém ferramentas de pedra, cerâmica e vários silos de armazenamento com ossos de animais e resíduos de plantas. Isso confirma que existiam comunidades estáveis e de tamanho considerável nas zonas úmidas do Delta do Nilo, há 7.000 anos. 

Nadia Khedr, autoridade ministerial responsável por antiguidades egípcias, gregas e romanas na costa do Mediterrâneo, disse a jornalistas que as plantações baseadas na chuva na época podem ter proporcionado aos egípcios pré-dinásticos a capacidade de iniciar a agricultura de irrigação em larga escala. 

"Analisando o material biológico que foi descoberto nos apresentará uma visão mais clara das primeiras comunidades que se estabeleceram no Delta e as origens da agricultura e agricultura no Egito", disse.

Megacurioso

Categorias:

0 comentários

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Ipu Online.