Menino de 3 anos é abandonado e sobrevive 5 dias comendo bolacha

Por: Ipu Online em | 8.9.18 | 0 comentários


Um menino de apenas três anos foi resgatado por policiais militares, nesta quinta-feira (6), depois de ficar ao menos cinco dias sozinho, preso em uma casa em Praia Grande, no litoral de São Paulo. O local estava sujo e a criança se alimentava apenas com bolachas. Os pais dele foram presos por tráfico de drogas. 

Vizinhos alertaram a Polícia Militar, via telefone 190, sobre o possível abandono de uma criança na Rua Senador Azevedo Júnior, no bairro Sítio do Campo. No imóvel de madeira de dois cômodos, a equipe encontrou o menino, em meio a um ambiente revirado e sem qualquer higiene, com urina e fezes espalhadas.

Os policiais descobriram que o motivo de a criança estar sozinha é que os pais foram presos, ambos por tráfico de drogas. O primeiro a ser detido foi o pai, há 10 dias, e depois a mãe, desde quando o menino foi abandonado. Os dois foram flagrados vendendo entorpecentes em uma região da cidade chamada “Quadradão”.

Segundo a Polícia Civil, a mãe do garoto foi identificada como Ana Paula Reis de Sá Afeltro, de 32 anos. Ela foi presa com 17 porções de cocaína. Ambas corporações informaram que tanto ela como o pai do menino não informaram, nos respectivos flagrantes, que tinham um filho e se ele estava com alguém.


O pai não teve o nome informado. Na casa onde foi deixado o garoto, nada de ilícito foi encontrado pelos policiais que o localizaram. Entretanto, a criança informou que uma mulher, que se disse amiga da mãe, esteve no imóvel e retirou de lá uma sacola com objetos, possivelmente entorpecentes para venda. 

Com o apoio do Conselho Tutelar, a criança foi encaminhada à Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), onde o caso foi registrado e os pais, que permanecem presos, foram indiciados novamente, desta vez por abandono de incapaz. O menino foi levado para um abrigo, onde tomou banho, foi higienizado e ficou à disposição da Justiça.

Criança se alimentou durante cinco dias com bolacha em Praia Grande, SP (Foto: Divulgação/Polícia Militar)

G1



Arquivado em: ,

0 comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.