O horário certo de tomar café da manhã e jantar para perder peso segundo a ciência

Por: Ipu Online em | 11.9.18 | 0 comentários


Quando o assunto é nutrição, alimentação saudável e perda de peso, o que não falta são teorias e métodos inovadores (muitos não tão confiáveis) que prometem a solução de todos os problemas.

Mas parece que quem quer mesmo emagrecer tem agora uma – real – esperança a mais.

A ciência comprovou uma nova medida de emagrecimento bem simples de ser realizada: basta atrasar em 90 minutos seu café da manhã e antecipar o horário do jantar.

Fácil, não?
Os pesquisadores da Universidade de Surrey descobriram que esperar 90 minutos (além do horário convencional) para tomar café da manhã e jantar mais cedo pode ajudar a reduzir a gordura corporal.

E o que é melhor: você não precisa contar calorias, nem escolher entre uma delícia ou outra. A alimentação é liberada e deve ser mantida como de costume.

Para a realização da pesquisa, os participantes foram convidados a utilizar os padrões de “alimentação com restrição de tempo” – uma forma de jejum intermitente – por dez semanas.

Técnica da respiração profunda acalma e combate estresse e ansiedade

Cientistas confirmam: o açúcar “desperta” o câncer

Foram investigados o impacto da mudança das refeições na ingestão de alimentos, composição corporal e marcadores de risco para diabetes e doenças cardíacas.

Havia dois grupos no estudo – aqueles que tomavam o café da manhã 90 minutos mais tarde do que o habitual e jantaram 90 minutos mais cedo; e um grupo de controle, que manteve a refeição no horário habitual.

Os participantes também foram solicitados a fornecer amostras de sangue e enviar diários de dieta antes e durante o projeto, e completar o feedback imediatamente após o estudo.

Importante dizer que os alimentos ingeridos não foram alterados durante a pesquisa.

Os participantes tinham total liberdade para comer o que quisessem.

Aqueles que mudaram o horário das suas refeições perderam, em média, mais do que o dobro de gordura corporal do que o grupo que fazia suas refeições normalmente, no mesmo horário de sempre.

Embora não houvesse restrições sobre os alimentos que poderiam ser ingeridos, ficou provado que aqueles que mudaram o horário das suas refeições comeram menos quantidade em geral de alimentos do que o grupo de controle.

A razão, segundo eles, pode ser a falta de apetite e o corte de lanches, especialmente à noite.

Os dados da pesquisa ainda são muito restritos, mas serão feitos estudos maiores para ver se a alimentação com definição de horário tem amplos benefícios para a saúde.

O líder do estudo, Jonathan Johnston, comemorou os resultados: “Conseguimos informações valiosas sobre como pequenas alterações em nossos horários de refeição podem trazer benefícios para nossos corpos.

A redução da gordura corporal diminui nossas chances de desenvolver obesidade e doenças relacionadas, por isso é vital para melhorar nossa saúde geral. Agora, vamos usar essas descobertas preliminares para projetar estudos maiores e mais abrangentes de alimentação com definição de horário”.

Cura pela Natureza

Arquivado em:

0 comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.