Secretário do Tesouro diz que sem ajuste fiscal economia do País ficará comprometida

Por Ipu Online — publicado | 10.10.18 | 0 comentários


Para o secretário do Tesouro Nacional, o economista cearense Mansueto Almeida, caso o próximo governo não der continuidade ao ajuste fiscal, iniciado na gestão do presidente Michel Temer, o atual cenário de inflação e juros baixos, e a retomada da atividade econômica poderá ser comprometida.

“A dívida continua crescendo, e se a gente não conseguir reverter essa situação ao longo dos próximos anos, tudo o que se conseguiu de se chegar a situação de juros baixos, inflação baixa, e economia aos poucos retomando o crescimento, tudo isso vai embora”, disse Almeida, que participou na manhã desta terça-feira (10) do debate “O Desafio do Ajuste Fiscal e o Crescimento Econômico”, na Faculdade de Direito da Universidade Federal do Ceará (UFC).

Sobre os planos de governo dos candidatos que disputarão o segundo turno, Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT), Mansueto Almeida destacou apenas que ambos sinalizam a necessidade do ajuste. “Acredito que todos os candidatos, inclusive os dois que foram ao segundo turno, estão cientes da necessidade do Brasil continuar o ajuste fiscal. Claro que cada um tem ideias diferentes, planos diferentes”, disse.

Diário do Nordeste

Categorias: ,

0 comentários

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Ipu Online.