Diocese dos EUA declara falência por processos de pedofilia

Por Ipu Online — publicado | 7.11.18 | 0 comentários


A diocese de Agana, na ilha de Guam, localizada no Oceano Pacífico e território dos Estados Unidos, entrará com um pedido de falência devido aos 180 processos por ressarcimento de vítimas de abusos sexuais, anunciou o advogado Leander James, em uma coletiva de imprensa.

De acordo com James, este é o único percurso realista" para resolver a situação, já que a igreja poderá vender seus bens para pagar as vítimas.

Em março, o Tribunal Apostólico da Congregação para a Doutrina da Fé, do Vaticano, condenou em primeira instância o arcebispo de Guam, Anthony Sablan Apuron, por abusos sexuais contra menores de idade. O religioso foi afastado de suas funções.

As primeiras denúncias de abusos sexuais cometidos por Apuron, de 72 anos, começaram a vir à tona em 2014, mas somente em 2016, com um relato de uma das vítimas, Roy Taitague Quintanilla, ganharam força. Durante a investigação, o papa Francisco suspendeu o trabalho de Apuron na diocese.

ANSA

Categorias: ,

0 comentários

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Ipu Online.