Advogada cearense é encontrada morta ao lado de músico

Por redação Ipu Online | publicado | 19.12.18 | 0 comentários


O corpo da advogada Canindeense, Daiana Maria Monteiro, de 30 anos, foi encontrado nessa terça-feira (18) em um estúdio dentro de uma residência no bairro Farol, em Maceió. Ao lado dela, estava o corpo do músico Eduardo Henrique Athayde.

De acordo com a polícia de Maceió, a advogada foi morta com um tiro na testa, e o músico com um tiro no ouvido, o que levanta à suspeita de homicídio seguido de suicídio.

O correspondente do Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 26 emissoras no Interior), Wellington Lima,, conversou com o irmão da vítima, o engenheiro Ademir Monteiro, que informou que um irmão está a caminho de Alagoas para reconhecer o corpo e cuidar do translado para Canindé.

Informações preliminares dão conta de que Daiana estava há três dias em Maceió, hospedada no apartamento de uma amiga. Os corpos foram encontrados, pela irmã do músico.

Dudu Athayde, era ex-baterista da banda de Axé Canibal e já tocou com nomes como Djavan e Guilherme Arantes. Daiana Maria era pós-graduanda em Direito do Trabalho e Direito Tributário e tinha um escritório em Fortaleza.

Ceara Agora


Arquivado em: ,

0 comentários

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Ipu Online.