Polícia confunde algodão doce com droga e mulher fica presa por três meses

Por Ipu Online — publicado | 1.12.18 | 0 comentários


Uma mulher de 41 anos foi presa por suspeita de tráfico de droga depois que policiais confundiram o algodão doce que ela comia com a droga metanfetamina. O caso aconteceu na Georgia, nos Estados Unidos.

De acordo com a imprensa local, Dasha Fincher foi solta após um exame de laboratório concluído em março deste ano comprovar que o algodão doce era apenas a guloseima e não continha nenhuma substância ilegal. Nesta semana, ela afirmou que vai acionar a Justiça por uma indenização.  

Dasha Fincher ficou presa por três meses, ela afirmou que vai acionar a Justiça por uma indenização. Foto: Reprodução/Facebook
Na época da prisão, foi estabelecida uma fiança de um milhão de dólares para que ele pudesse responder o caso em liberdade, valor que ela não podia pagar.  

Dasha Fincher alega que perdeu importantes momento da vida durante a prisão, como o nascimento de seus netos gêmeos. Durante a prisão, ela também sofreu um aborto involuntário.

Diário do Nordeste

Categorias:

0 comentários

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Ipu Online.