Projeto que permite nomeação de políticos em estatais será alterado, diz Eunício

Por Ipu Online — publicado | 4.12.18 | 0 comentários


O presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), anunciou nesta terça-feira (4) que vai derrubar de ofício as alterações feitas pela Câmara em um projeto permitindo a nomeação de políticos em estatais sem o período de quarentena de 36 meses. A possibilidade de nomeação de políticos e seus parentes foi incluída em projeto que regulamenta as agências como Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) e a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil).

"A Lei das Estatais foi incorporada nesta matéria inadequadamente. Cabe à Mesa, de ofício, analisando o projeto, retirar. No meu entendimento, a Lei das Estatais nada tem a ver com as agências", afirmou Eunício.

Desde 2016, a Lei das Estatais proíbe a nomeação de parentes de políticos e de caciques partidários para os conselhos de administração das estatais.  Por causa de destaque apresentado pelo PR, foram retirados da lei os trechos que proíbem que seja nomeada "pessoa que atuou, nos últimos 36 meses, como participante de estrutura decisória de partido político ou em trabalho vinculado a organização, estruturação e realização de campanha eleitoral".

Além disso, a emenda retira a proibição de nomeação de parentes de até terceiro grau de políticos.  O texto prevê mandatos de cinco anos para os membros dos conselhos diretores das agências. Ele também estabelece que os órgãos terão autonomia administrativa e que serão submetidas ao controle externo do Congresso, por meio do envio de um plano de gestão anual, e do TCU (Tribunal de Contas da União).

Folhapress

Categorias: ,

0 comentários

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Ipu Online.