Tentativa de assalto a banco deixa 13 mortos no Ceará

Por Ipu Online — publicado | 7.12.18 | 0 comentários


A quadrilha que tentou assaltar dois bancos na madrugada desta sexta-feira (7) em Milagres, no Cariri cearense, usou um caminhão para bloquear a rodovia BR-116, na altura do quilômetro 495, e fazer reféns.

 Com a estrada interditada, motoristas que trafegavam no local precisavam parar e eram abordados pelos criminosos. Pelo menos seis pessoas foram feitas reféns, sendo 5 de uma mesma família. Todos morreram.

As informações foram confirmadas pelo prefeito da cidade, Lielson Landim, a partir de informações repassadas pelo secretário de Segurança do Município, tenente George Freitas. O secretário atuou no trabalho de inteligência que levou à ação que frustrou o assalto.

O IML de Juazeiro do Norte havia informado, inicialmente, 13 mortes no tiroteio em Milagres. Em nota, a Secretaria de Segurança confirmou 12 óbitos.

Prefeito: família foi sequestrada

De acordo com o prefeito, a família ia para Serra Talhada, em Pernambuco, quando passou pelo trecho interditado da rodovia, na altura da ponte sobre o riacho Tamanduá, e foi sequestrada. O sexto refém morto seria de Brejo Santo e também foi parado na rodovia.

Segundo o prefeito, os reféns foram executados pela quadrilha, quando o grupo foi abordado pela polícia. Da família assassinada, duas vítimas tinham idades entre 10 e 14 anos. O grupo criminoso estava fortemente armado e houve intensa troca de tiros durante cerca de 20 minutos, o que deixou a população em pânico.

A quadrilha fortemente armada estava com os reféns quando foi surpreendida pela polícia antes de atacar duas agências bancárias da cidade. A ação aconteceu por volta das 2h15 da madrugada.

Procurada, a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) ainda não se manifestou oficialmente sobre o caso.

Diário do Nordeste

Categorias: ,

0 comentários

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Ipu Online.