Em 2019, Estado tem janeiro com menos homicídios em sete anos

Por redação Ipu Online | publicado | 5.2.19 | 0 comentários


O mês de janeiro de 2019 entrou para a história da Segurança Pública do Ceará. Além da maior série de ataques criminosos ao Estado e à propriedade privada da história, o mês apresentou, em contrapartida, o menor número de homicídios em sete anos - desde que a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) começou a divulgar os dados.

Os Registros Diários de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) contabilizam 177 mortes violentas, entre 1º e 29 de janeiro deste ano. Com os assassinatos registrados nos relatórios diários da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) até o dia 31, o número chega a 185 homicídios. Os dados ainda não foram consolidados pela SSPDS e algumas ocorrências ainda podem ser incluídas.

Ainda assim, o número de janeiro de 2019 está longe do balanço de janeiro dos outros anos. O mês com menos mortes até este ano tinha sido janeiro de 2016, com 323 mortes violentas. O primeiro mês de 2018 foi o mais violento, com 482 crimes. Na comparação do último ano com o atual, a redução de homicídios é de 61,6%.

Estudiosos e policiais que conversaram com o Sistema Verdes Mares (SVM) durante o mês de janeiro creditam a redução histórica de homicídios ao outro fenômeno registrado no mês, a série de ataques criminosos. As facções estiveram mais empenhadas em atacar o Estado do que se digladiarem. E, devido aos atentados, o policiamento no Estado foi reforçado com a Força Nacional, policiais militares de outros estados e PMs da Reserva Remunerada do Ceará.

Diário do Nordeste

Arquivado em: ,

0 comentários

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Ipu Online.