Lutador morre após atuar em evento de kickboxing, em São Paulo

Por redação Ipu Online | publicado | 13.2.19 | 0 comentários


Um fim trágico marcou a carreira do lutador Rafael Beiton, de 31 anos. Após participar de um evento de kickboxing realizado no último domingo, em Mogi das Cruzes, Interor de São Paulo, o atleta se sentiu mal e faleceu na noite seguinte, por volta de 21h30.

Em depoimento à Polícia, a irmã do atleta informou que sentiu um mal súbito depois da luta e foi socorrido para o Hospital Luzia de Pinho Melo. Conforme o boletim de ocorrência, Rafael foi diagnosticado com traumatismo cranioencefálico grave e ficou internado, mas não resistiu.

A organização do "Ichiban Kickboxing", o qual participou Rafael Beiton, disse que o evento é supervisionado pela Confederação Brasileira de Kickboxing e seguiu todas as exigências nacionais e legais.

Ao todo, Rafael fez quatro lutas na competição no último fim de semana, duas no sábado (9) e duas no domingo. Após a última luta, ele sofreu um mal súbito, chegou a desmaiar e teve uma convulsão.

A Policia Civil solicitou a necropcia do corpo do lutador. Rafael era paulista, mas morava em Recife-PE há 19 anos. Além de lutar profissionalmente, ele era professor de artes marciais na capital pernambucana.

Diário do Nordeste

Arquivado em: ,

0 comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Ipu Online.