Seduc diz que foi surpreendida com pedido do MEC para que alunos cantem hino

Por redação Ipu Online | publicado | 27.2.19 | 0 comentários


A Secretaria da Educação do Estado do Ceará (Seduc) afirmou na tarde desta terça-feira (26) que foi ''surpreendida'' com a medida do Ministério da Educação (MEC) pedindo para que alunos cantem o hino nacional e sejam filmados. "A proposta fere o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) no que se refere ao direito à liberdade, ao respeito e à dignidade dos alunos. Além do respeito à preservação da imagem, da identidade, da autonomia, dos valores, ideias e crenças", diz a pasta em nota publicada no site.

Nesta segunda-feira (25), o Ministério da Educação enviou a escolas do país uma carta em que pede para que alunos, professores e funcionários sejam colocados em fila para cantar o hino nacional em frente à bandeira do Brasil.

O documento também pede que o momento seja filmado e enviado ao novo governo. A mensagem é assinada pelo ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, para quem a medida visa saudar "o Brasil dos novos tempos".

Rodríguez reconheceu nesta terça-feira (26) ter cometido um erro ao pedir que escolas filmassem crianças cantando o hino nacional, sem autorização dos pais

"Percebi o erro. Tirei esta frase, tirei a parte correspondente a filmar crianças sem autorização dos pais. Se alguma coisa for publicada, será dentro da lei, com autorização dos pais", disse Vélez após sair de uma visita de cortesia ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP).

A secretaria destacou ainda que a "escola é espaço privilegiado de construção de conhecimento", "ambiente plural, onde a gestão é realizada de forma autônoma, com respeito e diálogo entre os seus principais atores"

Diário do Nordeste

Arquivado em: ,

0 comentários

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Ipu Online.