'Tribunal do crime' é desarticulado e agente penitenciário preso durante operação em Horizonte

Por redação Ipu Online | publicado | 8.2.19 | 0 comentários


Um agente penintenciário foi preso e outras cinco pessoas capturadas numa operação da Polícia Civil e com o apoio de outras forças de segurança que desarticulou um "tribunal do crime" num condomínio de Horizonte, na Região Metropolitana de Fortaleza, na manhã desta quinta-feira (7).

O agente, identificado como Paulo Rodrigues da Silva, foi detido em um dos apartamentos do Condomínio José Lino da Silveira, no bairro Planalto Horizonte, dominado pela facção criminosa Guardiões do Estado (GDE).

"A participação dele vai ser apurada no final do procedimento. Hoje adianto que ele foi pegue com arma de uso restrito, celulares, chips e uma quantidade de entorpecentes", disse o Delegado Titular de Horizonte, Ed Carlos Sousa Lima. O agente penitenciário foi transferido para a Delegacia de Assuntos Internos.

Carandiru
Segundo a polícia, o condomínio que é conhecido como Carandiru, e era usado pelas lideranças da facção para fazer julgamentos, torturas e execução das vítimas. A Delegacia de Horizonte conseguiu um mandado coletivo de busca e apreensão para mais de 900 apartamentos.

A polícia civil iniciou a operação porque teve a informação de que os criminosos estavam se preparando para atacar o Fórum de Horizonte.

A ação é a continuidade de uma operação deflagrada há três semanas, durante a onda de ataques criminosos no Ceará, em janeiro. Segundo os agentes, com os detidos desta quinta-feira, já foram capturadas 12 pessoas, sendo oito por envolvimento com a fação criminosa e quatro por crimes ambientais. Do total, três são adolescentes.

A operação teve a participação de 300 policiais e foi planejada e executada pela Coordenadoria de Polícia (Copol) da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS-CE), além da Diretoria Técnica Operacional (DTO).

Apoiaram a ação a Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros Militar, a Perícia Forense do Estado (Pefoce) e a Força Nacional, com 30 viaturas e um helicóptero da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer).

Diário do Nordeste

Arquivado em: ,

0 comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Ipu Online.