Índia prende 10 jovens por jogarem PUBG

Por redação Ipu Online | publicado | 16.3.19 | 0 comentários


No estado de Gujarat, na índia, PUBG é proibido por ser considerado um influenciador negativo para os jovens

O jogo Player Unknown's Battlegrounds (PUBG) ainda é um dos jogos mais populares atualmente, mesmo não dominando as manchetes como Fortnite e o novo queridinho dos gamers Apex Legends. O jogo, no entanto, tem uma peculiaridade, que é o fato de estar banido no estado de Gujarat, na Índia, e pessoas estão sendo presas por jogá-lo na região.

De acordo ao Indian Express, 10 universitários foram presos por jogar a versão para celular de PUBG, uma semana após a proibição. Outros seis estudantes, com idades entre 18 e 22 anos também foram presos pelo mesmo motivo. Todos foram liberados mediante pagamento de fiança.

Segundo as autoridades de Gujarat, o jogo foi banido pois ele impacta no "comportamento, na conduta e na linguagem dos jovens". Por outro lado, outros títulos como Fortnite, que possui as mesmas características de jogo, não são proibidos.

Não é a primeira e nem será a última vez que um jogo é banido por "orromper a juventude", e o próprio Brasil tem um histórico com isso com o banimento de games como "Counter Strike" e "Bully". Porém, o que as autoridades não levam em conta é que, ao banir um jogo, ele torna popular algum outro game de mesmo estilo. Há vários títulos com o conteúdo similar ao de PUBG cadastrados na Play Store, e o próprio Fortnite pode ser baixado facilmente para celulares Android.

O Google possui algumas medidas para coibir jovens de jogar jogos violentos como PUBG. Há uma restrição de idade de 16 anos para baixar o game, além de um controle parental que permite que os familiares possam determinar tempo ou até mesmo limitar o que os jovens estão fazendo.



Arquivado em: , ,

0 comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Ipu Online.