PM é preso após agredir funcionária de lanchonete após pedido vir errado

Por redação Ipu Online » publicado | 22.3.19 | 0 comentários

Câmeras de segurança da lanchonete registraram o momento em que a mulher é agredida com tapas e socos, sendo arrastada pelos cabelo até o lado de fora do estabelecimento


Um policial militar do Rio de Janeiro foi preso por suspeita de agredir uma mulher na madrugada dessa quinta-feira, 21. A agressão, gravada por câmeras, mostra quando o homem chega armado à lanchonete onde a vítima trabalha e a espanca.

Segundo o G1, a vítima relatou que a esposa do agressor realizou um pedido por um aplicativo. A comida entregue foi diferente do pedido, e o casal ligou para reclamar do engano. Após uma discussão por telefone, o homem teria afirmado que era da Polícia Federal e xingou a mulher, dizendo que uma viatura iria buscá-la.

Câmeras de segurança da lanchonete onde a vítima trabalha registraram o momento em que ela é agredida com tapas e socos, sendo arrastada pelos cabelo até o lado de fora do estabelecimento. O homem porta uma arma o tempo todo, usando-a para agredir a mulher.

A vítima relatou que o PM chegou no local rendendo os motoboys com uma arma, só depois indo para o balcão e dando início às agressões. "Ele já 'virou' a mão na minha cara, me pegou dentro do balcão, me arrastou pelo cabelo até a calçada, e (foi) chute na costela, chute na cara. Botou a arma na minha cabeça, botou a arma no meu pescoço, enfim. Eu desmaiei, não me lembro mais de nada”, relatou ela.

A Polícia Militar do Rio de Janeiro foi procurada pelo G1, mas não se manifestou sobre o caso.



O Povo

Arquivado em: ,

0 comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Ipu Online.