Suspeito de balear adolescente por não querer celular da vítima é preso com 12 aparelhos

Por redação Ipu Online | publicado | 15.3.19 | 0 comentários


O suspeito de balear um adolescente por não aceitar o modelo de celular entregue pela vítima durante uma tentativa de assalto foi preso na Rua Vereador Carlos Alberto Portela, no Bairro Bandeirantes, em Maracanaú, na noite desta quinta-feira (14). Com ele, a polícia apreendeu uma pistola e 12 aparelhos celulares supostamente roubados.

De acordo com a polícia, agentes da equipe Raio de Pacatuba receberam a informação de que um homem em uma moto estava praticando assaltos na região. Após patrulhamento na área, os policiais  conseguiram localizar o suspeito, identificado como Daniel Silveira Lima de Andrade, 21.


Conforme o delegado Wagner Jorge, da delegacia de Maracanaú, Daniel costumava abordar as vítimas com um “bom dia”, “boa tarde” ou “boa noite” e em seguida mostrava a arma de fogo e anunciava o assalto.

Nove vítimas compareceram à delegacia e o reconheceram como autor dos assaltos, entre elas, o jovem baleado na última segunda-feira (11) na tentativa de assalto que também deixou uma criança de 6 anos ferida.

Tornozeleira com papel alumínio
Daniel Silveira uusava uma tornozeleira eletrônica coberta de papel-alumínio, na tentativa de causar interferência e dificultar o monitoramento. Ele foi autuado entre outros artigos por assalto e porte ilegal de arma.

Homem enrolou a tornozeleira eletrônica com papel alumínio para dificultar monitoramento. - Foto: Rafaela Duarte
Diário do Nordeste

Arquivado em: ,

0 comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Ipu Online.