A escavação para obra de saneamento que revelou esqueletos de 3 mil anos no Reino Unido

Por redação Ipu Online | publicado | 16.4.19 | 0 comentários


A companhia de águas e esgotos britânica encontrou os restos mortais durante trabalho realizado em Oxfordshire, na Inglaterra.

Vinte e seis esqueletos humanos, com cerca de 3 mil anos de idade, foram encontrados durante trabalhos de escavação de tubulações de água no Reino Unido.

A descoberta do local - que acredita-se ser da Idade do Ferro e dos períodos romanos - foi feita durante um projeto da Thames Water, a companhia britânica de águas e esgotos, no condado de Oxfordshire, na Inglaterra.

Segundo a empresa Cotswold Archaeology, que prestou o serviço de escavação da área, alguns dos restos mortais podem ter sido de rituais de sacrifício humano.

'Descoberta fascinante'
O local está sendo escavado como parte de um sistema de tubulação de água de 14,5 milhões de libras (o equivalente a R$ 73,8 milhões).

Neil Holbrook, chefe executivo de Cotswold Archaeology, disse que a descoberta foi "especialmente fascinante" por apresentar uma visão das crenças e superstições das pessoas que viviam em Oxfordshire antes da conquista romana.

De acordo com ele, "evidências em outros lugares indicam que enterros em covas desse tipo podem ter envolvido sacrifícios humanos".Juntamente com os restos humanos, os arqueólogos encontraram evidências de habitações, carcaças de animais e utensílios domésticos, incluindo cerâmicas, ferramentas de corte e um pente decorativo.

A companhia de água e esgoto pretende instalar uma tubulação de 6 km, que vai fornecer água para as aldeias de Oxfordshire a partir do rio Tâmisa.

BBC News


Arquivado em:

0 comentários

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Ipu Online.