Dezenas de morsas se lançam no vazio na cena mais chocante do último documentário da Netflix, Our Planet (VÍDEO)

Por redação Ipu Online | publicado | 13.4.19 | 0 comentários


A chocante sequência aparece no documentário que estreou o passado fim de semana na NetflixOur Planet. Vemos como um grupo de morsas, na Rússia, escalam uma ladeira rochosa até chegar ao cume. A grande maioria destes enormes mamíferos acabam perdendo a vida. A cena foi gravada em 2017, e o final, com as morsas se precipitando no vazio, é impactante, ainda que não menos que a mensagem envida pelo documentário criado pela mesma equipe do Planet Earth da BBC, e narrado por David Attenborough.


A série está claramente enquadrada através da lente da mudança climática, mostrando como o aquecimento das temperaturas globais, o aumento do nível do mar ou a redução do gelo estão afetando diretamente muitas das espécies de nosso mundo. E uma delas é a morsa.

A equipe do documentário tinha ouvido falar de tais quedas, mas não estavam preparados para a surpresa de vê-las.

- "É a pior coisa que já filmei", diz Jamie McPherson, um câmera, em uma sequência.

Por que o fazem? As morsas árticas, pelo geral, descansam após os períodos de alimentação no gelo marinho para perto de onde comem. No entanto, à medida que o gelo se encolhe, os animais são obrigados a deslocar-se em grandes grupos a pequenas faixas de praia mais próximas de suas áreas. Estas saídas em massa envolvem milhares de morsas amontoadas em lugares fechados.

Algumas buscam se afastar das grandes multidões para encontrar espaço para descansar, por isso vemos um momento do documentário onde escalam o escarpado com vistas à praia. Ao princípio, a produção de Our Planet não entendia muito bem por que estas criaturas começaram a escalar. Mas chegado um momento, após descansar, as morsas parecem sentir que seus colegas na estão se movendo.

Famintas e desesperadas para voltar à água com o resto, as morsas começam a se lançar no vazio. Obviamente, não entendem que a queda provavelmente as matará. Segundo a equipe da produção, filmaram a morte de centenas de morsas.



Sophie Lanfear, que produziu e dirigiu o episódio, contou ao New York Times o seguinte:

- "As cenas das morsas foram as coisas mais difíceis que tive que presenciar ou filmar em minha carreira. Realmente não estava preparada para a escalada da morte", lamentou Sophie. Um pequeno grupo de talvez seis ou sete conseguem descer, mas a grande maioria não. Basicamente, se lançam no precipício."

As morsas estão acostumadas a uma aterrissagem suave. Sua percepção de profundidade não evoluiu o bastante para fazer frente a uma situação como essa, nem evoluíram para descobrir como regressar por onde vieram. De modo que é trágico.

Conquanto há alguns cientistas que dizem que a mudança climática não é necessariamente o culpado deste comportamento, a maioria sim pensam firmemente que tudo está conectado.

Segundo o World Wildlife Fund as cenas mortais como as mostradas na série da Netflix são cada vez mais comuns à medida que as morsas continuam perdendo mais de seus habitats naturais.

Arquivado em:

0 comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Ipu Online.