Fagner diz que governo Bolsonaro passa “impressão de amadorismo”

Por redação Ipu Online | publicado | 9.6.19 | 0 comentários


cantor Raimundo Fagner afirmou em entrevista ao jornalista Pedro Bial, no programa “Conversa com Bial” da madrugada deste sábado (8), que está “frustrado” com o governo do presidente Jair Bolsonaro. O cantor disse que depois de seis meses de governo não esconde a sua decepção.  

“Tem horas que parece que ele continua na campanha, que ele não combina com a turma dele. Tá sempre tendo um disse-me-disse. Frustra um pouco. Passa uma impressão de amadorismo”, afirmou Fagner quando o assunto foi política. 

Sobre o motivo pelo qual votou em Bolsonaro, Fagner afirmou que no momento da campanha queria mudança. “No final da campanha começaram a exibir fotos minhas com camiseta do 13. Então, desmenti e afirmei. Eu estava querendo essa mudança.” 

Ainda sobre o atual governo de Bolsonaro, Fagner afirmou: “Ele não disse que é presidente de todos os brasileiros? Então não é o momento de ficar provocando, ele já fez isso na campanha”, criticou.
Durante a entrevista, Fagner elogiou o ministro da Justiça, Sérgio Moro, para quem o cantor já chegou, inclusive, a dedicar uma canção. 

Lei Rouanet 
Crítico da Lei Rouanet, Fagner foi perguntado por Bial sobre o uso de dinheiro público em sua biografia. “Quando eu critiquei, acho que foi por causa dos valores altos. Esse livro eu também não sabia, quando soube já tinham pedido”. 

Diário do Nordeste

Arquivado em: , ,

0 comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Ipu Online.