Filho mata mãe e padrasto, deixa mensagem e comete suicídio em seguida

Por redação Ipu Online | publicado | 14.6.19 | 0 comentários


Um homem de 32 anos foi encontrado enforcado em uma área rural de Cambuci, noroeste fluminense. Seu corpo foi localizado por moradores da região, que acionaram a polícia. O rapaz era o principal suspeito de ter assassinado a mãe, Maria Amélia Daflon Vogas, de 64 anos, e o padrasto, Sahid Voga, de 69.

Os corpos das vítimas foram encontrados dias após o dia do crime, que aconteceu na terça-feira (11), e já se encontravam em estado de decomposição.

O autor do crime ainda deixou uma mensagem escrita na terra: “Minha avó não viu nada”. Refere-se a mãe de Maria, de 92 anos, que também estava na residência no momento do crime. De acordo com a polícia, ela sofre de alzheimer e foi encontrada em estado de choque, precisando ser hospitalizada.


Entenda o caso
Maria Amélia e Sahid foram encontrados mortos dentro de casa na noite de terça-feira (11), em Três Rios, no Rio de Janeiro. De acordo com a Polícia Civil, os dois estavam na cama no bairro de Monte Castelo e a residência onde moravam não apresentava sinais de arrombamento.

Ainda segundo a polícia, Sahid recebeu golpes de algum objeto feito de madeira e Maria foi asfixiada. As autoridades apontaram o filho dela como o principal suspeito do duplo homicídio.

Familiares do casal informaram à polícia que o rapaz era usuário de drogas e morava com os idosos. A motivação do crime seria um desentendimento com a mãe e com o padrasto.

“Não havia sinal de arrombamento no local e o carro da vítima não estava na casa. O filho do casal, que mora na residência não foi visto no fim de semana. A partir desses detalhes e apesar das tentativas de contato com o mesmo nada de positivo foi conseguido, as informações nos levaram a suspeitar deste rapaz”, afirmou André Pinto Lourenço, delegado titular da 108ª DP, ao G1.

Imagens de câmeras de segurança da residência registaram a movimentação do suspeito. De acordo com a Polícia Militar, o rapaz foi visto entrando na residência e saindo em um carro. O veículo foi rastreado pelos agentes e foi encontrado abandonado em uma área rural em Cambuci, onde o corpo do suspeito também foi localizado, juntamente com a mensagem.

O casal era proprietário de um estabelecimento comercial, que estava fechado desde sábado (8). Por não serem vistos pelos vizinhos e familiares, a polícia foi acionada até a residência e localizou os corpos.

Carro do comerciante foi encontrado em uma área rural de Cambuci (Polícia Civil/Reprodução)
Claudia

Arquivado em: ,

0 comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Ipu Online.