Mulher que viveu como escrava por 29 anos ganha indenização de R$ 1 milhão

Por redação Ipu Online | publicado | 1.7.19 | 0 comentários


Na cidade-símbolo do desenvolvimento do Brasil, uma mulher não sabe ler e mal consegue escrever o próprio nome. Na São Paulo capital do trabalho, Solange Ribeiro Correa afirma: dos 7 aos 36 anos de idade, trabalhou como escrava na casa de uma família. A justiça determinou que ela receba uma indenização de 1 milhão de reais por viver numa condição análoga à escravidão.

Fantástico

Arquivado em:

0 comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Ipu Online.