Ursos Dimas e Kátia serão transferidos de zoológico no CE para santuário em SP

Por redação Ipu Online | publicado | 7.7.19 | 0 comentários


O imbróglio que envolve os ursos-pardos-siberianos Dimas e Kátia parece ter chegado ao fim. De acordo com informações do G1, a justiça autorizou que os animais sejam transferidos do zoológico de São Francisco de Canindé, no Ceará, para o santuário de animais Rancho dos Gnomos em Joanópolis, no interior de São Paulo.

Essa determinação já havia sido feita no mês passado, no entanto, o zoológico esboçou recorrer da decisão. Após negociações com a associação Viva Bicho – responsável por solicitar a transferência, e que pedia R$ 100 mil de indenização por dano ambiental caso a medida não fosse cumprida – o zoológico cedeu e firmou acordo para que os ursos fossem transferidos para o interior paulista. 

“A outra parte [zoológico] entendeu que seria melhor para os animais a transferência. Todos agora estão se mobilizando para que estes animais sejam transportados o quanto antes para o rancho", disse a advogada Tiziane Machado, da associação Viva Bicho.


Os exames veterinários que comprovam que os animais estão aptos para serem transferidos serão anexados ao processo e encaminhados para o Ibama, que vai emitir uma guia de transporte autorizado. A partir da emissão do documento, os ursos poderão ser transportados.

Mas não foi definido ainda a data para transferência nem como o transporte será feito. A administração do santuário negocia que ambos sejam transportados em uma cabine climatizada por um avião da Força Aérea Brasileira (FAB), mas não descarta a possibilidade de tentar que uma empresa aérea privada faça o transporte do casal de ursos.

O local que vai receber o casal de ursos já está pronto, conforme afirmaram os idealizadores e gestores do Rancho dos Gnomos, Marcos e Silvia Pompe. “O recinto para os irmãos ursos já está pronto, foi construído por meio de doações feitas ao Instituto Luísa Mell, e repassadas para essa construção de 1,9 metros quadrados, piscina com capacidade para 80 mil litros de água, cambiamentos, decks, área de descanso, área de alimentação e amplo espaço de área gramada”, explica Marcos.

Entenda 
Dimas foi retirado pelo Ibama de um circo após acusações de maus-tratos e está no zoológico desde outubro de 2008. Kátia chegou três anos depois. Agora, o Santuário de Canindé, que administra o Zoológico São Francisco, busca renovar o licenciamento ambiental.

A ativista Luísa Mell iniciou uma campanha em outubro de 2018 para levar os usos para o santuário de animais, mesmo local onde a irmã deles, Rowena, foi levada. Ela ficou conhecida como a ‘Ursa mais triste do mundo’ durante a campanha de transferência por ser de uma espécie nativa de regiões com clima ameno e enfrentar o calor de mais de 40 graus onde estava, no Piauí.

Diário do Nordeste

Arquivado em:

0 comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Ipu Online.