Motorista de aplicativo mata irmão a tiros por causa de escada na Bahia e é preso em Brejo Santo

Por redação Ipu Online » publicado | 28.8.19 | 0 comentários


Um motorista de aplicativo de 27 anos suspeito de matar o irmão a tiros por causa de uma escada, no Bairro da Paz, em Salvador, foi preso na tarde desta terça-feira (27), no município de Brejo Santo, na Região do Cariri. O crime aconteceu dentro da residência do pai dos dois na manhã de segunda-feira (26).

De acordo com o major da Polícia Militar Lucivando Rodrigues, o número da placa do veículo onde estava o suspeito, identificado como Waldenir Gomes de Oliveira, foi inserido no sistema de videomonitoramento da Secretaria de Segurança Pública (SSPDS), depois que a Polícia Militar da Bahia informou que ele dirigia em direção do Ceará. 

“O suspeito passava em uma avenida de Brejo Santo e o sistema acusou. Nossa equipe iniciou as investigações. Aí nós conseguimos interceptar o carro na rodovia BR-116, próximo no Sítio Lagoa do Mato”, afirmou o major.

Briga pela escada
Após sair do veículo e conversar com agentes de segurança, Waldenir disse para os policiais que iria deixar a esposa e alguns familiares na cidade de Iguatu, na Região Centro-Sul e depois se entregaria para a polícia da Bahia. Em seguida, o próprio rapaz confessou o crime em depoimento gravado em vídeo pela própria polícia.

“Meu irmão [Anderson Gomes de Oliveira] estava lá. Eu, meu irmão e meu cunhado na casa do meu pai. Ele pediu comida e demos comida a ele. Meu cunhado perguntou a ele pela escada do meu pai. Aí ele respondeu que estava com ele. Aí eu pedi para ele trazer a escada, pois o meu pai não sabia que ele estava com ela e eu dei o tiro de 32”, disse o motorista de aplicativo.

Waldenir Gomes está preso na Delegacia Regional de Juazeiro do Norte e deve ser encaminhado para Salvador ainda nesta quarta-feira. Participaram da operação, policiais militares da 3ª Cia /2° Batalhão da Polícia Militar e a Força Tática em parceira com a Polícia Militar da Bahia.

Diário do Nordeste

Arquivado em: , ,

0 comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Ipu Online.