23 tartarugas são encontradas mortas no Ceará desde setembro

Por redação Ipu Online » publicado | 15.10.19 | 0 comentários


O petróleo cru encontrado nas praias do Nordeste nos últimos meses pode ser a principal causa da morte de tartarugas marinhas nos últimos dias. Desde o início de setembro, já foram contabilizadas 21 tartarugas sem vida no litoral cearense, segundo o Instituto Verdeluz, responsável por fazer a necropsia dos animais. Além das 21 registradas oficialmente pelo instituto, no último fim de semana foram localizadas mais duas tartarugas mortas na Praia da Taíba, litoral Oeste do Ceará, e outro em Beberibe, litoral Leste, totalizando 23 casos.

Dessas 23 tartarugas, as seis analisadas pelo Instituto apresentaram óleo visível e uma estava contaminada com a substância no intestino. Segundo Débora Melo, voluntária do Verdeluz e estudante de oceanografia, "algumas tartarugas apresentavam interação com pesca (como nadadeiras amputadas e enroscadas em artes de pesca). Além disso, muitas não puderam ser necropsiadas para saber a causa da morte por conta do elevado estado de decomposição ou por terem sido encontradas fora de Fortaleza, não havendo transporte para realizar o procedimento", afirma.

Conforme a estudante, outra questão preocupante é que mesmo não tendo sido encontrado óleo visualmente na região externa do animal, ele pode estar contaminado pelo óleo internamente, "pois essa substância é considerada bastante nociva à sua saúde e se instaura nos órgãos".


Diário do Nordeste

Arquivado em: ,

0 comentários

Os comentários abaixo não representam a opinião do Portal Ipu Online; a responsabilidade é do autor da mensagem.