Ao buscar antigo amor, homem descobre filho de 65 anos

Por redação Ipu Online » publicado | 28.11.19 | 0 comentários

Aposentado contou com ajuda de amigo para procurar a mulher com quem teve caso nos anos 1950. Filho foi descoberto durante investigações


A história poderia ter saído de um livro, mas é real. Fernando Tolendall, de 87 anos, foi atrás de uma amor antigo e acabou descobrindo que tinha um filho em Foz do Iguaçu-PR. O morador de Brasília esteve por lá entre 1952 e 1955. Deixou uma namorada. Ao procurá-la, após tantos anos, viu que ela tinha morrido.

Parentes, no entanto, comentaram que um dos filhos que ela teve, Luis Kurpan, poderia ser de Fernando.

A investigação
João conta que Fernando, à época em que morou na região, namorou uma moça de nome Ana Kurpan. Queria reencontrar o velho amor, caso ainda estivesse viva. “Tinha vontade saber se ela ainda estava viva, pois queria revê-la. Ele conversou isso comigo, quando tive a oportunidade de voltar a Foz do Iguaçu, devido ao meu trabalho. Então, comecei a investigar”, afirmou o funcionário público.

A ex-namorada, no entanto, faleceu há cerca de um mês, em outubro. A procura não foi em vão. Eles chegaram a Luis Kurpan, de 65 anos.

“Achei alguns parentes dessa moça (Ana) e recebi a informação que a irmã dela morava em Foz de Iguaçu. Consegui contato com outros parentes e descobri que ela faleceu há um mês. Entretanto, eles me disseram que ela tinha tido filhos e me passaram o contato do Luis”, lembra João.

“Luis Kurpan trabalha com artesanato. Achei o perfil dele nas redes sociais e, na hora, pensei que era filho do seu Fernando, porque são muito parecidos. Eu até cheguei a fazer um esquema de sobreposição de fotos e a ficou muito parecido”, conta o amigo.

O encontro
A partir daí, um encontro foi organizado. E aconteceu no último domingo (24/11/2019). Fernando nem precisou de fazer exame de DNA: já afirmava que era filho dele.

“Na hora, eu liguei para o senhor Fernando e informei o falecimento da Ana. Mas falei sobre o filho e disse que poderia ser dele. Foi bem legal. Fernando disse que sentia que era filho dele”, diz João.

Não precisava, mas eles resolveram fazer o tal exame de DNA, que deve sair em 15 dias. “Mas Fernando me disse que tem certeza de que é filho dele.”

Ainda segundo João, pai e filho ficaram tão animados que estão planejando se encontrar neste fim do ano, na residência de Fernando, em Brasília. Eles vão comemorar o Natal e o aniversário de Luis, no dia 22 de dezembro. Mas ainda faltam detalhes.

A esposa de Fernando, Maria Helena, afirmou que ele está feliz com situação. “Ele é forte, não tem tido nenhum problema de emoção por conta idade. Está feliz”, conta.

Andrews Nery/Metrópoles

Arquivado em:

0 comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Ipu Online.