Cultura do Norte em luto: cantor Arlindo Junior morre aos 51 anos

Por redação Ipu Online » publicado | 31.12.19 | 0 comentários

O ex-apresentador do boi-bumbá Caprichoso e ex-vereador enfrentava um câncer de pleura

(foto: Twitter/reprodução)
O ex-apresentador do boi-bumbá Caprichoso e ex-vereador de Manaus  Arlindo Junior  morreu na noite deste domingo (29/12) depois de uma luta contra um câncer de pleura. O cantor, de 51 anos, estava internado na clínica da Samel, em Manaus.

Associação Cultural Boi-Bumbá Caprichoso lamentou a morte do artista, considerado uma das maiores vozes do Festival de Parintins. “É difícil escrever algo sobre alguém que esteve sempre ao nosso lado, contagiado com sua alegria, com sua linda história.Arlindo foi o verdadeiro canoeiro do boi Caprichoso. Levou nosso festival para programas nacionais de televisão, foi a grande voz do boi-bumbá em Manaus na Tevelândia, apoiado pelo Movimento Marujada. Arlindo Júnior é a própria história e hoje eterniza sua memória não apenas na constelação azulada, mas no estado do Amazonas, onde foi reconhecimento pelo trabalho e dedicação à cultura popular”, publicaram em nota.

O perfil oficial do Boi Garantido também lamentou a morte do artista. “A sua história, Pop da Selva, está eternizada a todos que amam o maior festival folclórico do planeta”, afirmou.

Conhecido como "Pop da Selva", Arlindo Junior começou a carreira no fim dos anos 1980 e por mais de 20 anos cantou toadas clássicas da festa amazonense.

Correio Brasiliense

Arquivado em:

0 comentários

Os comentários abaixo não representam a opinião do Portal Ipu Online; a responsabilidade é do autor da mensagem.