83 covas milenares são encontradas em província no norte do Egito

Por redação Ipu Online » publicado em | 18.2.20 | 0 comentários

Especialistas acreditam que sepulturas pertenceram à Civilização de Buto, uma antiga cidade localizada a sudeste de Alexandria, no Delta do rio Nilo

83 covas milenares são encontradas na província de Dacalia, ao norte do Egito (Foto: Ministry of Antiquities)
Arqueólogos encontraram 83 covas durante escavações na província de Dacalia, ao norte do Egito. Os especialistas ainda estão tentando datar os restos mortais encontrados por lá, mas acreditam que a maior parte foi enterrada por volta do ano 4 mil a.C.

Segundo as autoridades egípcias, 80 sepulturas têm forma oval e estão preenchidas com diversos objetos que eram tradicionalmente enterrados com os mortos, como vasos e joias. Já os corpos estavam em posição de cócoras, e não deitados.

De acordo com o secretário-geral do Conselho Supremo de Antiguidades, Mostafa al-Waziry, as covas pertenceram à Civilização de Buto, uma antiga cidade localizada a sudeste de Alexandria, no Delta do rio Nilo, no Egito. Pouco se sabe sobre esse povoado, mas acredita-se que a cultura Buto, também conhecida como Baixo Egito, tenha sido extremamente influente no desenvolvimento do Reino Antigo.

Especialistas acreditam que sepulturas pertenceram à Civilização de Buto, uma antiga cidade localizada a sudeste de Alexandria, no Delta do rio Nilo (Foto: Ministry of Antiquities)
As outras três sepulturas descobertas datam da época conhecida como Naqada III, que foi de 3200 a.C. a 3 mil a.C. Os especialistas acreditam que esse período tenha sido muito importante para a formação do Estado no antigo Egito. 

Ayman Ashmawy, chefe do setor de antiguidades egípcias, afirmou em declaração à imprensa que duas das três sepulturas restantes são uma espécie de caixão. Os corpos também estavam enterrados de cócoras e foram enterrados com objetos, como reportou o Egypt Independent.

As outras três sepulturas descobertas datam da época conhecida como Naqada III 
(Foto: Ministry of Antiquities)
Waziry espera que mais covas desse tipo sejam descobertas no sítio arqueológico de Dacalia no futuro. Mas, enquanto isso não acontece, os especialistas estão focados em estudar os artefatos encontrados por lá: peças de cerâmica feitas à mão, conchas de ostras e até amuletos feitos de pedras preciosas. Veja imagens abaixo:

Diversos utensílios funerários foram encontrados junto aos corpos (Foto: Ministry of Antiquities)
Diversos utensílios funerários foram encontrados junto aos corpos (Foto: Ministry of Antiquities)
Revista GALILEU



Arquivado em:

0 comentários

Os comentários abaixo não representam a opinião do Ipu Online; a responsabilidade é do autor da mensagem.